Vinícolas do Vale dos Vinhedos conquistam premiações na Avaliação Nacional de Vinhos

ABE

Madura, Avaliação Nacional de Vinhos chega a sua 21ª edição consolidada reunindo 850 pessoas de 13 estados brasileiros e oito países

Como grande anfitrião da Avaliação Nacional de Vinhos, o vinho brasileiro mostrou para um público formado por 850 apreciadores da bebida que a produção nacional vem evoluindo a cada safra. Na taça, eles tiveram a oportunidade de degustar 16 vinhos selecionados entre os 30% representativos da Safra 2013, resultado extraído de um total de 309 amostras inscritas por 63 vinícolas. Reconhecida como a maior avaliação de vinhos de uma mesma safra do planeta, a 21ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2013 chega a sua maioridade consolidada. Nessas 21 edições, 4.832 amostras foram avaliadas e 13 mil pessoas testemunharam o momento maior do vinho brasileiro

Desde 1993, quando foi criada pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), vem exercendo forte influência na evolução da produção nacional e na promoção do vinho junto ao mercado consumidor, atraindo olhares do mundo todo. Concorrida, a 21ª edição esgotou os ingressos em apenas duas horas. O privilégio de viver essa experiência coube a apreciadores de 13 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e de oito países (Alemanha, Austrália, Brasil, Chile, Cuba, Estados Unidos, Itália e Uruguai).

Ao abrir oficialmente o evento, o presidente da ABE, enólogo Luciano Vian, disse que a Avaliação Nacional de Vinhos tem a responsabilidade de apresentar novas regiões produtoras de vinho do país, suas potencialidades e retratar os movimentos que o setor e o mercado consumidor espelham. “Os vinhos que estarão no mercado nos próximos anos já despontam na Avaliação”. Vian também aproveitou a presença de políticos, empresários e líderes do setor para dizer que todo mundo sabe quais são os problemas enfrentados para elaborar vinhos no Brasil. “Está na hora de virar o jogo. Construir um pensamento, uma agenda construtiva e positiva. E quem vai fazer isso somos nós. A Avaliação é um exemplo”, enfatizou.

Em clima de euforia, todos estavam curiosos para provar a representatividade da Safra 2013. Mas o silêncio invadiu o auditório quando 115 alunos de Viticultura e Enologia do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e de Enoturismo da Fisul serviram a primeira amostra. A cada vinho degustado às cegas, um comentário era feito por um dos especialistas convidados. A enóloga gaúcha e que hoje reside no Rio de Janeiro, Joseliane Cardoso, foi sorteado entre o público para ser o 16º comentarista.

Ao final do evento, foram apresentados os 30% mais representativos e, dentre eles, os 16 vinhos selecionados para o dia. Para cada amostra servida, foram utilizadas 90 garrafas, totalizando 1.440 garrafas. Quando todos se preparavam para o almoço, a ABE surpreende o público com o show de Renato Borghetti.

Do Vale dos Vinhedos, foram destaque a Casa Valduga Vinhos Finos, Vinícola Aurora, Miolo Wine Group, Vinícola Almaúnica e Vinícola Dom Cândido.

Troféu Vitis 2013

O jornalista Irineu Fernando Guarnier Filho e o enólogo Mario Geisse foram os homenageados com o Troféu Vitis 2013 nas categorias Amigo do Vinho Brasileiro e Enológico, respectivamente.

OS 16 VINHOS REPRESENTATIVOS DA SAFRA 2013

Categoria: Vinho Base Para Espumante

1. Vinho Base Espumante – Chardonnay – Casa Valduga Vinhos Finos

2. Vinho Base Espumante – Riesling Itálico / Chardonnay / Pinot Noir – Chandon do Brasil

3. Vinho Base Espumante – Pinot Noir – Vinícola Geisse

Categoria: Branco Fino Seco Não Aromático

4. Riesling Itálico – Cooperativa Vinícola Aurora

5. Chardonnay – Cooperativa Vinícola Nova Aliança

6. Chardonnay – Luiz Argenta Vinhos Finos

7. Chardonnay – Vinícola Góes e Venturini

Categoria: Branco Fino Seco Aromático

8. Sauvignon Blanc – Vinícola Miolo

Categoria: Tinto Fino Seco Jovem

9. Cabernet Franc – Vinícola Salton

Categoria: Tinto Fino Seco

10. Merlot – Bueno Bellavista Estate

11. Cabernet Sauvignon – Rasip Agropastoril

12. Malbec – Vinícola Almaúnica

13. Marselan – Vinícola Dom Cândido

14. Teroldego – Vinícola Don Guerino

15. Teroldego – Vinícola Monte Rosário – Vinhos Rotava

16. Merlot – Vinícola Perini

 

