Posts tagged ‘Notícias Vale dos Vinhedos’

Vallontano Vinhos Nobres: mais do que vinho, é vinho que respeita o terroir

Vallontano 3

Arquitetura com tijolos a vista em em meio aos parreirais compõem o cenário da Vallontano Vinhos Nobres 

Ser recepcionado carinhosamente é o que o um visitante espera quando vai a um lugar pela primeira vez. Quando você chega ao Vale dos Vinhedos, é esta a sensação que você tem logo após percorrer aproximadamente 2 km pela Estrada do Vinho.

Depois de algumas curvas ladeadas por muito verde e casas típicas das famílias locais, você verá a direita um simpático parreiral com duas construções de tijolos a vista que nos dão a sensação de estar em casa e de querer sempre voltar. Um cenário reconfortante e delicado que abre as portas para o Vale dos Vinhedos: esse é o cenário montado pela Vallontano Vinhos Nobres.

Aliás, este conjunto harmônico entre parreirais, vinícola e varejo começou a ser montado na década de 90 e foi oficialmente lançado em 1999, para abrigar toda a filosofia proposta por uma empresa que tem amor pelo terroir.

A filosofia da Vallontano Vinhos Nobres baseia-se na elaboração de vinhos e espumantes com arte, profissionalismo e amor dedicados à vitivinicultura. Os sabores e aromas que despertam os sentidos são o reflexo do cuidado em todo o processo, que inicia no trato do solo e no manejo de seus parreirais. O clima e a cultura do vinho presentes no Vale dos Vinhedos, terroir escolhido para abrigar esta história, formam o conjunto do que a Vallontano Vinhos Nobres se tornou: uma empresa com identidade própria, com vinhos elegantes, refinados e com extensa capacidade de harmonização.

Vallontano 2

Luís Henrique Zanini, o vinhateiro da Vallontano, acompanha todo o processo de elaboração de seus vinhos de perto

O artista responsável pela criação dos produtos da Vallontano é o enólogo Luis Henrique Zanini. A inspiração para suas saborosas criações foi a Vinícola Domaine de Montille, na Borgonha, sua escola e local de trabalho por um período que o permitiu trazer para o Brasil a filosofia do respeito à individualidade de cada microclima. São métodos não intervencionistas que preservam as características conferidas pelo solo e pelo clima de seus vinhedos, respeitando assim o terroir do Vale dos Vinhedos.

“Vinho é arte, é poesia, é expressão da personalidade. Para ser um vinhateiro é preciso sensibilidade, é preciso humanidade. De nada adianta mestrados e doutorados, se perdermos nossa identidade.É preciso contato físico com os vinhedos, com a uva, é preciso literalmente colocar as mãos no vinho. Devemos, sobretudo, diferenciar técnica de tecnologia. A primeira é o entendimento do processo como um meio de transformação da natureza, já a tecnologia pode ser comprada e aplicada. O meu medo é que o excesso disto padronize os vinhos do mundo inteiro. Para mim o vinho continua sendo, como entendia Galileu Galilei, `humor líquido e luz`”, diz Zanini, enólogo da Vallontano.

Hoje a empresa produz com este carinho e dedicação aproximadamente 45 mil garrafas de vinho e espumante por ano. Vinho Branco Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Merlot, Tannat, Vinho Rosé Tempranillo, e espumantes Brut, Extra Brut, Brut Rosé e Moscatel são as variedades produzidas pela empresa.

oriundi

Vinho tinto Oriundi e o Espumante Brut Talise são destaques da vinícola.

Destacam-se ainda o Espumante Brut Talise, uma declaração de amor à esposa do enólogo, Talise Valduga, bem como ao ato de elaborar vinhos. E o tinto Oriundi, parceria com a maior fabricante de vinhos Amarone do Mundo, a italiana Masi.

