Harmonização entre vinho e gastronomia são atração no Despertar do Vale

Igor Guedes FotografiaEvento que abre a primavera no Vale dos Vinhedos já tem cardápio gastronômico confirmado

Nos dias 23 e 24 de setembro o Vale dos Vinhedos celebra a chegada da primavera na primeira edição do Despertar do Vale, evento promovido pela Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale.

Com 30 expositores confirmados, das 11h às 19h em ambos os dias de evento, os visitantes poderão desfrutar do melhor que o Vale dos Vinhedos oferece em um só local, nos jardins do Hotel Villa Michelon. Uma verdadeira feira a céu aberto com vinhos, espumantes, produtos da agroindústria, acessórios, passeios culturais, tenda da saúde e música de qualidade para tornar o final de semana ainda mais especial.

Para agregar valor ao evento e permitir que o visitante conheça e se delicie com o melhor da gastronomia regional, seis restaurantes tradicionais do Vale dos Vinhedos oferecerão pratos especialmente elaborados para o Despertar do Vale. Será uma ótima oportunidade para harmonizar pratos e vinhos das 11 vinícolas participantes em um só local, numa versão reduzida da oferta encontrada ao longo da rota de enoturismo mais charmosa do Brasil.

As opções são dedicadas a todos os gostos e apresentarão também valores variados que poderão ser consultados no dia do evento.

O Trattoria Mamma Gema estará presente no evento com o ravióli ao molho de gorgonzola e nozes e com o nhoque recheado com mussarela ao molho caçadora.

O Valle Rustico Restaurante oferecerá o tradicional Slow Food no Trailler Cozinha de Natureza, com costelinha suína ao barbecue, o famoso risoto de cogumelos e de sobremesa sonho de doce de leite.

O Alitália Posto Per Mangiare oferecerá o original calzone de omelete acompanhado de polenta brustolada com queijo e orégano. O visitante poderá optar pelos sabores bacon, calabresa, entrevero (frango, bacon, calabresa e coração) ou vegetariano (brócolis, cenoura e milho).

O Giordani Gastronomia Cultural homenageará o imigrante italiano e oferecerá no Despertar do Vale o Sanduíche do Imigrante.

A Osteria Del Valle, mais novo restaurante do Vale dos Vinhedos, apresentará ao público o torteline de muçarela de búfala com manteiga clarificada.

E para fechar a oferta, o Food Truck do Tiago estará presente com hambúrgueres deliciosos elaborados no coração do Vale dos Vinhedos.

Ingressos para o Despertar do Vale podem ser adquiridos junto a sede da Aprovale, no Centro de Informações Turísticas do Vale dos Vinhedos e no Varejo da Miolo Wine Group. O valor é de R$ 10 por pessoa que dá direito a uma taça Boccati. Outro diferencial do evento é que ele contará com uma bilheteria única e uma moeda exclusiva. O visitante compra a moeda do evento em um caixa único, e com esta moeda exclusiva efetua compra nas tendas participantes.

O Despertar do Vale é promovido pela Aprovale, com apoio do Hotel Villa Michelon, Sicredi, Limpacto, Boccati, Elo, Tramontina, SEGH, MídiaSul, Giordani Turismo, Fruki, Água da Pedra, Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves, Secretaria da Saúde de Bento Gonçalves, Subprefeitura do Vale dos Vinhedos, Bento Convention Bureau e Brigada Militar.

Informações sobre o evento podem ser acessadas na página www.valedosvinhedos.wordpress.com/despertardovale

Foto: Igor Guedes

 

Anúncios

Despertar do Vale abre a primavera no Vale dos Vinhedos

Hotel Villa Michelon - Merlo FotografiaEvento reunirá principais atrativos do Vale dos Vinhedos e associados Aprovale, em uma feira ao ar livre no coração do roteiro de enoturismo. (Foto: Hotel Villa Michelon/Merlo Fotografia)

Os dias 23 e 24 de setembro de 2017 prometem ser de grande confraternização e celebração do início da primavera no Vale dos Vinhedos. A estação mais colorida do ano, período em que as videiras despertam da hibernação e iniciam a brotação, será celebrada com uma grande festa nos jardins do Hotel Villa Michelon em um evento aberto ao público apreciador de vinho e gastronomia.

Por iniciativa da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale, os principais atrativos do Vale dos Vinhedos se uniram para realizar uma feira ao ar livre, dedicada aos vinhos, espumantes, gastronomia, produtos da agroindústria, assessórios, música e muita alegria e descontração.