Foto: ABE

Anúncios

A comemoração de uma grande safra

20ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2012 foi marcada por momentos emocionantes e pela consagração de um grande ano para os vinhos brasileiros

Apreciadores de todo o Brasil e do mundo, mulatas, a bateria da Escola de Samba Vai-Vai, momentos emocionantes e os 16 vinhos mais representativos da safra 2012. A Avaliação Nacional de Vinhos, realizada neste sábado, dia 29, mostrou toda a exuberância e qualidade do que promete ser uma das melhores safras de todos os tempos. Promovido pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), o evento, que desde 1993 serve como parâmetro para a evolução dos vinhos brasileiros, bateu todos os recordes. Foram 850 apreciadores de 20 estados brasileiros e oito países, que assistiram e degustaram na taça o resultado da análise de 387 amostras inscritas por 70 vinícolas de sete estados.

Quando os 90 alunos de Viticultura e Enologia entravam no auditório para fazer o serviço do vinho, o silêncio tomava conta do ambiente. A cada amostra degustada às cegas, um comentário era feito por um dos especialistas convidados. O 16º comentarista foi sorteado entre o público. O privilégio foi de Filipe Müller, de Santa Maria. Conforme o evento ia avançando, a expectativa aumentava. Todos queriam conhecer os 30% mais representativos e, dentre eles, quais os 16 vinhos selecionados para o dia. Para cada amostra servida, 90 garrafas eram utilizadas, o que resultou em 1.440 garrafas.

O presidente da ABE, Christian Bernardi, destacou os 20 anos da Avaliação e sua relação com o processo de evolução do vinho nacional. Ele também falou do lançamento da 4ª edição da Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, lançada pela entidade em 2009 para suprir uma demanda existente no âmbito técnico, e que foi entregue a cada um dos participantes da Avaliação. A conquista da Denominação de Origem do Vale dos Vinhedos foi enfatizada por Bernardi, que parabenizou os produtores do roteiro e chamou a atenção dos demais para seguir o modelo. Por fim, o presidente da ABE comemorou a conquista de mais um passo no processo da regulamentação da pofissão de enólogo no país.

No final do evento, passistas, Mestre-Sala e Porta-Bandeira e integrantes da bateria da Escola de Samba paulista Vai-Vai tomaram as atenções para si. A agremiação, que no Carnaval 2013 levará para um dos maiores eventos do Brasil a história e encantos dos vinhos brasileiros, transformou expressões nos rostos concentrados do público e gerou um reboliço no pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves.

Troféu Vitis 2012

A jornalista Sílvia Mascella da Rosa e o engenheiro agrônomo Jaime Lovatel foram os homenageados com o Troféu Vitis na categoria Amigo do Vinho Brasileiro e Enológico, respectivamente. “Continuem fazendo história que eu vou continuar contando”, disse Sílvia. A ABE aproveitou o momento para prestar uma homenagem póstuma a seu ex-presidente, enólogo Cleber Andrade, instituindo o Troféu Vitis (in memorian), que foi entregue à família de Andrade.

OS 16 VINHOS REPRESENTATIVOS DA SAFRA 2012

Categoria: Vinho Base Para Espumante

1. Vinho Base Espumante – Chardonnay – Domno Do Brasil

2. Vinho Base Espumante – Chardonnay/Pinot Noir – Vinícola Miolo

3. Vinho Base Espumante – Chardonnay/Pinot Noir – Vinícola Geisse

Categoria: Branco Fino Seco Não Aromático

4. Chardonnay – Luiz Argenta Vinhos Finos

5. Chardonnay – Vinícola Góes & Venturini

6. Chardonnay – Cooperativa Vinícola Nova Aliança

7. Chardonnay – Basso Vinhos e Espumantes

Categoria: Branco Fino Seco Aromático

8. Moscato Bianco R2 – Vinícola Perini

Categoria: Tinto Fino Seco Jovem

9. Gamay – Vinícola Salton

Categoria: Tinto Fino Seco

10. Teroldego – Don Guerino

11. Merlot – Vinícola Almaúnica

12. Cabernet Sauvignon – Guatambu Estância do Vinho

13. Cabernet Sauvignon – Cooperativa Vinícola Aurora

14. Marselan- Casa Valduga

15. Tannat – Antonio Dias Vinhos Finos

16. Tannat – Vinícola Almadén

Foto: Gilmar Gomes

23 amostras aprovadas para D.O. 2011

23 amostras foram aprovadas em degustação realizada na Embrapa Uva e Vinho totalizando 544.785 litros

Dez vinícolas do Vale dos Vinhedos inscreveram amostras da Safra 2011 – sendo 20 vinhos e 6 base espumante -, para a Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (D.O.V.V.). Foram aprovadas 23 amostras, de um total de 26 inscritas, após degustação realizada nos dias 5 e 6 de outubro no Laboratório de Análise Sensorial da Embrapa Uva e Vinho, segundo critérios do Conselho Regulador. O volume corresponde a 544.785 litros.