Se não bastassem todos estes detalhes de uma vinícola pequena de tamanho, mas grande de alma, os vinhos da Vallontano Vinhos Nobres podem ser encontrados no catálogo da Mistral, que os distribui para todo o Brasil, com exceção ao Rio Grande do Sul, mercado atendido pela própria vinícola. Menus harmonizados de grandes cheffs como Roberta Sudbrack e Alex Atala também apresentam vinhos e espumantes Vallontano constantemente, e cartas de restaurantes renomados como o Esquina Mocotó, de São Paulo, também são opção.

Vallontano 1

O enólogo Zanini ladeado pelos cheffs Alex Atala e Roberta Sudbrack

E claro, os produtos podem ser adquiridos também junto ao varejo, localizado junto a Risoteria e Café Vallontano, anexo a vinícola no Vale dos Vinhedos. O destaque deste espaço idealizado pela Vallontano é que, enquanto você espera o seu prato de risoto, especialidade da casa, ficar pronto, pode degustar os produtos da empresa e bater um papo gostoso com a equipe do varejo. Em breve falaremos mais exclusivamente sobre a Risoteria, mas já fica a dica para que você a conheça.

Vallontano 4

Destaque da Risoteria e Café Vallontano são os risotos que podem ser harmonizados com os vinhos da Vallontano Vinhos Nobres

Para saber mais sobre a Vallontano Vinhos Nobre
Acesse o site www.vallontano.com.br
Acompanhe as novidades no Facebook: www.facebook.com/Vallontano
E claro, visite o varejo da vinícola no Vale dos Vinhedos!

Fotos: Acervo Vallontano Vinhos Nobres e Risoteria e Café Vallontano.

19/02/2016 at 15:44 Deixe um comentário

Villa Michelon é o anfitrião da Abertura da Vindima 2016 no Vale dos Vinhedos

noticias-download3426

Curso de degustação pisa das uvas, celebração religiosa e filó italiano farão parte da programação na tarde de 23 de janeiro

O Vale dos Vinhedos, na Serra Gaúcha, está em festa, é vindima. Nessa época do ano os vinhedos de mais de 400 propriedades estão carregados de uvas e a fruta quase pronta para serem colhidas. E para celebrar esse momento, o Villa Michelon será o cenário para a Abertura da Vindima 2016 no Vale dos Vinhedos, o roteiro enoturístico mais conhecido do Brasil.

No dia 23 de janeiro, a partir das 17h, uma ampla programação reunirá hóspedes, turistas, autoridades e moradores da comunidade. O evento tem o apoio da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale). A programação tem início às 17h com um curso gratuito de degustação de vinhos e espumantes no Hotel Villa Michelon, ministrado por Rogério Carlos Valduga, da Vinícola Torcello, mas para participar é preciso fazer reserva.

A partir das 19h acontece a solenidade de Abertura da Vindima com a pisa das uvas pela rainha e princesas do Vale dos Vinhedos. Às 19h30 acontece uma celebração religiosa com a benção aos parreirais e aos vitivinicultores. Às 20h30 tem início o filó italiano, na Sociedade 8 da Graciema, que inclui culinária colonial, degustação de vinhos, sucos de uva e espumantes das vinícolas do Vale dos Vinhedos. Corais típicos da região e jogos de baralho, mora e outros também fazem parte do evento.

A colheita e a pisa podem ser compartilhadas por quem tiver interesse. Para participar do filó italiano é necessário adquirir o ingresso de R$ 50,00 na recepção do hotel ou pelo telefone (54) 2102.1800.

Serviço
Evento: Abertura oficial da Vindima 2016
Data: 23 de janeiro de 2016
Horário: a partir das 17h
Local: Hotel Villa Michelon, RST 444 – Km 18.9 – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves – RS
Informações: (54) 2102.1800 / hotel@villamichelon.com.br / http://www.villamichelon.com.br

Programação
17h – Curso de degustação de vinhos e espumantes no Hotel Villa Michelon, ministrado pelo enólogo Rogério Carlos Valduga, da Vinícola Torcello.
19h – Solenidade de Abertura da Vindima com pisa das uvas pela rainha e princesas do Vale dos Vinhedos.
19h30 – Celebração religiosa com bênção aos parreirais e aos vitivinicultores.
20h30 – Filó italiano, na Sociedade 8 da Graciema, com culinária colonial, degustação de vinhos, sucos de uva e espumantes das vinícolas do Vale dos Vinhedos, jogos e corais típicos.

