Vinho brasileiro e o Vale dos Vinhedos são destaque em publicações internacionais

cropped-espumante-vale-dos-vinhedos.jpgA revista inglesa Decanter destaca espumante nacional na edição de outubro. Portal e blogs de especialistas norte-americanos também trazem elogios aos rótulos verde-amarelos. Foto: Gilmar Gomes / Acervo Aprovale

Os rótulos brasileiros, de forma especial os espumantes, têm obtido destaque na imprensa internacional em veículos considerados referência no segmento de bebidas. Prova disso são as publicações em uma das mais respeitadas revistas sobre vinhos do mundo, a inglesa Decanter. O veículo trará na edição de outubro duas matérias com referências elogiosas aos vinhos e espumantes brasileiros.

Um dos textos apresenta aos leitores a produção de espumantes nos países da América do Sul. Sobre o Brasil, a revista destaca a grande diversidade e os micro terroirs propícios para a produção da bebida. A publicação afirma que o clima festivo e de celebração estão no DNA do país e se traduzem nas características dos espumantes. A Decanter cita a Serra Gaúcha como a principal região produtora e faz elogios ao moscatel brasileiro e à leveza dos espumantes elaborados pelo método Charmat e também à complexidade das borbulhas elaboradas nas localidades mais altas da Serra Gaúcha.

Ainda na edição que circulará no mês de outubro da autodenominada “melhor revista de vinhos do mundo”, o Master of Wine brasileiro Dirceu Vianna Júnior indica 18 produtos vitivinícolas brasileiros que representam o crescimento qualitativo da produção nacional. Com destaque para os espumantes – são oito rótulos – além de seis vinhos tintos e quatro brancos das regiões da Serra e Campanha Gaúcha, e também de novas fronteiras como Planalto Catarinense e região Noroeste de São Paulo.

Dentre os rótulos citados na publicação estão vinhos e espumantes da Casa Valduga, Miolo Wine Group e Pizzato Vinhas e Vinhos, do Vale dos Vinhedos, com destaque para produtos da Denominação de Origem. Aurora, associada a Aprovale, também teve rótulos selecionados.

São os rótulos citados, com elaboração no Vale dos Vinhedos: Casa Valduga 130 Especial Edition Blanc de Noir, Pizzato Nature 2014 (com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos), Pizzato Brut Rosé 2016 (com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos),Pizzato Legno Chardonnay 2017 (com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos), Pizzato DNA 99 Merlot 2012 (com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos), Miolo Millésime Brut 2012 (com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos) e Miolo Lote 43 2012 (com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos).

Portal Liquor.com
Outra matéria que merece destaque é a do portal Liquor.com, resultado da visita do jornalista norte-americano Brad Japhe, colaborador do periódico USA Today, no verão deste ano à Serra Gaúcha. Ele integrou uma press trip organizada pelo projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Com o título “Is Brazil the next big name in South American Wine?” (em tradução livre: O Brasil é o próximo grande nome do vinho Sul Americano?), o profissional declara ter ficado impressionado com os vinhos que degustou e encerra o texto com uma dica aos leitores que ainda não conhecem os rótulos brasileiros: “(…) Assim como você nunca deve julgar um livro pela capa, não se deve julgar um vinho por sua procedência. O verdadeiro valor está no líquido além do rótulo, é claro. Explore o vinho brasileiro e você provavelmente descobrirá mais do que esperava”, pontuou.

Nesta matéria que pode ser acessada no link https://www.liquor.com/articles/brazilian-wine/ Miolo Wine Group, Pizzato Vinhas e Vinhos, Lídio Carraro e Casa Valduga são destaque.

