Vale dos Vinhedos participa da Fenavinho

De 13 a 23 de junho, vinhos, espumantes e suco de uva da rota podem ser apreciados junto ao evento de retomada da Festa Nacional do Vinho. Foto: Divulgação Fenavinho

Inicia nesta semana a décima sexta edição da Festa Nacional do Vinho – Fenavinho, icônico evento que projetou Bento Gonçalves como capital nacional do vinho e destino de enoturismo nos anos 60. Neste ano de retomada, a festa acontecerá junto da ExpoBento, maior feira multissetorial da América Latina, de 13 à 23 de junho, nos pavilhões da Fundaparque, em Bento Gonçalves.

E o Vale dos Vinhedos não poderia ficar de fora deste momento histórico para a Serra Gaúcha. Durante a realização do evento, visitantes poderão desfrutar dos melhores vinhos, espumantes e suco de uva da rota em um espaço junto a Fenavinho. Em uma ação cooperada coordenada pela Aprovale, as vinícolas Dom Cândido, Don Laurindo, Pizzato Vinhas e Vinhos, Peculiare Vinhos Únicos, Almaúnica e a produtora de suco de uva Famiglia Tasca, se reversarão nos 10 dias de evento para oferecer o que o Vale dos Vinhedos tem de melhor: vinho branco, vinhos tintos, espumantes e suco de uva que serão comercializados em garrafa ou taças.

A Fenavinho estará aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h30min. Sábados, das 10h às 22h30min. Domingos e feriados (13/06 e 20/06), das 10h às 22h. Além de vinhos e espumantes, opções gastronômicas e shows acontecerão no espaço Fenavinho, que promete retomar a histórica festa em grande estilo.

A Fenavinho – Festa Nacional do Vinho
A Festa Nacional do Vinho (Fenavinho) está intimamente ligada à história de Bento Gonçalves. A relação de seus moradores com a festa extrapola o motivo de celebração de uma cultura – a da uva e do vinho – para elevá-la a um contexto identitário no qual uma – a cidade – é indissociável à outra – a Fenavinho.

Os primeiros movimentos para retomar a festa começaram há alguns anos, reunindo agentes privados e públicos. A ideia era que a Fenavinho começasse a ser revivida em 2017, no ano de seu cinquentenário, mas sua realização não foi possível.

As condições necessárias para que isso ocorresse só aconteceram no ano passado, quando o Centro da Indústria, Comércio e Serviços (CIC-BG) liderou um movimento na cidade para resolver passivos financeiros envolvendo a Fenavinho na ordem de R$ 3,5 milhões. Com apoio de entidades representativas do setor e da prefeitura de Bento Gonçalves, o CIC-BG começou a desenhar, de forma colaborativa, como será a 16ª edição da Fenavinho reunindo jovens lideranças.

A forma mais viável de realizar o evento neste ano foi colocá-lo ao lado da ExpoBento – festa e feira, portanto, serão realizadas conjuntamente entre 13 e 23 de junho. O expediente deve ser repetido também em 2020 para que, a partir de 2022, a Fenavinho tenha condições de ser sustentável, fazendo parte regular do calendário de eventos da cidade de forma periódica, a cada dois anos.

Maiores informações sobre o evento podem ser acessadas em http://www.expobento.com.br/fenavinho

Anúncios

Descontos especiais e diversidade de atrações encerram o Dia do Vinho Brasileiro

Programação da 10ª edição, que iniciou no dia 17 de maio e termina neste domingo (2). Foto: Dandy Marchetti / Ibravin

Os fãs da bebida de Baco podem comprar até este domingo (2) vinhos, espumantes e sucos de uva a preços promocionais. Cerca de 80 vinícolas, delicatéssens e lojas especializadas estão oferecendo descontos em comemoração ao Dia do Vinho Brasileiro. A programação da série de eventos simultâneos iniciou no dia 17 de maio e encerra neste fim de semana, em 45 cidades do Rio Grande do Sul, Bahia, São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. Os descontos são uma ótima oportunidade para quem quer abastecer a adega, e algumas destas opções são encontradas no Vale dos Vinhedos.