Foto: Rosângela Longhi/Conceitocom Brasil

16/01/2016 at 23:00 Deixe um comentário

Piqueniques encantam visitantes durante o verão e a vindima no Vale dos Vinhedos

Piquenique 2larentis

Atração pode ser conferida na Vinhos Larentis e no Jardim Leopoldina

Conta a história que o piquenique remonta o próprio advento da civilização. Refeições ao ar livre eram a comemoração do ano novo para os babilônicos. Os gregos realizavam esses encontros em comemoração aos rituais, sacrifícios e celebrações no entorno de seus templos. Já os romanos tinham o costume de realizar refeições próximas às sepulturas de seus antepassados. Mais recentemente, a partir da Revolução Francesa, a moda dos piqueniques tornou-se romântica. Paris transformou-se no pano de fundo mais famoso para a prática, que se espalhou pelo mundo e hoje é sinônimo de descontração, romantismo e contato com a natureza.

Essa é a proposta do Vale dos Vinhedos, através da Vinhos Larentis e do Jardim Leopoldina: descontração e contato com a natureza, em meio as belas paisagens da região, com o melhor serviço gastronômico que se pode oferecer. E claro, grandes vinhos!

A Larentis tem como proposta aproximar os visitantes da cultura do vinho. O visitante é recepcionado com uma visita as dependências da vinícola, onde o processo de produção dos vinhos e a história da família são contados. Após o visitante escolhe um produto a ser degustado (uma garrafa de vinho, espumante ou suco de uva a cada duas pessoas) e é levado ao parreiral da família, onde a toalha xadrez é estendida, a bebida servida e as guloseimas degustadas.

Não é determinado tempo para sair. O visitante pode aproveitar o silêncio dos parreirais com seus primeiros cachos de uva, ouvir o som dos pássaros e sentir o ar puro durante o tempo que quiser. Na cesta de piquenique, frios, geleias, pães, taças personalizadas e o carinho da família Larentis.

jardim
O mesmo acontece no Jardim Leopoldina, pertinho dalí. Pertencente ao grupo Famíglia Valduga, o Jardim Leopoldina reserva diversas atrações: cafeteria, centro de compras, gelattos e a recém-lançada Cerveja Leopoldina, artesanalmente produzida no Vale dos Vinhedos. O espaço é encantador: uma antiga e histórica casa de madeira reconstituída em meio a um belíssimo jardim, por onde circulam pavões, galinhas e, se der sorte, alguns tucanos.

Para aproveitar esse lindo espaço, o Jardim Leopoldina oferece também o piquenique no jardim. As guloseimas do cardápio podem ser degustadas em meio às flores e árvores do local.

Ambas as programações podem ser aproveitadas tanto neste final de ano, quanto durante a vindima, até março de 2016. Basta entrar em contato com os atrativos e reservar o seu horário.

Confira o resumo das programações:

Verão no Vale dos Vinhedos – Jardim Leopoldina
Período: durante toda a programação de Natal e Vindima, de terça a domingo, das 13h às 19h.
Programação: aproveite o calor do verão para conferir novidades em gelatto e cervejas artesanais, produzidos no Vale dos Vinhedos.
Informações: 54. 3453.3633, 54.3453.3690 ou adm@leopoldinajardim.com.br

Piquenique nos Vinhedos
Em meio aos parreirais da Vinhos Larentis, você pode desfrutar de um delicioso piquenique. Tábua de frios, pães e geleias da região são servidos junto a uma garrafa de vinho ou espumante da Larentis.
Basta entrar em contato e agendar seu piquenique.
Informações e reservas: 54.3453.6469 ou larentis@larentis.com.br
Valor: R$ 60 por pessoa