Entre as amostras aprovadas nove são de Merlot, cinco de Chardonnay, cinco de base espumante e quatro de assemblage tinto. Os vinhos foram inscritos pela Casa Valduga, Peculiare Vinhos Finos, Pizzato Vinhas e Vinhos, Terragnolo Vinhos Finos, Vinhos Don Laurindo, Vinícola Almaúnica, Vinícola Capoani, Cave de Pedra, Vinícola Dom Cândido e Vinícola Miolo.

A coleta desses vinhos foi feita nos dias 3 e 4 de outubro diretamente dos reservatórios nas vinícolas. Já a degustação sensorial ocorreu nos dias 5 e 6, com a participação dos pesquisadores da Embrapa Uva e Vinho, Mauro Zanus, Alberto Miele e Irineo Dall’Agnol; do presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE), Christian Bernardi e dos representantes da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), Ademir Brandelli, Gilberto Simonaggio, Márcio Brandelli e Flávio Pizzato.

O início do processo de certificação contempla a verificação de comprovação documental de produção e origem das uvas. Já, ao final do processo, as vinícolas que pleiteiam a D.O para seus produtos receberão junto com o certificado os relatórios das análises do Laboratório de Referência em enologia (Laren), de Caxias do Sul, e os resultados das análises fisico-químicas e das degustações sensoriais realizadas na Embrapa Uva e vinho. Este processo é realizado não apenas para comprovar o enquadramento no Regulamento de Uso da D.O.V.V., mas também configura-se em uma importante ferramenta de feedback para qualificação contínua  a ser utilizada pelas vinícolas participantes.

 

Volumes aprovados em litros

Merlot – 165.285

Chardonnay – 50.600

Base espumante – 108.900

Assemblage tinto – 220.000

TOTAL – 544.785

 

Texto: Conceito.com

Foto: Lucinara Masiero

Avaliação Nacional de Vinhos – Maior participação na representatividade da safra

Dos 118 vinhos mais representativos 34 são do Vale dos Vinhedos, um aumento de 73% em relação ao ano passado. Três deles estão entre os 16 selecionados.

Os vinhos do Vale dos Vinhedos aumentaram sua participação na representatividade da safra. A 19ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2011, realizada no sábado, 24, apresentou os 118 vinhos classificados entre os 30% mais representativos. Destes, 34 são do Vale dos Vinhedos, uma presença 73% maior que a registrada na edição do ano passado quando 19 amostras foram classificadas. Três destes 32 vinhos figuram entre os 16 vinhos selecionados para o evento.

A maior expressão do Vale dos Vinhedos na Avaliação, representada por amostras de oito vinícolas do roteiro, ficou com os tintos (19), seguidos pelo base espumante (9) e brancos (6). A maioria destes vinhos começará a chegar ao mercado a partir de 2012. Já os brancos poderão ser degustados pelos consumidores ainda este ano.

Para o presidente da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), Rogério Carlos Valduga, a qualidade reconhecida é fruto do trabalho conjunto de viticultores e vinicultores do roteiro. “Nos últimos 16 anos investimos e evoluímos em viticultura e enologia. Reconvertemos vinhedos sempre priorizando a qualidade. O resultado não poderia ser outro. Nossos agricultores e vinícolas estão de parabéns”, destaca.

A degustação de seleção das 383 amostras de 72 vinícolas foi realizada por 120 enólogos. O resultado foi apresentado para um público de 820 apreciadores de 18 estados brasileiros e oito países. Números que posicionam a 19ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2011 como a maior de todas. O evento é uma promoção da Associação Brasileira de Enologia (ABE).

Amostras selecionados entre as 16 degustadas na Avaliação Nacional de Vinhos

Almaúnica  – Syrah

Aurora  – Riesling Itálico

Casa Valduga – Chardonnay

Vinícolas associadas à Aprovale com vinhos classificados

Almaúnica  – 4 tintos

Aurora –  6 tintos, 4 brancos e 2 base espumante

Calza – 1 branco

Casa Valduga – 4 tintos e 3 base espumante

Chandon – 2 base espumante

Dom Cândido – 2 tintos

Miolo  – 3 tintos e 2 base espumante

Pizzato  – 1 branco

 

Texto: Conceito.com

Foto: Gilmar Gomes

Jantar Harmonizado Valle Rústico

No dia 28 de setembro o Restaurante Valle Rústico, do Vale dos Vinhedos, oferecerá Jantar Harmonizado com vinhos do Vale!