Mais do que preços promocionais, as programações do Dia do Vinho Brasileiro oferecem, ainda, turismo de experiência, que completam as mais de 700 atividades em vinícolas, hotéis e restaurantes. As possibilidades variam desde piqueniques, shows, caminhada, sunsets e degustações temáticas, até passeio de trem e venda de vinho encanado na praça.

No site oficial www.diadovinhobrasileiro.com.br o turista tem a possibilidade de buscar pelo que fazer, quando e onde, podendo escolher e planejar o próprio roteiro, entre tantas combinações. No endereço, também é possível consultar todos os descontos que estão sendo oferecidos nas regiões participantes.

Confira no link as promoções e programações oferecidas no Vale dos Vinhedos na 10ª edição do Dia do Vinho Brasileiro: http://www.valedosvinhedos.wordpress.com/diadovinho2019

Vinho encanado volta para as ruas de Bento Gonçalves

Atração relembra a primeira edição da Festa Nacional do Vinho, a Fenavinho, que acontecerá novamente em 2019

A comunidade de Bento Gonçalves se prepara para o retorno da Fenavinho, marcada para ocorrer entre os dias 13 e 23 de junho, na Fundaparque. Esta edição marcará a retomada do vinho encanado, atração que tornou a festa conhecida Brasil afora desde sua primeira edição, em 1967. A atração tem data, local e horário para voltar a operar: 1º de junho, na Via Del Vino, centro de Bento Gonçalves, a partir das 11h.

A boa nova, integrante da programação do Dia do Vinho Brasileiro, estará em cartaz nos dois finais de semana que antecedem a festa, sempre das 11h às 17h. “O retorno da Fenavinho não seria completo sem o vinho encanado, porque esse foi talvez o grande diferencial da festa em sua história”, comenta o presidente do Centro da Indústria, Comércio e Serviços (CIC-BG), promotor da 16ª Fenavinho, Elton Paulo Gialdi.

Para celebrar esse especial acontecimento, uma grande comemoração está sendo preparada pelo comitê responsável pela festa. Shows com artistas locais, apresentações teatrais, exposição de produtos da agroindústria e de artesanato, gincana colonial e desfile de carros alegóricos e gastronomia fazem parte da programação para animar os visitantes.

Durante os quatro dias da atração, a organização espera comercializar mais de 16 mil taças de vinho e de suco de uva. Tanto o vinho tinto (merlot) quanto o branco (moscato), além do suco de uva integral, serão fornecidos pela Cooperativa Vinícola Aurora. Os varietais escolhidos simbolizam características de área produtiva local. “Levamos em consideração o terroir da Serra Gaúcha. O merlot alcança uma qualidade muito grande, e o moscato é uma uva que identifica nossa região”, explica o gerente de Enologia da Vinícola Aurora, o enólogo Flavio Angelo Zilio.

A estrutura de distribuição das bebidas funcionará na Casa do Vinho (ou La Casa del Vino). Para isso, um novo e moderno sistema de vinho encanado foi planejado. Projetado em aço inoxidável, o equipamento recebeu um sistema de refrigeração para controle de temperatura, garantindo, assim, a qualidade dos vinhos e do suco que serão servidos ao longo da promoção.

Para o secretário Municipal de Turismo, Rodrigo Parisotto, o ato é de uma grande satisfação, sendo um marco para a cidade. “Esta é uma forma de podermos comemorar o resultado de uma boa safra, com excelentes vinhos acessíveis a toda população. Ter vinho encanado significa que temos Fenavinho, e tendo Fenavinho significa que temos de volta a nossa maior Festa, que fez com todos nós pudéssemos usufruir hoje de uma grande cidade”, destaca o gestor.