Wine Travel Stories
A participação da Master of Wine americana Liz Thach durante o Congresso Latino-Americano de Enoturismo, em junho deste ano, também resultou na publicação de um artigo inspirado sobre o vinho e sobre a enogastronomia brasileira. Em seu blog Wine Travel Stories, a californiana elencou 10 pontos sobre a história da bebida no país e que mais lhe chamou atenção. Liz citou como fun facts (curiosidades) a leveza, a característica frutada e alegre dos produtos brasileiros. Após visitar nove vinícolas (dentre elas Miolo, Casa Valduga, Pizzato, Lídio Carraro e Aurora, associadas a Aprovale), cinco restaurantes (dentre eles Valle Rustico e Trattoria Mamma Gema, no Vale dos Vinhedos) e outros empreendimentos enoturísticos, a Master of Wine atesta a vocação brasileira para a elaboração de espumantes e conclui: “uma das melhores partes da visita foi a chance de provar alguns deliciosos vinhos espumantes – o seu vinho-ícone. O Brasil é realmente a terra da diversão e da celebração – e seu vinho espumante é a prova disso.” Nas próximas semanas, um artigo de sua autoria também circulará nas páginas da renomada revista americana Wine Spectator também com suas impressões sobre a produção verde-amarela.

A matéria de Liz Thach pode ser acessada neste link: https://winetravelstories2.com/2018/07/10/fun-facts-about-brazilian-wine/

Fonte de informações: assessoria de imprensa Ibravin

Anúncios

Dia dos pais será com jantar especial na Casa Valduga

casa valduga

A Vinícola Casa Valduga preparou um jantar harmonizado especial para comemorar o Dia dos Pais. O jantar, composto por 05 pratos especialmente desenvolvidos pelo cheff da casa, será harmonizado com vinhos e espumantes da Casa Valduga.

O evento acontecerá na noite de 13 de agosto e será realizado em um dos restaurantes do complexo enoturístico da Famiglia Valduga, localizado no Vale dos Vinhedos.

A equipe da casa buscou na concepção do cardápio, resgatar o melhor da gastronomia contemporânea para homenagear os pais em grande estilo. Os pratos serão servidos a francesa, acompanhados de cinco rótulos entre vinhos e espumantes.

O cardápio composto por aperitivo, antepasto, primo piatto, secondo piatto e dulce, terá o valor de R$ 220 por pessoa, com bebidas inclusas.

As reservas devem ser realizadas antecipadamente, através do e-mail morgana.fantin@famigliavalduga.com.br ou do telefone 54.2105.3154, com Morgana.

Confira o cardápio

casa valduga jantar harmonizado

Natal especial é na Casa Valduga, no Vale dos Vinhedos

Casa Valduga

Além dos tradicionais vinhos e espumantes de qualidade, Casa Valduga preparou pacotes especiais de Natal e Reveillon

O final de ano na Casa Valduga será especial. A vinícola referência em enoturismo no Brasil programou atrações especiais, inspiradas na magia do natal e nas delícias gastronômicas do Vale dos Vinhedos. Claro que o principal produto da região ficará em destaque: vinhos e espumantes da casa serão atração em harmonizações, cursos e degustações.

O visitante que busca tranquilidade neste final de ano, sem deixar de comemorar o natal, tem como opção o pacote especial de hospedagem, que compreende os dias 23, 24 e 25 de dezembro. O pacote inclui a charmosa hospedagem com jantares e almoços nos restaurantes da casa, cursos de degustação e harmonização com vinhos Casa Valduga e ceia de natal com as delícias gastronômicas regionais.

O mesmo pacote de hospedagem, que inclui jantares, almoços, cursos e ceia será oferecido entre 29 de dezembro e 01 de janeiro. Desta vez a temática será o réveillon, com a doce despedida de 2015. Para iniciar 2016 com muita alegria, a ceia de réveillon está inclusa no pacote.

As ceias de natal e réveillon, já tradicionais na Casa Valduga, também poderão ser apreciadas por não hospedes. No dia 24 de dezembro, a ceia de natal terá cardápio inspirado na ocasião, servido no restaurante Maria Valduga. Já a ceia de réveillon, no dia 31 de dezembro, terá como diferencial a queima de fogos. Ambos os eventos iniciam às 21h30min e as reservas devem ser realizadas antecipadamente.

Durante o período a Casa Valduga continuará oferecendo as visitas guiadas e degustações. Somente estará fechada no dia 01 de janeiro. Nos dias 24, 25 e 31 de dezembro, realizará visitas as 09h30min, 10h30min, 11h30min, 13h30min, 14h30min e 15h30min.

Pra saber mais sobre as programações e realizar a sua reserva, entre em contato com a Casa Valduga através do fone 54.2102.3154.