Piquenique no Leopoldina Jardim
Período: durante toda a programação de Natal e Vindima, de terça a domingo, das 13h às 19h.
Programação: Delícias da região servidas ao ar livre, no Jardim Leopoldina. Consulte disponibilidade e faça o seu agendamento.
Informações: 54. 3453.3633, 54.3453.3690 ou adm@leopoldinajardim.com.br

22/12/2015 at 16:01 Deixe um comentário

Hotel Villa Michelon oferece programações mágicas neste final de ano no Vale dos Vinhedos

 

Villa Michelon.png

Programação inclui ceias, hospedagem diferenciada e visita do Papai Noel em um dos hotéis mais charmosos da Serra Gaúcha

O Hotel Villa Michelon é atração durante as quatro estações do ano. Sua arquitetura harmonizando com a paisagem local, os parreirais modelo e a mini fazenda que encantam os visitantes e o resgate cultural proporcionado pelo museu do vinho e pela casa do filó, encantam os visitantes que procuram o local. Hospedes e não hospedes são convidados a conhecer a infraestrutura e os eventos realizados pelo hotel referência em hospedagem e hospitalidade na região.

Sentir-se em casa estando fora de casa. Essa é a proposta do hotel, que não poderia fazer diferente neste final de ano, época em que os corações se enchem de alegria e a confraternização deve ser especial. Pensando nisso, o Villa Michelon preparou pacotes especiais de hospedagem tanto para o natal, quanto para o réveillon.

Os pacotes de natal e réveillon incluem 5 diárias com café da manhã, meia pensão – jantar, ceia de natal/réveillon com música ao vivo e show pirotécnico. Também estará disponível programação infantil em todo o período e a visita do Terno de Reis. O destaque fica por conta da visita no Papai Noel no Natal, atração que encanta os pequenos visitantes do Vale.
Toda a programação acompanhada pela tradicional receptividade e hospitalidade da equipe do Villa Michelon.

As ceias de natal e réveillon estão inclusas nos pacotes de hospedagem, mas os visitantes que não estiverem hospedados no hotel também podem participar. Basta efetuar a reserva antecipadamente.

Pra saber mais sobre as programações e realizar a sua reserva, entre em contato com o Villa Michelon através do fone 54.2102.1800

Confira o resumo das programações:

Ceia de Natal no Villa Michelon
Data: 24 de dezembro
Programação: Cardápio alusivo ao natal, com água, refrigerante e Espumante da Casa servidos a vontade durante a ceia.
Necessárias reservas antecipadas.
Valor: R$ 250 por pessoa
Maiores informações e reservas: 54.2102.1800 com Paula ou Jociane.

Ceia de Reveillon no Villa Michelon
Data: 31 de dezembro
Programação: Cardápio alusivo ao reveillon, com água, refrigerante e Espumante da Casa servidos a vontade durante a ceia. Ceia com música ao vivo (Sexteto Tempero Brasil) e Show Pirotécnico.
Necessárias reservas antecipadas.
Valor: R$ 295 por pessoa
Maiores informações e reservas: 54.2102.1800 com Paula ou Jociane.

Pacote de Natal no Villa Michelon
Período: De 20 a 29 de dezembro – 05 diárias (fique 5 diárias e pague 4 diárias)
Pacote inclui: café da manhã, meia pensão – jantar, ceia com Música ao vivo, visita do Papai Noel e show pirotécnico na noite do dia 24. Água, refrigerante e Espumante da Casa, a vontade, na Ceia. Programação infantil em todo o período. Visita do Terno de Reis (no período).
Valores a partir de R$ 1.194,00 por pessoa em apartamento Luxo Double. Consulte outras opções.
Informações e reservas: 54.2102.1800 ou reservas@villamichelon.com.br