Os tíquetes para consumir as bebidas do sistema encanado serão comercializados na Casa do Artesão, com preço único da dose – de vinho ou de suco – estabelecido em R$ 5. O valor dá direito também a uma taça plástica descartável (150ml). Quem quiser adquirir a taça oficial do vinho encanado (250ml), feita em acrílico, pagará R$ 10 – e pode fazer o refil pagando os mesmos R$ 5 pela dose.

Atrações paralelas

Um retorno de uma atração desta magnitude só poderia implicar num grande evento. Por isso, a Via Del Vino e a Rua Marechal Deodoro se transformarão em um grande palco comemorativo. As apresentações artísticas ocorrerão em frente à Prefeitura, em uma tenda de 20mx10m. Já a Marechal Deodoro será cenário para o desfile de carros alegóricos, marcado para o dia 2 de junho, às 15h, com participação confirmada do distrito Vale dos Vinhedos, que entrará na avenida com mais de 200 representantes da comunidade, para homenagear grandes figuras que fizeram história. Também estão previstas divertidas brincadeiras da gincana colonial, como a corrida de pipas, na qual os participantes precisarão rolá-las em menor tempo, e o cabo de guerra, ambas a cargo do Circolo Trentino.

Programação

Dia 1º de junho
11h Abertura com Rodrigo Soltton (hino de Bento Gonçalves)
14h Apresentação Duo del Vino
15h Apresentação Rodrigo Soltton e Coral Vale dos Vinhedos – Projeto EnCantos
17h Apresentação Elvis Celebration in Concert

Dia 2 de junho
11h Teatro Abre a Boca e Fecha os Olhos
13h Corridas de Barricas
15h Desfile de Carros Alegóricos, com participação do Vale dos Vinhedos
17h Atração da Secretaria da Cultura

Dia 8 de junho
11h Teatro Abre a Boca e Fecha os Olhos
14h Apresentação Ragazzo dei Monti
15h Apresentação Coral Secretaria da Cultura
17h Apresentação Trebbiano

Dia 9 de junho
11h Apresentação Coral Anima D’Italia
14h Apresentação Cavatappi
15h Apresentação Daniel Lima e Janete
17h Apresentação Os Colonos Zo Garrafon

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura/ Exata Comunicação
Foto: Arquivo Histórico da Prefeitura

Dia do Vinho Brasileiro 2019: evento chega renovado à 10ª edição

Vale dos Vinhedos também conta com programação para o período

O Dia do Vinho chega ao décimo ano consecutivo, se expandindo para novas regiões e passa a se chamar Dia do Vinho Brasileiro. Neste ano, municípios e empreendimentos dos estados de Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina passam a integrar a série de ações simultâneas que ocorrerão entre 17 de maio e 2 de junho de 2019. Eles se juntam às demais regiões produtoras do Rio Grande do Sul, Bahia e São Paulo.

O presidente do Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) – Região Uva e Vinho, Vicente Perini, afirma que os 10 anos de Dia do Vinho merecem ser festejados porque o evento abriu um novo período de incremento no fluxo turístico, inicialmente na Serra Gaúcha, e que está se expandindo para outras regiões do país. “Temos um aumento médio entre 10% e 15% na ocupação hoteleira, boa movimentação nos restaurantes e em outros atrativos turísticos que fazem destas duas semanas uma das melhores épocas para o setor”, informa.

Oscar Ló, presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), destaca a visibilidade tanto dos destinos enoturísticos como do próprio vinho brasileiro após 10 edições. O dirigente acredita que a série de ações acabou incentivando a realização de eventos pelas prefeituras e associações que acabam complementando as atrações no período. “Iniciamos com descontos em produtos até chegarmos ao desenvolvimento de atrações específicas para o Dia do Vinho. Em 2019, completando uma década, podemos brindar a chegada de novos roteiros e a consolidação de regiões já conhecidas. Todo esse movimento é importante para ampliarmos a cultura do vinho no país e a promoção do turismo de experiência”, sinaliza.

Dentre as regiões participantes desde a primeira edição, está o Vale dos Vinhedos, principal destino de enoturismo no Brasil, reconhecido como Denominação de Origem de Vinhos. Descontos em compra de produtos no varejo, degustações especiais e em barrica, degustações verticais, passeios de trator e experiências diferenciadas ao pôr do sol, cursos variados e até taça de vinho suco como cortesia em refeição são algumas das atrações do Vale dos Vinhedos para o período.

A programação do Vale dos Vinhedos pode ser acessada em http://www.valedosvinhedos.wordpress.com/diadovinho2019
E a programação completa do evento em http://www.diadovinho.com.br

Sobre o Dia do Vinho
O evento Dia do Vinho ocorre desde 2010. A celebração é uma realização do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), por meio do projeto Vinhos do Brasil e Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR/RS), e pelo Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (Segh) – Região Uva e Vinho, como resultado do Projeto Eventos Integrados e Integradores – reinterpretação da concepção de evento, fomentado pelo Ministério do Turismo. A lei que instituiu o Dia do Vinho no Rio Grande do Sul no primeiro domingo de junho de cada ano foi promulgada em 12 de dezembro de 2003. O projeto partiu do então deputado estadual Iradir Pietroski. O Dia do Vinho do Brasileiro tem o apoio do Sebrae, por meio do convênio Valorização dos Vinhos Brasileiros.

Senador Luis Carlos Heinze visita a sede da Aprovale

Associados vitivinicultores apresentaram demandas do setor e da rota Vale dos Vinhedos. Senador Heinze foi agraciado com uma caixa de vinhos e espumantes com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos. Créditos: Naiára Martini

Na manhã de sexta-feira, 26, a Aprovale recebeu em sua sede o Senador Luis Carlos Heinze (PP/RS). Por intermédio do Vereador Volnei Christofoli, o Senador conheceu a sede da entidade e foi recepcionado por membros da Diretoria Executiva e Conselho Superior, que apresentaram as demandas do Vale dos Vinhedos e do setor vitivinícola.

Além das pautas reiteradamente defendidas pela entidade – Ciclovia Vale dos Vinhedos, Zona Franca da Uva e do Vinho, segurança, manutenção e sinalização das estradas do distrito e arredores – foi debatida amplamente a Substituição Tributária. Neste encontro os produtores destacaram que o imposto sobre o vinho nacional chega a 60%, o que desestimula o consumidor, induzindo-o a comprar vinhos estrangeiros. Todos defenderam que a análise sobre a Substituição Tributária vem ao encontro da necessidade de fortalecer e ampliar a vitivinicultura. O maior benefício é a valorização do patrimônio cultural da vitivinicultura gaúcha, que movimenta e mantém uma cadeia complexa e corre o risco de sucumbir caso nenhum trabalho seja realizado.

Heinze destacou que compreende e se solidariza com as demandas do setor, devido a sua história como produtor rural. Reforçou que o governo prioriza hoje a reforma da previdência, mas que está a disposição para debater e encontrar o melhor caminho que auxilie a região.

“Defender o setor rural é melhorar a qualidade de vida dos cidadãos urbanos. É gerar empregos e renda nas cidades”. Essa é a visão que guia a atuação desse gaúcho de 67 anos, natural de Candelária e que construiu sua carreira política nas lutas classistas em defesa dos produtores rurais e dos municípios que têm suas economias impulsionadas por esse setor.