Confira o resumo das programações:

Natal especial é na Casa Valduga
Período: 23 a 25 de dezembro
Programação: o pacote especial de natal na Casa Valduga inclui hospedagem, jantares, almoços, cursos e ceia de natal no dia 24 de dezembro. Entre em contato e confira mais detalhes.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou reservas@villavalduga.com.br

Comemore o ano novo na Casa Valduga
Período: de 29 de dezembro a 01 de janeiro
Programação: o pacote especial de reveillon na Casa Valduga inclui hospedagem, jantares, almoços, cursos e ceia de ano novo no dia 31 de dezembro. Entre em contato e confira mais detalhes.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou reservas@villavalduga.com.br

Ceia de Natal na Casa Valduga
Data: 24 de dezembro, a partir das 21h30min
Programação: a Casa Valduga preparou uma programação especial para a ceia de Natal. Um cardápio inspirado na ocasião será servido em seu restaurante, o Maria Valduga. Entre em contato e confira mais sobre a programação oferecida para a data. Vagas limitadas.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou eventos@villavalduga.com.br

Ceia de ano novo na Casa Valduga
Data: 31 de dezembro, a partir das 21h30min
Programação: a Casa Valduga preparou uma programação especial para a ceia de ano novo. Um cardápio inspirado na ocasião será servido em seu restaurante, o Maria Valduga. Após o jantar os participantes poderão vislumbrar a queima de fogos. Entre em contato e confira mais sobre a programação oferecida para a data. Vagas limitadas.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou eventos@villavalduga.com.br

Programação de Natal.Verão Vale dos Vinhedos

Maior degustação de vinhos do mundo apresenta a safra 2015

noticias-download3276

Qualidade foi provada na taça por um público de mais de 850 apreciadores da bebida

A Avaliação Nacional de Vinhos é o maior momento do vinho brasileiro. É um local de encontros e reencontros de enólogos, vinhateiros e apreciadores que já participaram de diversas edições do evento e também daqueles que celebram sua estreia na maior degustação de vinhos de uma safra do mundo. Essa experiência foi vivida por 850 admiradores do mundo do vinho neste sábado, 26 de setembro, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves (RS). Das 312 amostras inscritas por 56 vinícolas, 90 (30%) foram classificadas entre os 30% mais representativas. Destas, 16 foram selecionadas e degustadas pelo público.

O som do vinho sendo servido em taças por movimentos orquestrados de 90 alunos do curso de Viticultura e Enologia foi o único ruído presente por cerca de cinco horas. A concentração de apreciadores e profissionais do setor se manteve durante todo o tempo, enquanto as 16 amostras foram degustadas e comentadas uma a uma. Para cada amostra, 90 garrafas, totalizando um universo de 1.440 garrafas, que carregavam em si toda a representatividade da safra 2015.

O caráter didático da Avaliação Nacional de Vinhos foi reforçado por um painel de 16 comentaristas formado por grandes nomes da vitivinicultura mundial. A experiência de degustar cada amostra, formar as próprias impressões e comparar com o que especialistas têm a dizer exaltou a troca de experiências que a Avaliação proporciona a quem participa do evento.

A Avaliação Nacional de Vinhos consolida ano a ano seu papel de promoção dos vinhos brasileiros, aproximando profissionais da área, apreciadores e público em geral do universo envolvente da bebida. Em sua 23ª edição, a Avaliação trouxe uma inovação em sua interação com a plateia. A Associação Brasileira de Enologia (ABE) adotou um sistema totalmente digital para que a mediana do público fosse conhecida de maneira ágil e precisa, ampliando a participação dos apreciadores de vinho. A inovação fez da Avaliação Nacional de Vinhos um evento ainda mais atrativo e participativo, com um sistema de intranet desenvolvido especialmente para a ocasião. Através do número de inscrição e senha, o participante pôde acessar de seu dispositivo móvel uma plataforma com o descritivo de cada amostra, registrando sua nota. Ao final de cada amostra, o resultado foi projetado e compartilhado com todos. A novidade caiu no gosto dos participantes, que puderam comparar as medianas da degustação de seleção e da mesa de comentaristas com as suas em tempo real.