Pacote de Reveillon no Villa Michelon
Período: de 27 de dezembro de 2015 a 05 de janeiro de 2016– 05 diárias
Pacote inclui: café da manhã, meia pensão – jantar. Ceia com Música ao vivo na noite do dia 31 de dezembro. Água, refrigerante e Espumante da Casa, a vontade, na Ceia. Programação infantil em todo o período. Visita do Terno de Reis (no período).
Valores a partir de R$ 1.430,00 por pessoa em apartamento Luxo Double. Consulte outras opções.
Informações e reservas: 54.2102.1800 ou reservas@villamichelon.com.br

Programação de Natal.Verão Vale dos Vinhedos

16/12/2015 at 10:00 Deixe um comentário

Natal especial é na Casa Valduga, no Vale dos Vinhedos

Casa Valduga

Além dos tradicionais vinhos e espumantes de qualidade, Casa Valduga preparou pacotes especiais de Natal e Reveillon

O final de ano na Casa Valduga será especial. A vinícola referência em enoturismo no Brasil programou atrações especiais, inspiradas na magia do natal e nas delícias gastronômicas do Vale dos Vinhedos. Claro que o principal produto da região ficará em destaque: vinhos e espumantes da casa serão atração em harmonizações, cursos e degustações.

O visitante que busca tranquilidade neste final de ano, sem deixar de comemorar o natal, tem como opção o pacote especial de hospedagem, que compreende os dias 23, 24 e 25 de dezembro. O pacote inclui a charmosa hospedagem com jantares e almoços nos restaurantes da casa, cursos de degustação e harmonização com vinhos Casa Valduga e ceia de natal com as delícias gastronômicas regionais.

O mesmo pacote de hospedagem, que inclui jantares, almoços, cursos e ceia será oferecido entre 29 de dezembro e 01 de janeiro. Desta vez a temática será o réveillon, com a doce despedida de 2015. Para iniciar 2016 com muita alegria, a ceia de réveillon está inclusa no pacote.

As ceias de natal e réveillon, já tradicionais na Casa Valduga, também poderão ser apreciadas por não hospedes. No dia 24 de dezembro, a ceia de natal terá cardápio inspirado na ocasião, servido no restaurante Maria Valduga. Já a ceia de réveillon, no dia 31 de dezembro, terá como diferencial a queima de fogos. Ambos os eventos iniciam às 21h30min e as reservas devem ser realizadas antecipadamente.

Durante o período a Casa Valduga continuará oferecendo as visitas guiadas e degustações. Somente estará fechada no dia 01 de janeiro. Nos dias 24, 25 e 31 de dezembro, realizará visitas as 09h30min, 10h30min, 11h30min, 13h30min, 14h30min e 15h30min.

Pra saber mais sobre as programações e realizar a sua reserva, entre em contato com a Casa Valduga através do fone 54.2102.3154.

Confira o resumo das programações:

Natal especial é na Casa Valduga
Período: 23 a 25 de dezembro
Programação: o pacote especial de natal na Casa Valduga inclui hospedagem, jantares, almoços, cursos e ceia de natal no dia 24 de dezembro. Entre em contato e confira mais detalhes.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou reservas@villavalduga.com.br

Comemore o ano novo na Casa Valduga
Período: de 29 de dezembro a 01 de janeiro
Programação: o pacote especial de reveillon na Casa Valduga inclui hospedagem, jantares, almoços, cursos e ceia de ano novo no dia 31 de dezembro. Entre em contato e confira mais detalhes.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou reservas@villavalduga.com.br

Ceia de Natal na Casa Valduga
Data: 24 de dezembro, a partir das 21h30min
Programação: a Casa Valduga preparou uma programação especial para a ceia de Natal. Um cardápio inspirado na ocasião será servido em seu restaurante, o Maria Valduga. Entre em contato e confira mais sobre a programação oferecida para a data. Vagas limitadas.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou eventos@villavalduga.com.br