Em ambos os dias do evento, das 11h às 19h, o visitante poderá desfrutar do melhor que o Vale dos Vinhedos oferece, em meio à natureza, podendo adquirir produtos das empresas participantes que são as vinícolas Pizzato Vinhas e Vinhos, Vinícola Torcello, Peculiare Vinhos Únicos, Miolo Wine Group, Vinícola Almaúnica, Vinícola Dom Cândido, Vinhos Don Laurindo, Vinhos Larentis, Lídio Carraro Vinícola Boutique e Casa Valduga. Biscotteria Itallinni, Dolcetto do Vale, Atelier Refúgio da Colina, Famiglia Tasca, Queijaria Valbrenta, Moinho Graciema, Devorata Trufas Artesanais, Casa Madeira, Essência di Fiori, Kelly Araldi Design, Tramontina e Boccati também abrilhantam o evento.

E para aqueles que vêm para o Vale e não abrem mão de se deliciar com a nossa gastronomia, os Restaurante Valle Rustico, Trattoria Mamma Gema, Giordani Gastronomia Cultural, Restaurante Engenho do Vale, Alitália Posto Per Mangiare e Osteria Del Valle comercializarão pratos especialmente preparados para o evento.

A Giordani Turismo será a agência de receptivo oficial e disponibilizará em seu site a venda antecipada de ingressos. Também será possível adquirir com a agência um pacote especial aliando visitas as vinícolas e a participação no evento. Para completar, em ambos os dias do Despertar do Vale, um passeio panorâmico pelo Vale dos Vinhedos em ônibus histórico estará à disposição do participante em horários determinados por valores promocionais.

Além de som ambiente, às 17hs nos dois dias do evento, a banda Farina Brother`s promete animar os presentes com um repertório recheado de rock e pop rock.
E para aproveitar as belezas do local, paletes, ombrelones e tendas estarão espalhados ao longo do jardim. Em caso de chuva, o evento será realizado da mesma maneira, pois contará com estrutura coberta.

Ingressos podem ser adquiridos junto a sede da Aprovale, no Centro de Informações Turísticas do Vale dos Vinhedos e no site da Giordani Turismo em breve. O valor é de R$ 10 por pessoa e o visitante ganhará uma taça personalizada do Vale dos Vinhedos. Outro diferencial do evento é que ele contará com uma bilheteria única e uma moeda exclusiva. O visitante compra a moeda do evento em um caixa único, e com esta moeda exclusiva efetua compra nas tendas participantes.

O Despertar do Vale é promovido pela Aprovale, com apoio do Hotel Villa Michelon, Sicredi, Limpacto, Boccati, Elo, Tramontina, SEGH, MídiaSul, Giordani Turismo, Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves, Secretaria da Saúde de Bento Gonçalves, Subprefeitura do Vale dos Vinhedos, Bento Convention Bureau e Brigada Militar.

Informações sobre o evento podem ser acessadas na página www.valedosvinhedos.wordpress.com/despertardovale

SERVIÇO:
O que: Despertar do Vale
Data: dias 23 e 24 de setembro
Horário: das 11h às 19h
Local: no entorno do lago do Hotel Villa Michelon. RS 444, Km 18,9, Estrada do Vinho – Vale dos Vinhedos.
Ingresso: R$ 10 por pessoa. Visitante recebe a taça oficial do evento.
Aquisição antecipada de ingresso: Sede Aprovale – Centro de Informações Turísticas do Vale dos Vinhedos – RS 444, Km 14.82 da Estrada do Vinho, no Vale dos Vinhedos. Em breve, venda pela internet no site da Giordani Turismo
Obs: a disponibilidade de ingressos no dia do evento dependerá da venda antecipada pela internet e pontos de venda. Garanta o seu ingresso o quanto antes para reservar a sua vaga.
Informações: www.valedosvinhedos.com.br/despertardovale ou eventos@valedosvinhedos.com.br. Também pelo telefone 54.3451.9601

Vale dos Vinhedos pode se tornar a Capital Brasileira do Enoturismo

2.jpgProposta de autoria do Deputado Giovani Cherini (PR-RS) objetiva estimular o enoturismo no Rio Grande do Sul.

Após ser reconhecido como a primeira Denominação de Origem de Vinhos no Brasil (2012) e alcançar o status de Patrimônio Histórico e Cultural do Rio Grande do Sul (2012), o Vale dos Vinhedos pode se tornar a Capital Brasileira do Enoturismo (turismo do vinho).