Juliano Daniel Perin, presidente da ABE, ressalta o papel do evento para o setor vitivinícola brasileiro: “A Avaliação Nacional de Vinhos desempenha um papel importante no cenário vitivinícola brasileiro. Ela possibilita o conhecimento em primeira mão do potencial de uma safra. Para isso, traz experts do mundo inteiro para comprovarem in loco as características, a qualidade e as potencialidades de nossos produtos”.

Ao final do serviço do vinho, um show conduzido pela solista Cristina Sorrentino surpreendeu o público com um repertório clássico, que incluiu áreas de ópera, temas de filmes, jazz e musicais. A participação especial de Ernesto Fagundes e Bumbo Leguero, além de Shana Müller e Vitor Custódio, emocionou os participantes em uma homenagem póstuma ao tradicionalista Nico Fagundes.

Em suas 23 safras, a Avaliação Nacional de Vinhos já avaliou 5.281 amostras, sendo 312 nesta edição. O público reunido chega a 14.617 pessoas. Intimamente ligada à cadeia produtiva da uva e do vinho, a Avaliação tem importante papel na evolução da qualidade do vinho brasileiro, servindo como referência para a escolha de variedades de uvas, técnicas de elaboração e lançamento de produtos.

Troféu Vitis 2015

Desde 1993 a ABE homenageia pessoas que dedicam o seu tempo, conhecimento e talento para a promoção do vinho brasileiro. Através do Troféu Vitis, concedido anualmente na Avaliação Nacional de Vinhos, a entidade presta esse reconhecimento. Este ano, o Troféu Vitis 2015 Destaque Enológico foi para o Doutor em Viticultura, consultor do CNPQ e fundador da Confraria Cavaleiros do Vinho da Serra Gaúcha e do Congresso Brasileiro de Viticultura e Enologia e também editor da Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, Alberto Miele. O Troféu Vitis 2015 Amigo do Vinho Brasileiro foi entregue para Rosane Marchetti, que há oito safras participa do evento. A jornalista mostra ao mundo, por meio de sua atuação no Globo Repórter e Jornal Nacional, a importância do setor vitivinícola, seus atrativos e valores.

16 AMOSTRAS SELECIONADAS ENTRE OS 30% E DEGUSTADAS PELO PÚBLICO

Categoria Vinho Base para Espumante
Chardonnay – Domno do Brasil (Garibaldi – RS)
Chardonnay/PinotNoir/Riesling Itálico – Chandon do Brasil (Garibaldi – RS)
Pinot Noir/Rose – Casa Valduga (Vale dos Vinhedos – Bento Gonçalves – RS)

Categoria Branco Fino Seco Não Aromático
Riesling Itálico – Luiz Argenta Vinhos Finos (Flores da Cunha – RS)
Chardonnay – Cooperativa Vinícola Nova Aliança (Caxias do Sul – RS)
Chardonnay – Basso Vinhos e Espumantes (Farroupilha – RS)

Categoria Branco Fino Seco Aromático
Sauvignon Blanc – Vinícola Santa Augusta (Videira – SC)
Moscato Giallo – Vinícola Don Guerino (Alto Feliz – RS)

Categoria Tinto Fino Seco Jovem
Merlot – Vinícola Salton (Bento Gonçalves – RS)

Categoria Tinto Fino Seco
Cabernet Franc – Vinícola Valmarino (Pinto Bandeira – RS)
Merlot – Vinícola Perini (Farroupilha – RS)
Merlot – Vinícola Miolo (Vale dos Vinhedos – Bento Gonçalves – RS)
Ancellotta – Cooperativa Vinícola Garibaldi (Garibaldi – RS)
Teroldego – Vinícola Monte Rosário – Vinhos Rotava (Bento Gonçalves – RS)
Tannat – Cooperativa Vinícola Aurora (Associada Aprovale – Bento Gonçalves – RS)
Tannat – Dunamis Vinhos e Vinhedos (Dom Pedrito – RS)

NÚMEROS DA 23ª AVALIAÇÃO NACIONAL DE VINHOS – SAFRA 2015
– Amostras inscritas: 312
– Vinícolas participantes: 56
– Time da Degustação de Seleção: 118 enólogos
– Apreciadores participantes: 850 de nove estados brasileiros (Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal) e oito países (Argentina, Brasil, Estados Unidos, França, Itália, México, Portugal e Uruguai)
– Painel de comentaristas: 15 convidados de sete países (Argentina, Brasil, Estados Unidos, França, Itália, México e Uruguai), além de um apreciador sorteado entre o público
– Serviço do vinho: 90 alunos dos cursos de Viticultura e Enologia, Enoturismo e Sommelier
– Amostras degustadas: 16
– Garrafas servidas: 1.440 (90 de cada)