Recepcionaram o Senador na sede da Aprovale:

  • Márcio Brandelli, presidente do Conselho Superior da Aprovale e sócio-proprietário da Vinícola Almaúnica;
  • Sandro Valduga, vice-presidente da Diretoria Executiva da Aprovale e sócio-proprietário da Vinícola Terragnolo;
  • Vladimir Bortolotto, diretor administrativo e financeiro da Aprovale, representante do Grupo Famiglia Valduga;
  • Marcos Valduga, membro do Conselho Superior da Aprovale, sócio-proprietário da Vinícola Dom Cândido e membro fundador da Aprovale;
  • João Valduga, sócio-proprietário da Casa Valduga, membro fundador da Aprovale;
  • Antônio Miolo, sócio-proprietário da Miolo Wine Group, membro fundador da Aprovale;
  • Rogério Carlos Valduga, membro do Conselho Superior da Aprovale e sócio-proprietário da Vinícola Torcello;
  • Plínio Pizzato, sócio-proprietário da Pizzato Vinhas e Vinhos;
  • Daniel Dalla Valle, enólogo da Casa Valduga;
  • Jandir Crestani, sócio-proprietário da Pousada Ca`Di Valle, representante da comunidade e dos associados setoriais;
  • Vereador Volnei Christofoli;
  • Avelino Zanetti Filho, da R Cork Brasil;
  • Marciano Batistello, Subprefeito do Vale dos Vinhedos;
  • Ênio de Paris.

Eleita corte da 16ª Fenavinho: Bárbara Bortolini é a Imperatriz do Vinho, Ana Paula Pastorello e Sandi Corso são as Damas de Honra

Escolha ocorreu na noite de sábado, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, em momento de retomada da festa mais importante da cidade.

Após uma noite de pura emoção, está eleita a corte da 16ª Fenavinho – Festa Nacional do Vinho: Bárbara Bortolini (representante da Rota Caminhos de Pedra) foi coroada Imperatriz do Vinho e, em seu reinado, será acompanhada pelas Damas de Honra Ana Paula Pastorello (representante do Bento Convention Bureau) e Sandi Marina Corso (representante da Associação Vale do Rio das Antas). A festa da escolha ocorreu na noite de 06 de abril, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, reunindo mais de 700 pessoas.

Tomadas pela alegria que acompanha a coroação, as soberanas da 16ª Fenavinho compartilharam mensagens de agradecimento com o público antes de seu desfile oficial. “É um orgulho imenso representar essa festa e mostrar toda a riqueza de Bento Gonçalves”, disse Bárbara. Agradecendo à cidade por proporcionar essa experiência, Sandi sintetizou a comoção do momento de forma marcante. “É uma sensação indescritível! Vamos dar nosso melhor para que a Fenavinho seja retomada com o carinho que merece”. Somada à alegria de representar a corte da Festa Nacional do Vinho vem, também, a responsabilidade. “Continuaremos a história de nossa gente com muito orgulho”, disse Ana Paula.

Às soberanas caberá a missão de colaborar com a promoção da Festa Nacional do Vinho – que ocorre de 13 a 23 de junho, de forma integrada a ExpoBento – e, principalmente, divulgar a riqueza cultural, tradições e atrativos de Bento Gonçalves perante todo o Brasil. “A Imperatriz do Vinho e suas Damas de Honra são os expoentes da Fenavinho e fundamentais agentes na consolidação da retomada do evento e valorização de todo o simbolismo que ele carrega. Seu papel vai muito além do caráter festivo: elas serão articuladoras do potencial turístico de nossa cidade e da força do setor vinícola”, avalia o diretor do Comitê Fenavinho, Diego Bertolini.

Agora, as eleitas iniciam o trabalho representativo na condição de Soberanas da Fenavinho – elas participarão de agendas oficiais de visitas e compromissos envolvendo a divulgação da festa.

Escolha técnica para eleger a corte

O processo de escolha da corte começou ainda na parte da tarde de sábado, quando os jurados participaram de entrevistas individuais com as candidatas. A performance delas, nesse momento, definiu 65% da pontuação de cada uma. Foram avaliados quesitos como apresentação pessoal, comunicação e expressão, conhecimento, simpatia e cordialidade. A segunda etapa da análise foram os desfiles, quando os juízes estudaram itens como beleza, desenvoltura, tranquilidade e naturalidade para compor o restante das notas.