Ceia de ano novo na Casa Valduga
Data: 31 de dezembro, a partir das 21h30min
Programação: a Casa Valduga preparou uma programação especial para a ceia de ano novo. Um cardápio inspirado na ocasião será servido em seu restaurante, o Maria Valduga. Após o jantar os participantes poderão vislumbrar a queima de fogos. Entre em contato e confira mais sobre a programação oferecida para a data. Vagas limitadas.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou eventos@villavalduga.com.br

Programação de Natal.Verão Vale dos Vinhedos

15/12/2015 at 13:30 Deixe um comentário

Salão de Enoturismo reforça crescimento da atividade no RS

salao de enoturismo2ª edição mostrou 14 roteiros e apresentou dois novos destinos apresentando no estande as experiências que os turistas vivenciam durante os passeios

A força e a diversidade do enoturismo no Rio Grande do Sul foram destaques na 25ª edição do Festival de Turismo de Gramado (Festuris), realizado nos dias 08 e 09 de novembro. Distribuídos em um estande de 193m², e agrupados na área destinada ao 2º Salão de Enoturismo, 14 roteiros de três diferentes regiões do Estado apresentaram suas atrações aos mais de 14 mil visitantes que circularam pelo evento. Dentre os 14 roteiros, o Vale dos Vinhedos.

“O espaço se manteve lotado todos os dias da feira, e agradou tanto o público como os próprios expositores. Neste último caso, tanto pelo interesse demonstrado pelos visitantes como pela qualidade dos contatos feitos”, observa a coordenadora do Projeto Enoturismo RS, Janine Basso Lisboa. Na triagem dos visitantes, cerca de 75% dos contatos registrados foram de profissionais de operadoras, agências de turismo e guias, ou de profissionais de empresas ligadas a serviços da atividade como hotéis e restaurantes. Além destes, o espaço foi visitado por órgãos governamentais, associações ligadas ao turismo, imprensa e instituições de ensino.

Os contatos foram obtidos através de uma das novidades do salão deste ano. Na entrada do espaço foi entregue um passaporte onde as pessoas preenchiam seus dados, anotavam suas impressões e carimbavam as folhas a medida que passavam pelos roteiros. Ao final, após visitar os roteiros, quem quisesse deixar um formulário de contato preenchido, recebia um saca rolhas personalizado. Outra novidade do espaço foi a representação de experiências que os turistas vivenciam durante os passeios, como a degustação de vinhos, a produção de geleias, enoterapia, apreciação da paisagem e a colheita da uva.

A secretária de Turismo do estado do Rio Grande do Sul, Abgail Pereira, em seu discurso na abertura do Festival, destacou o crescimento do turismo na economia gaúcha. Segundo ela, a atividade representou, em 2012, 6% do PIB do estado, ante os 3,6% registrados em 2009. No Brasil, o turismo movimentou $ 170 milhões no ano passado, o que corresponde a 3,7% do PIB. A média mundial de participação do turismo na economia é de 8,9%. “O estado do RS tem números superiores à média nacional, mas temos um espaço para crescer ainda mais, e o Enoturismo tem uma contribuição importante neste resultado, com potencial para desenvolvimento ainda maior”, avalia.

A mestra em Turismo, Ivane Fávero, destaca a relevância que este segmento de turismo atingiu nos últimos anos: “Hoje estamos entre os principais destinos de enoturismo do mundo. O Rio Grande do Sul não é competitivo em praia, mas nos diferenciamos e somos referencia em roteiros ligados ao universo da uva e do vinho”. Embasando a argumentação da especialista, a revista americana Wine Enthusiast elegeu o Vale dos Vinhedos, localizado na Serra Gaúcha, entre os 10 mais importantes destinos atuais de enoturismo.

O diretor técnico do Ibravin, Leocir Botega, afirma que o turismo ligado ao mundo do vinho vai além dos passeios pelos parreirais e consumo dos produtos nas vinícolas. “Ele agrega a questão cultural dos lugares e das pessoas em que é desenvolvido, envolve a gastronomia, a história, a paisagem, enfim, diversos aspectos que fazem com que seja uma das principais atrações do nosso estado”.