COMENTARISTAS
1. Delto Garibaldi – Enólogo do Ano 2014 – Brasil
2. Claudia Quini – Vice-Presidente da OIV – Argentina
3. Philippe Mével – Engenheiro Agrônomo e Enólogo – Brasil
4. Dr. Victor Torres Alegre – Doutor em Enologia – México
5. Fernando Petenuzzo – Presidente da Associação de Enólogos – Uruguai
6. Sônia Denicol – Sommelier – Brasil
7. Evan Goldstein – Jornalista – Estados Unidos
8. Eugenio Echeverria – Presidente The Wine School – Brasil
9. Laurent Seramour – Vice-Presidente Challenge International du Vin – França
10. Alessio Giacomini – Professor Universidade de Pádova – Itália
11. Eduardo Milan – Revista Adega – Brasil
12. Roberto Rabachino – Presidente da Federação Internacional de Sommeliers – Itália
13. Alexandre Mendes de Oliveira – Diretor Comercial da Verallia do Brasil – Brasil
14. Caio Paduan – Ator – Brasil
15. Firmino Splendor – Fundador e 1º presidente da ABE – Brasil
16. Paolo Borin – Sommelier – Bento Gonçalves – Sorteado no público

Fotos: Jeferson Soldi

Casa Valduga oferece oportunidade de elaboração do próprio espumante

Na Casa Valduga está localizada a maior cave de espumantes da America Latina.
Na Casa Valduga está localizada a maior cave de espumantes da America Latina – foto acervo Casa Valduga

A Casa Valduga, uma das mais renomadas vinícolas brasileiras, abrirá as portas de sua casa e dividirá seus conhecimentos com os enófilos apaixonados pelo mundo do vinho durante a primavera no Vale dos Vinhedos, que vai de 11 de setembro a 15 de novembro.

Na programação especial da estação, chamada “My Exclusive Champenoise”, o visitante aprenderá sobre o mundo do vinho, em especifico, técnicas sobre a elaboração de espumantes. Também terá o privilégio de produzir, dentro da Casa Valduga, sua própria bebida. A programação também inclui hospedagem com café da manhã, almoços e jantares, além de 18 garrafas do produto elaborado.

Confira detalhes do “Um Exclusive Champenoise” e reserve o quanto antes sua vaga.

Casa Valduga – Pacote “My Exclusive Champenoise
Data: final de semana de 17 a 20 de setembro
Programação: os participantes terão a oportunidade de elaborar seu próprio espumante dentro da Casa Valduga. O pacote inclui hospedagem em suíte categoria luxo, café da manhã ao som de piano, almoços e jantares, brinde especial para o casal e 18 garrafas do espumante elaborado durante a programação. As vagas são limitadas são necessárias reservas antecipadas.
Informações e reservas: 54.2105.3154 ou reservas@villavalduga.com.br

O “My Exclusive Champenoise” é apenas uma das inúmeras programações e serviços oferecidos pela Famiglia Valduga durante a primavera no Vale dos Vinhedos: é possível também participar das tradicionais visitas guiadas, cursos de degustação e harmonização, jantares harmonizados e passeios conjugados entre a Casa Valduga, Adega Casa Madeira e Jardim Leopoldina. Basta entrar em contato com a Casa Valduga e efetuar sua reserva.

Baixe a programação completa da Primavera no Vale dos Vinhedos

Vinícolas do Vale dos Vinhedos conquistam premiações na Avaliação Nacional de Vinhos

ABE

Madura, Avaliação Nacional de Vinhos chega a sua 21ª edição consolidada reunindo 850 pessoas de 13 estados brasileiros e oito países

Como grande anfitrião da Avaliação Nacional de Vinhos, o vinho brasileiro mostrou para um público formado por 850 apreciadores da bebida que a produção nacional vem evoluindo a cada safra. Na taça, eles tiveram a oportunidade de degustar 16 vinhos selecionados entre os 30% representativos da Safra 2013, resultado extraído de um total de 309 amostras inscritas por 63 vinícolas. Reconhecida como a maior avaliação de vinhos de uma mesma safra do planeta, a 21ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2013 chega a sua maioridade consolidada. Nessas 21 edições, 4.832 amostras foram avaliadas e 13 mil pessoas testemunharam o momento maior do vinho brasileiro

Desde 1993, quando foi criada pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), vem exercendo forte influência na evolução da produção nacional e na promoção do vinho junto ao mercado consumidor, atraindo olhares do mundo todo. Concorrida, a 21ª edição esgotou os ingressos em apenas duas horas. O privilégio de viver essa experiência coube a apreciadores de 13 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e de oito países (Alemanha, Austrália, Brasil, Chile, Cuba, Estados Unidos, Itália e Uruguai).

Ao abrir oficialmente o evento, o presidente da ABE, enólogo Luciano Vian, disse que a Avaliação Nacional de Vinhos tem a responsabilidade de apresentar novas regiões produtoras de vinho do país, suas potencialidades e retratar os movimentos que o setor e o mercado consumidor espelham. “Os vinhos que estarão no mercado nos próximos anos já despontam na Avaliação”. Vian também aproveitou a presença de políticos, empresários e líderes do setor para dizer que todo mundo sabe quais são os problemas enfrentados para elaborar vinhos no Brasil. “Está na hora de virar o jogo. Construir um pensamento, uma agenda construtiva e positiva. E quem vai fazer isso somos nós. A Avaliação é um exemplo”, enfatizou.

Em clima de euforia, todos estavam curiosos para provar a representatividade da Safra 2013. Mas o silêncio invadiu o auditório quando 115 alunos de Viticultura e Enologia do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e de Enoturismo da Fisul serviram a primeira amostra. A cada vinho degustado às cegas, um comentário era feito por um dos especialistas convidados. A enóloga gaúcha e que hoje reside no Rio de Janeiro, Joseliane Cardoso, foi sorteado entre o público para ser o 16º comentarista.

Ao final do evento, foram apresentados os 30% mais representativos e, dentre eles, os 16 vinhos selecionados para o dia. Para cada amostra servida, foram utilizadas 90 garrafas, totalizando 1.440 garrafas. Quando todos se preparavam para o almoço, a ABE surpreende o público com o show de Renato Borghetti.

Do Vale dos Vinhedos, foram destaque a Casa Valduga Vinhos Finos, Vinícola Aurora, Miolo Wine Group, Vinícola Almaúnica e Vinícola Dom Cândido.

Troféu Vitis 2013

O jornalista Irineu Fernando Guarnier Filho e o enólogo Mario Geisse foram os homenageados com o Troféu Vitis 2013 nas categorias Amigo do Vinho Brasileiro e Enológico, respectivamente.

OS 16 VINHOS REPRESENTATIVOS DA SAFRA 2013

Categoria: Vinho Base Para Espumante

1. Vinho Base Espumante – Chardonnay – Casa Valduga Vinhos Finos

2. Vinho Base Espumante – Riesling Itálico / Chardonnay / Pinot Noir – Chandon do Brasil

3. Vinho Base Espumante – Pinot Noir – Vinícola Geisse

Categoria: Branco Fino Seco Não Aromático

4. Riesling Itálico – Cooperativa Vinícola Aurora

5. Chardonnay – Cooperativa Vinícola Nova Aliança

6. Chardonnay – Luiz Argenta Vinhos Finos

7. Chardonnay – Vinícola Góes e Venturini

Categoria: Branco Fino Seco Aromático

8. Sauvignon Blanc – Vinícola Miolo

Categoria: Tinto Fino Seco Jovem

9. Cabernet Franc – Vinícola Salton

Categoria: Tinto Fino Seco

10. Merlot – Bueno Bellavista Estate

11. Cabernet Sauvignon – Rasip Agropastoril

12. Malbec – Vinícola Almaúnica

13. Marselan – Vinícola Dom Cândido

14. Teroldego – Vinícola Don Guerino

15. Teroldego – Vinícola Monte Rosário – Vinhos Rotava

16. Merlot – Vinícola Perini

 

Foto: ABE

A comemoração de uma grande safra

20ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2012 foi marcada por momentos emocionantes e pela consagração de um grande ano para os vinhos brasileiros