Os vinhos das vinícolas Aurora, Almaúnica, Don Laurindo e Pizzato serão harmonizados com os deliciosos pratos preparados pelo Cheff Rodrigo Belora no dia 28 de setembro, no Restaurante Valle Rústico.

Confira o cardápio:

Antepasto: Tábua de frios e pão caseiro na palha de milho, harmonizado com Almaúnica Brut 100% chardonnay;

Entrada: Salada do Cheff, harmonizada com Pizzato Chardnonnay 2010;

Prato principal: Fettuccini Verde ao molho de alho-poró e gorgonzolla e Steak de Frango ou vazio grelhado na brasa ao molho barbecue, harmonizado com Don Laurindo Reserva Tannat 2007;

Sobremesa: Brownie de chocolate, nozes e amêndoas com sorvete de creme, harmonizado com Aurora Espumante Moscatel.

Serviço

O que? Jantar Harmonizado no Restaurante Valle Rústico
Quando? 28 de setembro de 2011
Que horas? 20h00
Onde? Restaurante Valle Rústico, no Vale dos Vinhedos (confira o mapa em nosso site www.valedosvinhedos.com.br)

Valor por pessoa? R$ 63,00

Informações e reservas pelos fones (54) 3459-1162 ou (54) 8123-0080 ou pelo e-mail vallerustico@gmail.com

Acesse o site do Restaurante Valle Rústico e confira programação para o mês de setembro!

Percorrendo o Vale dos Vinhedos de bike

Passeio ciclístico celebra a chegada da primavera no Vale dos Vinhedos com pits stop em vinícolas e queijaria, distribuição de brindes e sorteio de bicicleta

Pedalando. É assim que o Vale dos Vinhedos vai celebrar a chegada de mais uma primavera. E para aliar a beleza da estação com as atrações do roteiro nada melhor do que apostar em um novo trajeto com pits stop em uma queijaria e vinícolas para degustar queijos, vinhos, espumantes e suco de uva. O Passeio Ciclístico da Primavera será no dia 25 de setembro, com concentração às 9h30min em frente à sede da Aprovale. Serão5.300 metros passando pelas vinícolas Vallontano, Torcello e Almaúnica, além da Queijaria Valbrenta, até chegar no Hotel Villa Michelon.

Na estação das cores, flores e aromas, o roteiro se transforma com pinceladas de puro verde. No período, os parreirais começam a florescer, depois de três meses de intenso inverno numa hibernação essencial ao cultivo da videira. E é justamente para proporcionar este contato com a natureza e divulgar as atrações do Vale dos Vinhedos que o Hotel Villa Michelon promove, pelo segundo ano consecutivo, o passeio. “O Vale é sinônimo de saúde. Aqui o ar é mais puro, a paisagem alimenta o espírito, a tranquilidade dá folga para o agito dos grandes centros e, é claro, o vinho harmonizado com a boa gastronomia da região traz benefícios à saúde. Um passeio ciclístico neste ambiente é um tratamento revigorante”, garante o diretor do hotel, Moysés Michelon.

Com a mudança do trajeto, além de admirar a beleza natural da região, também será possível interagir com os atrativos do roteiro, fazendo paradas para degustar vinhos, espumantes, suco de uva e queijos. No primeiro pit stop os ciclistas viverão a experiência de degustar espumantes da Vallontano Vinho Nobres, brindando a primavera. Ao lado, na queijaria Valbrenta, a degustação de queijos e suco de uva da Vinícola Torcello. Dali, eles seguem o trajeto parando na Vinícola Almaúnica, onde poderão provar o Merlot Safra 2010, lembrando que os vinhos e espumantes poderão ser degustados apenas pelos adultos.

Cada participante receberá uma caixinha de Sucos Suvalan e uma garrafinha de água personalizada. A inscrição é gratuita e pode ser feita antecipadamente no Hotel Villa Michelon, na Escola Infoserv ou na Jamar Cia do Esporte, ou ainda no local. O ponto de chegada será no Villa Michelon com distribuição de brindes e sorteio de uma bicicleta.