A comissão avaliadora foi composta por seis integrantes, todos de fora de Bento Gonçalves, e representantes do setor vinícola, do mundo da moda e da imprensa: Sandra Guerra, primeira imperatriz do vinho, eleita em 1976; Bruna Tramontina, empresária, publicitária e digital influencer; Caroline Dani, professora do Centro Universitário Metodista, de Porto Alegre, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Biociências e Reabilitação da instituição; Sara Bodowsky jornalista e comunicadora; Daniel Salvador, enólogo e presidente da Associação Brasileira de Enologia; e Márcio Irion, proprietário da RDCTV, e CEO da empresa Grupo IEX Empreendimentos e Participações.

Tradição e futuro em evidência

A escolha da corte da 16ª Fenavinho foi uma celebração carregada de significados – um elo que reconecta a festa à essência da primeira edição, realizada de forma pioneira em 1967, pelas mãos do empresário Moysés Michelon. “Nessa noite estamos prestando uma homenagem e demonstrando respeito a todos os nossos antepassados, aos líderes e empreendedores que há mais de 50 anos acreditaram, idealizaram e fizeram a Festa Nacional do Vinho, evento tão grandioso que elevou Bento Gonçalves à condição de Capital Nacional do Vinho e tornou a cidade conhecida perante todo o país”, disse Elton Paulo Gialdi, presidente do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves, entidade à frente da retomada e promotora da 16ª Fenavinho.

Revivendo a herança cultural e resgatando o patrimônio cultural que a Fenavinho simboliza, o CIC-BG trabalha para devolver à comunidade uma festa grandiosa, à altura do legado que acompanha sua história. “O que o CIC-BG se propõe, e pode fazer de melhor pela Fenavinho, é zelar, proteger e manter viva sua essência. É garantir que doravante, sob o comando e tutela da entidade, a Festa ocorrerá periodicamente, de forma segura, responsável e sustentável, como merece a comunidade. A Fenavinho é de toda Bento Gonçalves, pertence a cada cidadão do município. É uma festa de todos e para todo”, disse Gialdi.

Enaltecendo o conceito de união que a Fenavinho carrega em sua essência, o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, relembrou o poder de mobilização que a Festa é capaz de gerar. “A Fenavinho uniu os bento-gonçalvenses pelo propósito de atuar, coletivamente, pelo município. E fará isso novamente. Vamos brindar, com vinhos de Bento Gonçalves, a nossa querida Fenavinho”, disse.

“Wine for Us” chega ao Vale dos Vinhedos

Festival criado para descomplicar o consumo do vinho será realizado no dia 07 de abril em meio as videiras da Vinhos Larentis

Um domingo pra sair da rotina, curtir espumantes, vinhos, música e gastronomia, à céu aberto, em meio às videiras. Esta é a proposta do Wine For Us, um festival criado por jovens vinhateiros para descomplicar o mundo do vinho.

Os idealizadores do projeto são os vinhateiros André Larentis da Vinhos Larentis, Roberta Benedetti da Vinícola Lovara, Bruna Cristófoli da Vinhos Cristófoli e Roberto Cainelli Júnior da Vinícola Cainelli, juntamente com Natália Zandonai do restaurante Cobo Wine Bar.

A terceira edição do Wine for Us acontecerá em meio as videiras da Vinhos Larentis, no coração do Vale dos Vinhedos, na Linha Lopoldina – Via Trento. Será no domingo, 07 de abril, das 11h às 18h. A entrada custa R$ 10,00 por pessoa, e dá direito à taça oficial do evento. As vinícolas participantes comercializarão vinhos e espumantes em taça e garrafas por valores variados, e a gastronomia ficará por conta da equipe do Cobo Wine Bar.

Na programação está previsto show com a Banda Trebbiano. Em caso de chuva o evento será transferido para o dia 14/04.

Para maiores informações, acompanhe o evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/508222549581842/