Além de destinos já reconhecidos como Vale dos Vinhedos, que apresentou um aumento de 315% no fluxo de turistas nos últimos dez anos, a edição deste ano do Salão apresentou os novos roteiros Caminho do Moscatel, em Farroupilha, e Compassos da Mérica, Mérica, Flores da Cunha. O estande foi coordenado pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), em parceria com o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares – Região Uva e Vinho (SHRBS) e apoio das secretarias de Turismo (Setur) e de Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa) do Estado do Rio Grande do Sul.

Fonte: Ibravin / Imagem: Martha Caus

19/11/2013 at 16:49 Deixe um comentário

A geografia do vinho

noticias-download1577

 

Livro “Os Solos do Vale dos Vinhedos”  com chances de se tornar referência internacional para a produção de vinhos de qualidade

Um estudo detalhado acerca dos solos do Vale dos Vinhedos será publicado em forma de livro nesta semana. Investigação das características morfológicas do solo, análises físicas, químicas e mineralógicas fazem parte do estudo, que conta ainda com mapas da distribuição espacial. Com tiragem exclusiva de 200 exemplares, o livro foi lançado no dia 13, às 15h30min, no auditório da Embrapa Uva e Vinho, em Bento Gonçalves.

A Embrapa, por meio das unidades Uva e Vinho e Clima Temperado, e as universidades de Caxias do Sul (UCS) e Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) – esta por meio do Centro de Ecologia (Ceneco) – trabalham, desde 2005, no projeto de pesquisa Desenvolvimento de Indicações Geográficas e Alerta Vitícola para o Arranjo Produtivo Local de Viticultura do Rio Grande do Sul (APL Vinhos), liderado pela Embrapa Uva e Vinho, na figura do pesquisador Jorge Tonietto. É no projeto que se insere o detalhamento dos solos da Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos.

“Para nós é um orgulho ser tema de uma importante publicação como esta”, garante o presidente da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), Juarez Valduga. Em 2002, o Vale dos Vinhedos foi reconhecido como a primeira indicação geográfica do país, a Indicação de Procedência (IP). Desde o ano passado, após um trabalho persistente da Aprovale, obteve também o reconhecimento da Denominação de Origem (DO), determinada pelo meio geográfico, incluindo fatores naturais e humanos.

O levantamento detalhado de solos do Vale dos Vinhedos será útil a vários públicos, produtores e técnicos, que terão à disposição informações sobre os fatores agronômicos que condicionam o uso do solo e o potencial deste para a viticultura. Com os dados oferecidos pelo estudo, considerando as características de cada tipo de solo, será possível definir, no processo de planejamento da implantação de um vinhedo, as cultivares de uva mais aptas a obter resultados de excelência.

O trabalho foi desenvolvido para apresentação na escala 1:10.000, em função dos objetivos (vitivinicultura) e da base cartográfica disponível. O estudo, do qual fazem parte, ainda, os pesquisadores Reinaldo Oscar Pötter (consultor, pesquisador aposentado da Embrapa Florestas), Eliana Casco Sarmento (UFRGS), Eliseu José Weber (pesquisador-associado da UFRGS) e Heinrich Hasenack (Ceneco-UFRGS), foi financiado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), com apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário Edmundo Gastal (Fapeg).

O livro “Os Solos do Vale dos Vinhedos” será disponibilizado nos sites das instituições envolvidas com o levantamento que deu origem à publicação.

17/09/2013 at 16:14 Deixe um comentário

Posts antigos


Arquivo!

Digite seu endereço de e-mail e receba os novos posts do Vale dos Vinhedos!

Junte-se a 6.334 outros seguidores

Curta o Vale no Face!

Instagram @valedosvinhedosoficial

Já postou sua foto feita durante o outono no Vale dos Vinhedos??? Marque nosso perfil ou use #valedosvinhedos
As melhores estarão no informativo impresso do Vale :D

Foto de @naiamartini 
#serragaucha #riograndedosul #enoturismo #partiubrasil #mtur #natureza #lovewine

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 6.334 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: