Atrativos do Vale dos Vinhedos integram programação do Dia do Vinho

Dia do VinhoDe 19 de maio a 04 de junho visitantes e moradores locais poderão homenagear uma das bebidas mais amadas do Rio Grande do Sul, o vinho, em programações diferenciadas.

O Dia Nacional do Vinho é oficialmente comemorado no primeiro domingo de junho. Para celebrar esta data e toda a simbologia da bebida que tornou a Serra Gaúcha conhecida mundialmente, cinco municípios se integram para oferecer uma semana intensa de programações entorno a bebida dos deuses. Em mais de 200 ações, algumas delas realizadas no Vale dos Vinhedos, moradores locais e turistas poderão deliciar-se com eventos temáticos e programações voltadas ao mundo do vinho.

O Vale dos Vinhedos, região responsável pela elaboração de 17% dos vinhos finos e 12% dos espumantes nacionais , também comemora esta data especial com uma série de programações no período de 19 de maio a 04 de junho.

Além das visitas tradicionalmente realizadas na rota de enoturismo mais visitada do Brasil, destacam-se alguns eventos diferenciados. A tradicional Wine Run, meia maratona em meio às paisagens do Vale, será realizada no dia 20 de maio. Na noite do dia 20 de maio, a Festa Polenta & Vin, tornam a polenta e o vinho atrações especiais. Também tradicional, o Filó do Vinho no Hotel Villa Michelon acontecerá no dia 03 de junho na Casa do Filó.

A novidade deste ano é o evento Winery & Food, que acontecerá nos jardins da Cave de Pedra também em comemoração aos 20 anos da vinícola. Degustação de vinhos e venda com descontos especiais, música ambiente e food truck são algumas atrações do evento que será realizado no dia 03 de junho.

Oficinas gastronômicas, taças de vinho cortesia na refeição, drinks com vinho e espumante, drink truck,cursos de degustação e harmonização, passeios culturais, jantares harmonizados, degustações verticais e muito mais te esperam no Vale dos Vinhedos durante a programação do Dia do Vinho 2017.

A programação do Vale dos Vinhedos pode ser acessada em www.valedosvinhedos.wordpress.com/diadovinho

E a programação completa do evento pode ser acessada em: www.diadovinho.com.br

O Dia do Vinho é realizado pelo SEGH, IBRAVIN, Vinhos do Brasil e Governo do Estado do RS, com apoio de municípios e regiões produtoras de vinho. Patrocínio da Veralia.

MasterChef coloca vinho brasileiro em evidência na primeira prova externa

Time vermelho - Crédito Carlos Reinis, BandEpisódio gravado na Serra Gaúcha, com degustação de vinhos no Vale dos Vinhedos, teve como mote a harmonização de pratos com três rótulos verde-amarelos. Em passagem pela região, apresentadora e chefs-jurados do talent show elogiaram a produção nacional.

Um dos programas de entretenimento mais prestigiados e com maior índice de audiência da televisão brasileira mostrou na noite de terça (4) a qualidade e a diversidade da vitivinicultura nacional. O MasterChef Brasil exibiu, pela Band, a primeira prova coletiva fora do estúdio desta quarta temporada. E o local não poderia ser mais apropriado para elaboração de um menu harmonizado: os vinhedos da Serra Gaúcha, região responsável por cerca de 90% da produção no país.

Com articulação do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), o episódio gravado nos dias 4, 5 e 6 de março, levou aos municípios de Bento Gonçalves, Farroupilha e Pinto Bandeira os 20 competidores, os chefs-jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Érick Jacquin, a apresentadora Ana Paula Padrão, além de ex-participante, diretores e equipe técnica do talent show, que, juntos, somavam aproximadamente 80 pessoas.

Os chefs amadores tiveram como desafio o preparo de pratos que evocassem as culinárias italiana e alemã e que deveriam ser harmonizados com três rótulos verde-amarelos. Nos cardápios elaborados pelos times azul e vermelho para 80 convidados, o espumante Brut 130, da Casa Valduga, do Vale dos Vinhedos, acompanhou a entrada; o vinho tinto Reserva Merlot, da Vinícola Aurora, associada a Aprovale, o prato principal; e o espumante moscatel rosé Aquarela, da Casa Perini, a sobremesa. A trinca foi responsável por representar as regiões produtoras brasileiras e as mais de mil vinícolas existentes em todo território nacional. Atualmente, no país, cerca de 100 mil pessoas estão envolvidas com o setor.

Convidados - Crédito Carlos Reinis, BandOs vinhos utilizados na prova mostraram a pluralidade e versatilidade da vitivinicultura nacional: o espumante, que em sua categoria detém a preferência de consumo no mercado interno e é cartão de visitas internacional da produção brasileira; o tinto da variedade Merlot, considerada emblemática e uma das com a melhor adaptação ao terroir do país; e o Moscatel, outro produto de excelência e de crescente aceitação entre os consumidores dentro e fora do Brasil.

“Fazia cinco anos que não vinha para cá. Estou impressionada com a qualidade dos vinhos e da gastronomia. A cultura do vinho é muito pronunciada em toda a região”, revelou entre os intervalos das gravações a apresentadora do MasterChef Brasil, Ana Paula Padrão.

Para retratar a vitivinicultura nacional aos telespectadores do talent show, Ana Paula entrevistou o sommelier Maurício Roloff e os enólogos André Peres Jr, Eduardo Valduga e Franco Perini. O quarteto também foi incumbido de apresentar aos 20 competidores os rótulos da prova e dar dicas de como harmonizá-los com ingredientes da gastronomia típica da região. “A pessoa que tomou o vinho brasileiro há 10 ou 30 anos guarda na memória que o vinho brasileiro não era tudo isso, que talvez valesse a pena comprar vinhos importados. Hoje o vinho brasileiro é moderno, é fácil de beber, é fácil de combinar, tem muita diversidade”, disse em rede nacional o sommelier Maurício Roloff, que representou o Ibravin na ocasião.

Para o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini, o respaldo conquistado é reflexo deTime azul - Crédito Carlos Reinis, Band investimentos e aprimoramento do setor, além de reconhecimentos nacionais e internacionais conquistados ano após ano. Só na última década foram mais de 2,5 mil condecorações em concursos no Exterior. “A repercussão do programa está sendo muito positiva, destacando e valorizando para todo o país a qualidade dos nossos produtos. A prova utilizou insumos locais e descomplicou a harmonização dos vinhos e espumantes, aproximando-os do consumidor, além de reforçar o enoturismo e a gastronomia da região”, avalia Bertolini.

Além do episódio gravado no interior do Rio Grande do Sul, os vinhos estarão presentes em toda quarta temporada de MasterChef Brasil. Uma adega instalada junto ao mercado utilizado nas provas pelos competidores, oferecerá diferentes variedades de rótulos para aproveitamento nas receitas.

Para conferir o programa na íntegra, basta acessar a página do MasterChef no YouTube: https://www.youtube.com/playlist?list=PL7HLCnqzgei8w0BZoPLxaoJYRjT_gIDPm

Fotos: Carlos Reinis / Band

Testemunhe o nascimento de um ícone no Spa do Vinho, no Vale dos Vinhedos

Vinho VE.JPGCelebração VE 2017 coroa excelente safra que originará vinho ícone

O início da colheita do Lote 41 da Linha Leopoldina, no Vale dos Vinhedos, foi estabelecida nesta semana, com base no grau de maturação das uvas e nas condições climáticas, pela equipe do Spa do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola. Uma colheita seletiva será realizada ao longo dos próximos dias, visando o melhor aproveitamento da produção para elaboração de vinho ícone VE safra 2017.

Mantidas as condições atuais, considera-se que esta será uma safra histórica no Vale dos Vinhedos por sua qualidade e produtividade. Desta forma, como nos anos anteriores, o Spa do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola marcará este importante momento realizando a Celebração VE.

Spa.jpgNo próximo sábado, 4 de março, às 11 horas, será realizada a primeira colheita e a
primeira vinificação com sommeliers e alunos da ABE-RS, autoridades, imprensa e Confrades do Condomínio Vitivinícola Spa do Vinho. Para completar a celebração, será servido Almoço Festivo na Praça das Vinhas do Spa do Vinho.

A festividade pode ser usufruída pelos amantes do vinho através de pacotes completos e exclusivos para a Celebração VE 2017, com hospedagem, refeições e Vino.Spa. O Pacote inclui também a oportunidade de participar da Degustação Vertical VE, que será conduzida pelos sommeliers e sócios-diretores do empreendimento, Aldemir Dadalt e Deborah Villas-Bôas Dadalt, neste sábado às 19h, no Centro de Eventos Spa do Vinho.

Para mais detalhamentos e reservas, basta contatar o Depto Comercial do Hotel através do telefone 54.2102.7200 ou pelo e-mail reservas@spadovinho.com.br

Fonte: Gerência de Marketing – Spa do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola

Vale dos Vinhedos é destaque no Vivino’s 2017 Wine Style Awards

giovani-nunes2Aplicativo leva em consideração o voto de seus usuários, que são mais de 2 milhões só no Brasil. Foto: Giovani Nunes

Os vinhos do Vale dos Vinhedos possuem características únicas, que aos poucos estão conquistando os paladares mais exigentes. Após diversos reconhecimentos em concursos nacionais e internacionais, de ser a única Denominação de Origem de Vinhos no Brasil e de conquistar novos mercados, inclusive o internacional, foi a vez dos vinhos do Vale dos Vinhedos serem destaque no meio virtual, no Vivino’s 2017 Wine Style Awards.

O Vivino é o maior aplicativo para vinhos no mundo. Nele, os mais de 20 milhões de usuários podem fotografar e classificar os vinhos degustados, atribuindo notas e comentários de acordo com suas experiências. Ao final de cada ano, o aplicativo divulga as listas dos vinhos mais pontuados em cada país onde o aplicativo tem atuação.

No Brasil são quatro as categorias com reconhecimento: Vinhos brasileiros de corte bordalês; Melhor Cabernet Sauvignon Brasileiro; Melhor Merlot Brasileiro; Melhor Espumante Brasileiro. O Vale dos Vinhedos e vinhos de vinícolas associadas a Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale, foram citados em todas as categorias.

O destaque fica por conta da Categoria Melhor Merlot, onde 7 de 10 vinhos são do Vale dos Vinhedos e de associados da Aprovale. O Merlot é a variedade ícone do Vale, sendo a principal da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos para vinhos tintos.

Confira abaixo em que posição ficaram os vinhos do Vale dos Vinhedos em cada categoria:

Vinhos brasileiros de corte bordalês
Miolo Lote 43 Cabernet Sauvignon / Merlot safra 2005 – 1° lugar
Miolo Cuvée Giuseppe Merlot / Cabernet Sauvignon safra 2012 – 9° lugar

Melhor Cabernet Sauvignon Brasileiro
Casa Valduga Villa-Lobos Gran Reserva Cabernet Sauvignon safra 2010 – 1° lugar
Cooperativa Vinícola Aurora Millesimé Cabernet Sauvignon safra 2012 – 3° lugar
Miolo Quinta do Seival Estate Cabernet Sauvignon safra 2012 – 7° lugar
Angheben Vinho Tinto Seco Cabernet Sauvignon 2010 – 8° lugar

Melhor Merlot Brasileiro
Casa Valduga STORIA Gran Reserva Merlot safra 2010 – 2° lugar
Pizzato Vinhas e Vinhos DNA 99 Single Vineyard Merlot safra 2008 – 3° lugar
Lídio Carraro Grande Vindima Merlot safra 2006 – 5° lugar
Miolo Terroir Merlot safra 2011 – 6° lugar
Terragnolo Vale dos Vinhedos Top Merlot safra 2012 – 7° lugar
Dom Cândido Vale dos Vinhedos Documento Fino Tinto Seco Merlot safra 2011 – 9° lugar
Casa Valduga Leopoldina Terroir Merlot safra 2012 – 10° lugar

Melhor Espumante Brasileiro
Casa Valduga RSV Reserva Moscatel Espumante safra 2015 – 2° lugar
Casa Valduga 130 Brut Espumante safra 2014 – 4° lugar
Miolo Millésime Brut safra 2011 – 6° lugar
Casa Valduga RSV Reserva Blush Espumante safra 2012 – 9° lugar

Larentis abre reserva particular e celebra 15 anos com seleção de vinhos

noticias-download3911.jpgCaixa com seis rótulos emblemáticos que contam a história da vinícola já está disponível aos interessados. Foto de Eduardo Benini

Uma vinícola que completa 15 anos tem muitas histórias para contar. São 15 safras, cada uma com suas particularidades, que resultam em vinhos únicos, exclusivos. A Vinhos Larentis, do Vale dos Vinhedos, abriu sua reserva particular para compartilhar um pouco de suas melhores memórias, reunindo em uma caixa seis de seus mais emblemáticos vinhos. É uma seleção de seis vinhos que marcaram época nessa trajetória e que já estão disponíveis ao interessados. Ao abrir e degustar cada garrafa, apreciadores estarão celebrando junto com a vinícola os 15 anos de uma história familiar dedicada ao cultivo da uva e a arte de elaborar bons vinhos.

noticias-download3831

Na coleção, em uma caixa personalizada de madeira, constam o Mérito 2008, Mérito 2012, Merlot Sta Lúcia 2013, Merlot Reserva 2012, Cabernet Sauvignon Reserva 2012 e Teroldego 2013. No entanto, não se trata de uma simples coleção. Além de conter o Merlot single vineyard safra 2013 com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV), apresentado em outubro deste ano, quem comprar o kit levará uma preciosidade da família Larentis, o Mérito 2008, vinho lançado em comemoração aos 10 anos da vinícola e que está sendo disponibilizado da reserva particular da família para brindar os 15 anos.

André Larentis, enólogo da vinícola, explica que o kit é uma forma de estender a comemoração aos amantes do vinho brasileiro, porém avisa que a oferta é limitada. “Temos guardadas apenas 100 garrafas do Mérito 2008 e 50 delas serão liberadas novamente ao mercado, por meio do kit, para uma segunda comemoração. É uma iniciativa muito especial que busca oferecer uma experiência diferenciada aos nossos clientes”, explica André.

A coleção, com apenas 50 unidades, está sendo comercializada pela loja virtual no site http://www.larentis.com.br e no varejo da vinícola.

Sobre os vinhos:

Mérito 2008 – o primeiro assemblage foi lançado em comemoração aos 10 anos da Larentis, em 2011. Vinho ícone, exclusivo, elaborado a partir da união perfeita entre 60% de Merlot, 20% de Cabernet Sauvignon, 10% de Ancellotta e 10% de Marselan. Foram produzidas apenas mil garrafas de uma tiragem histórica e especial.

Mérito 2012 – passados quatro anos após o lançamento da primeira edição do Mérito é que a Larentis apresentou novamente seu vinho ícone, por meio de uvas harmoniosamente combinadas nas proporções 62% de Merlot, 15% de Cabernet Sauvignon, 15% de Marselan e 8% de Ancellotta, com uma excepcional fineza e complexidade aromática.

Merlot Reserva 2012 – esse é o vinho produzido com a uva mais emblemática da Larentis. Aliado a essa superioridade no terroir está a qualidade da safra 2012, que proporcionou a chegada de um vinho espetacular, simbólico e carregado de personalidade, após envelhecer em barricas de carvalho norte-americano por oito meses e descansar na cave, após engarrafado, por no mínimo um ano, antes de ser comercializado.

Cabernet Sauvignon Reserva 2012 – de intensos aromas de cassis, especiarias como noz moscada e pimenta preta, passas e ameixa seca, é um vinho encorpado, com bom equilíbrio e persistência na boca.

Teroldego Cepas Selecionadas 2013 – com aromas de frutas vermelhas maduras, leves notas de tostado, a linha é elaborada somente em safras propícias para a elaboração de vinhos longevos. Com origem de Trento, na Itália, a variedade ainda é pouco conhecida no Brasil.

Merlot Sta Lúcia 2013 com DOVV – São apenas 1.465 garrafas elaboradas a partir de uvas da parcela 1.1 que foi escolhida pelos aspectos técnicos do vinhedo. A excelente exposição solar, o solo de textura argilosa, o relevo ondulado e bem drenado proporcionaram condições ideais, que aliados aos cuidados e a dedicação da família Larentis resultaram em uvas de altíssima qualidade e, por consequência, em um vinho particular.

Serviço
Produto: Kit 15 anos Larentis
O que contém: 6 garrafas (Mérito 2008, Mérito 2012, Merlot Sta Lúcia 2013, Merlot Reserva 2012, Cabernet Sauvignon Reserva 2012, Teroldego 2013)
Quantidade disponível: 50 unidades
Valor: R$ 650
Contato: larentis@larentis.com.brr
Onde comprar: www.larentis.com.br – Loja Virtual

Vallotano Vinhos Nobres lança espumante LaToller Brut

mistralEspumante lançado no dia 15 foi criado especialmente para a cantora Paula Toller. Cada garrafa traz o nome de um dos maiores sucessos da cantora. Na foto Paula Toller brinda o lançamento ao lado do vinhateiro da Vallontano, Luís Henrique Zanini.

PrintO poeta do vinho Luís Henrique Zanini, vinhateiro da Vallontano Vinhos Nobres, localizada no Vale dos Vinhedos, elaborou 3000 garrafas do espumante LaToller Brut especialmente para a cantora e compositora Paula Toller, grande apreciadora e apaixonada por bons vinhos.

O rótulo foi desenhado pela premiada designer Fernanda Villa-Lobos e cada garrafa traz o nome de um sucesso da cantora. São nove títulos diferentes que podem ser conferidos.

O espumante possui perlage fina e intensa, aromas frescos e sabores harmônicos, onde sua acidez revela-se com vivacidade. Com frescor e a elegância trazidos pelas castas Pinot Noir e Chardonnay, a harmonização é perfeita para brindar à boa música e aos bons momentos.

O lançamento no Rio de Janeiro aconteceu em coquetel preparado pela premiada chef Roberta Sudbrack em seu restaurante de mesmo nome, com apoio da Mistral e presenças ilustres.

Já em São Paulo o espumante foi apresentado em evento no Marakuthai Itaim, também com apoio da Mistral, e com a presença de amigos, imprensa e com a apresentação do espumante por Paula Toller e Luís Henrique Zanini.

O Espumante é comercializado e distribuído pela Mistral. Neste link é possível ler a ficha técnica e adquiri o produto:https://www.mistral.com.br/produto/espumante-latoller-brut-vallontano

Fotos: Divulgação / Mistral

Um brinde ao Vale dos Vinhedos

Espumante-Rose.jpg

Assim como os contornos das paisagens do Vale dos Vinhedos vão se modificando à medida que sobem as temperaturas, as preferências pelas bebidas degustadas também vão se adequando ao calor da primavera e do verão.

Os espumantes elaborados nas vinícolas do roteiro enoturístico vêm, ano a ano, conquistando um espaço de destaque na referência dos consumidores, que encontram na bebida o frescor e o terroir da região para desfrutar de momentos de celebração e descontração.

Reconhecido internacionalmente, o espumante brasileiro passa por um salto de qualidade e consumo que pode ser facilmente atribuído ao aprimoramento das tecnologias por parte dos produtores. O resultado final ganha resposta na crescente preferência do consumidor. E dentro desta predileção está o Vale dos Vinhedos. Todas as vinícolas do roteiro elaboram espumantes, fazendo do local uma referência à bebida.

sabor-do-vale-giovani-nunesA estrutura dos produtores e o comprometimento com o método tradicional de elaboração, uma das exigências da Denominação de Origem, faz com que os espumantes ganhem destaque. Atualmente, os produtores pensam no cultivo de uvas exclusivamente para espumantes, fato impensável há uma década.

O diretor técnico da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos, a Aprovale, André Larentis, atesta que a qualidade dos espumantes do Vale caminha junto com o terroir da região: “Dentro da Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos o espumante vem ganhando cada vez mais representatividade e reconhecimento. Atingimos um altíssimo nível de qualidade, dado as condições do solo e clima propícias para a elaboração e o fato dos produtores do Vale terem investido em tecnologia e estudos aperfeiçoando a técnica de elaboração”, afirma Larentis.

Segundo o Regulamento da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (D.O.V.V.), 100% das uvas devem ser cultivadas nas áreas dentro dos limites do Vale dos Vinhedos. As videiras têm que ser plantadas exclusivamente em espaldeira. E, de uma forma geral, para espumantes, não se pode produzir mais do que 12 toneladas por hectare. E tudo isto deverá ser provado e reconhecido!

As variedades permitidas para espumantes na D.O.V.V. são Chardonnay, Riesling Itálico e a Pinot Noir, elaborados pelo método tradicional.

Quer conhecer este sabor no paladar?
Confira a lista de espumantes com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos:

Pizzato Vinhas e Vinhos
Pizzato Brut Rosé Tradicional
O espumante rosado da Pizzato vem sendo elaborado desde 2007, sempre pelo método tradicional e com colheita designada.
Sempre seguiu as regras da Indicação de Procedência Vale dos Vinhedos e a partir da colheita 2013 as regras da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos. Elaborado a partir de uvas próprias cultivadas no vinhedo Santa Lúcia, no Vale dos Vinhedos.

Pizzato Nature Branco Tradicional – D.O.V.V.
Vem sendo elaborado desde 2006 na modalidade Brut, sempre pelo método tradicional e com colheita designada. A partir da colheita 2012, elaborado nesta versão sem dosagem, mas não para todas as colheitas. Com a insígnia da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos.

Pizzato Brut Branco Tradicional D.O.V.V.
É referencial da casa para espumantes! De 2006 a 2008, seguiu as regras da Indicação de Procedência Vale dos Vinhedos e a partir de 2009, até a presente tiragem, todas as colheitas ostentaram a insígnia da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos.

Miolo Wine Group
Espumante Miolo Millésime Brut D.O.
O Miolo Millésime é um espumante produzido pelo método tradicional, somente em safras excepcionais com uvas de Chardonnay e Pinot Noir, cultivadas nos vinhedos da família Miolo em São Gabriel, município de Garibaldi, dentro da área demarcada da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos, região que dá origem a um dos melhores espumantes do Brasil.

Cave de Pedra
Cave de Pedra Winery Espumante Brut D.O.
O espumante elaborado pelo método tradicional, com maturação por 36 meses. Possui coloração palha com alguns reflexos esverdeados, perlage fino, persistente, intenso e encantador. Aromas remetendo a frutas secas como damascos e passas, sutilmente harmonizados a elementos cítricos e doces. Em boca um espumante muito cremoso, leve e marcante.

Foto 1: Gilmar Gomes.

Foto 2: Giovani Nunes