Apreciadores de todo o Brasil e do mundo, mulatas, a bateria da Escola de Samba Vai-Vai, momentos emocionantes e os 16 vinhos mais representativos da safra 2012. A Avaliação Nacional de Vinhos, realizada neste sábado, dia 29, mostrou toda a exuberância e qualidade do que promete ser uma das melhores safras de todos os tempos. Promovido pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), o evento, que desde 1993 serve como parâmetro para a evolução dos vinhos brasileiros, bateu todos os recordes. Foram 850 apreciadores de 20 estados brasileiros e oito países, que assistiram e degustaram na taça o resultado da análise de 387 amostras inscritas por 70 vinícolas de sete estados.

Quando os 90 alunos de Viticultura e Enologia entravam no auditório para fazer o serviço do vinho, o silêncio tomava conta do ambiente. A cada amostra degustada às cegas, um comentário era feito por um dos especialistas convidados. O 16º comentarista foi sorteado entre o público. O privilégio foi de Filipe Müller, de Santa Maria. Conforme o evento ia avançando, a expectativa aumentava. Todos queriam conhecer os 30% mais representativos e, dentre eles, quais os 16 vinhos selecionados para o dia. Para cada amostra servida, 90 garrafas eram utilizadas, o que resultou em 1.440 garrafas.

O presidente da ABE, Christian Bernardi, destacou os 20 anos da Avaliação e sua relação com o processo de evolução do vinho nacional. Ele também falou do lançamento da 4ª edição da Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, lançada pela entidade em 2009 para suprir uma demanda existente no âmbito técnico, e que foi entregue a cada um dos participantes da Avaliação. A conquista da Denominação de Origem do Vale dos Vinhedos foi enfatizada por Bernardi, que parabenizou os produtores do roteiro e chamou a atenção dos demais para seguir o modelo. Por fim, o presidente da ABE comemorou a conquista de mais um passo no processo da regulamentação da pofissão de enólogo no país.

No final do evento, passistas, Mestre-Sala e Porta-Bandeira e integrantes da bateria da Escola de Samba paulista Vai-Vai tomaram as atenções para si. A agremiação, que no Carnaval 2013 levará para um dos maiores eventos do Brasil a história e encantos dos vinhos brasileiros, transformou expressões nos rostos concentrados do público e gerou um reboliço no pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves.

Troféu Vitis 2012

A jornalista Sílvia Mascella da Rosa e o engenheiro agrônomo Jaime Lovatel foram os homenageados com o Troféu Vitis na categoria Amigo do Vinho Brasileiro e Enológico, respectivamente. “Continuem fazendo história que eu vou continuar contando”, disse Sílvia. A ABE aproveitou o momento para prestar uma homenagem póstuma a seu ex-presidente, enólogo Cleber Andrade, instituindo o Troféu Vitis (in memorian), que foi entregue à família de Andrade.

OS 16 VINHOS REPRESENTATIVOS DA SAFRA 2012

Categoria: Vinho Base Para Espumante

1. Vinho Base Espumante – Chardonnay – Domno Do Brasil

2. Vinho Base Espumante – Chardonnay/Pinot Noir – Vinícola Miolo

3. Vinho Base Espumante – Chardonnay/Pinot Noir – Vinícola Geisse

Categoria: Branco Fino Seco Não Aromático

4. Chardonnay – Luiz Argenta Vinhos Finos

5. Chardonnay – Vinícola Góes & Venturini

6. Chardonnay – Cooperativa Vinícola Nova Aliança

7. Chardonnay – Basso Vinhos e Espumantes

Categoria: Branco Fino Seco Aromático

8. Moscato Bianco R2 – Vinícola Perini

Categoria: Tinto Fino Seco Jovem

9. Gamay – Vinícola Salton

Categoria: Tinto Fino Seco

10. Teroldego – Don Guerino

11. Merlot – Vinícola Almaúnica

12. Cabernet Sauvignon – Guatambu Estância do Vinho

13. Cabernet Sauvignon – Cooperativa Vinícola Aurora

14. Marselan- Casa Valduga

15. Tannat – Antonio Dias Vinhos Finos

16. Tannat – Vinícola Almadén

Foto: Gilmar Gomes