 

SERVIÇO

O que? Passeio Ciclístico da Primavera

Quando? 25 de setembro, a partir das 9h30min

Onde? Concentração em frente a sede da Aprovale

Inscrições antecipadas:

Hotel Villa Michelon – (54) 3459.1800

Escola Infoserv – (54) 3452.7928

Jamar Cia do Esporte – (54) 3451.2675

As inscrições também podem ser feitas no local.

Promoção: Hotel Villa Michelon

Apoio: Escola Infoserv, Jamar Cia do Esporte, Sucos Suvalan, Vinícola Torcello, Vallontano Vinhos Nobres, Vinícola Almaúnica, Queijaria Valbrenta, Secretaria da Saúde e Aprovale.

 

Texto: Conceito Com / Foto: Gilmar Gomes

Primeira D.O. de vinhos do Brasil é apresentada hoje na Expovinis

A Expovinis Brasil 2011 é palco para a apresentação ao mercado das regras e dos rótulos que irão compor a primeira Denominação de Origem (D.O.) de vinhos brasileira. A ação visa informar ao público que estará no evento o que os aguarda quando a certificação for outorgada pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Além da apresentação de hoje, a Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale) realizará um brinde amanhã no Brazilian Sparkling Lounge com os vinhos aprovados através dos procedimentos previstos na regulamentação da D.O. e que aguardam para serem disponibilizados ao mercado.

 O terroir dos vinhos do Vale já é reconhecido  graças aos parâmetros de qualidade aplicados pelas vinícolas a partir da certificação da Indicação de Procedência. A D.O., por sua vez, representa a evolução deste padrão, levando a público o potencial e a maturidade produtiva das vinícolas do Vale dos Vinhedos. O presidente da Aprovale, Rogério Carlos Valduga, que acompanha as atividades, observa que, em função do público especializado que atrai, a participação na Expovinis terá grande importância na consolidação do Vale dos Vinhedos como produtor de vinhos de alta qualidade. “A D.O. fortalecerá ainda mais a identidade dos vinhos elaborados no Vale dos Vinhedos, já reconhecida em 2002 no Brasil com a conquista da Indicação de Procedência Vale dos Vinhedos”, destaca.

Aproveitando o evento, a Aprovale também estará lançando o Manual da Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos. A iniciativa visa esclarecer e consolidar os conceitos de Indicação Geográfica (I.G.), Indicação de Procedência (I.P.) e Denominação de Origem (D.O.). Cabe destacar que esses conceitos na Europa já estão internalizados pelo mercado consumidor por serem utilizados há séculos, enquanto que no Brasil ainda são relativamente recentes, pois o reconhecimento da primeira I.G. ocorreu em 2002. Em uma linguagem simples e acessível, a publicação traz as regras da D.O. e os benefícios que o consumidor e também a comunidade do Vale dos Vinhedos ganham com a certificação.

Já na feira de expositores, o Vale dos Vinhedos estará representado na Expovinis por sete vinícolas, sendo três com estandes próprios e quatro com estandes inseridos no espaço Vinhos do Brasil, coordenado pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin). São elas: Almaúnica, Casa Valduga, Dom Cândido, Don Laurindo, Marco Luigi, Miolo e Pizzato.

Vinhos que irão estrear a D.O. Vale dos Vinhedos

A cada safra as vinícolas deverão enviar à Aprovale uma solicitação para que o Conselho Regulador avalie os produtos que elas desejam que sejam identificados com a D.O. As amostras destes vinhos são recolhidas e eles passam por análises da documentação para verificar se os padrões de cultivo e de elaboração estão de acordo com as normas estabelecidas. Estas amostras também são analisadas em laboratórios especializados e, por fim, passam por uma degustação feita por um grupo de especialistas, composto de técnicos da Embrapa, da Aprovale e da Associação Brasileira de Enologia.

São de oito vinícolas os 11 primeiros vinhos que chegarão ao mercado com a D.O. Vale dos Vinhedos.

Vinícola Almaúnica

Amaúnica Reserva Merlot safra 2009

Vinícola Dom Cândido

Dom Cândido Documento Merlot safra 2009

Pizzato Vinhas e Vinhos

Espumante Pizzato Brut

Pizzato Chardonnay safra 2009

Peculiare Vinhos Finos

Peculiare Merlot safra 2009

Vinhos Don Laurindo

Don Laurindo Reserva Merlot safra 2009

Miolo WineGroup

Miolo Cuvée Giuseppe Merlot/Cabernet Sauvigon safra 2009

Miolo Cuvée Giuseppe Chardonnay safra 2009

Espumante Brut Miolo Millésime safra 2009

Terragnolo Vinhos Finos

Terragnolo Merlot safra 2009

Casa Valduga

Casa Valduga Chardonnay safra 2009

Texto: CONCEITO.COM