Projeto de Lei 4794/12 de autoria do Deputado Giovani Cherini (PR-RS) foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, com parecer favorável do deputado Covatti Filho (PP-RS) na última quarta-feira, dia 05 de julho. A PL 4795/12 também foi recomendada e objetiva criar a Rota Nacional do Turismo Enológico, composta por 14 cidades gaúchas ligadas à vitivinicultura.

Ambas as PLs de Cherini objetivam o desenvolvimento do potencial turístico regional; o fortalecimento e a ampliação da vitivinicultura; o desenvolvimento da produção industrial da uva e derivados; a organização produtiva de comunidades locais relacionadas à vitivinicultura; e a difusão da enologia.

As duas áreas deverão ter sistema gerenciador de zoneamento ecológico-econômico, estímulo às atividades festivas durante a colheita da uva e fomento a eventos ligados ao enoturismo.

As propostas tramitam em caráter conclusivo e seguem para aprovação do Senado.

O enoturismo no Vale dos Vinhedos

Localizado na Serra Gaúcha e inserido no encontro dos municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, o Vale representa o legado histórico, cultural e gastronômico deixado pelos imigrantes italianos que chegaram à região em 1875, em perfeita harmonia com as modernas tecnologias para produção de uva e vinhos finos e infraestrutura turística de alta qualidade.

Pequenas propriedades rurais compartilham o território com vinícolas de diferentes portes, contemplando desde vinícolas familiares, boutiques e de garagem, assim como grandes empresas que contam com parcerias internacionais. Completam a infraestrutura enoturística hotéis, pousadas, restaurantes, agroindústrias, ateliers de arte e artesanato local e agências de turismo, totalizando 60 empreendimentos em uma área de 72,45 km².

A Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale, fundada em 1995, é responsável pela promoção do enoturismo e gestão da Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos.

Foto: Gilmar Gomes

 

Seja bem vindo ao inverno do Vale dos Vinhedos

Almir Dupont

Na estação mais fria os visitantes são recepcionados com grandes vinhos, gastronomia variada e espaços quentes e aconchegantes.

As baixas temperaturas do inverno são muito bem vindas pela comunidade e vitivinicultores do Vale dos Vinhedos. Além de todas as delícias e experiências que o frio proporciona, neste período as videiras precisam hibernar, armazenar energia para florescer na primavera com todas as forças. Este repouso vegetativo é fundamental para o cultivo da uva e tem grande influência na próxima vindima, por isso é esperado com ansiedade pelo produtor local.

Farina Park Hotel

A estação também é a mais movimentada do ano. Nesta época nossos visitantes buscam pelo aconchego dos hotéis, que agraciam seus hospedes com bebidas quentes e vinho regional, além de acenderem suas lareiras. A gastronomia regional harmonizada também é destaque e aquece os corações com referências a comida feita pelas nonnas e pelas mammas da região

Para aqueles que não temem o frio, as paisagens por vezes acinzentadas e cobertas de neblina são poéticas e inspiradoras. E os dias de sol convidam a esquentar o corpo em meio a natureza. As temperaturas nesta época podem variar entre -5° C e 23 °C na média, por isso é bom estar preparado. Para isso, as lojas de artigos em couro e artesanatos em lã prometem lindas peças para a estação.

 

 

Couros do Valleh - Coleção Merlot Vintage

O Vale dos Vinhedos recebe visitantes todos os dias do ano. No inverno não é diferente e a expectativa é receber cerca de 160 mil pessoas nesta estação.

 

Além das visitas tradicionais, é possível participar de atividades diferenciadas oferecidas em determinados atrativos. A programação já está no ar no site e no blog do Vale dos Vinhedos e vai sendo alimentada conforme o inverno vai se estabelecendo.

Delicie-se com o aconchego da estação e brinde o inverno no Vale dos Vinhedos.

Confira a programação diferenciada: www.valedosvinhedos.wordpress.com/inverno2017

Saiba mais sobre o Vale dos Vinhedos: www.valedosvinhedos.com.br

Fotos:
1 – Almir Dupont
2 – Farina Park Hotel
3 – Couros do Valleh

Atrativos do Vale dos Vinhedos integram programação do Dia do Vinho

Dia do VinhoDe 19 de maio a 04 de junho visitantes e moradores locais poderão homenagear uma das bebidas mais amadas do Rio Grande do Sul, o vinho, em programações diferenciadas.

O Dia Nacional do Vinho é oficialmente comemorado no primeiro domingo de junho. Para celebrar esta data e toda a simbologia da bebida que tornou a Serra Gaúcha conhecida mundialmente, cinco municípios se integram para oferecer uma semana intensa de programações entorno a bebida dos deuses. Em mais de 200 ações, algumas delas realizadas no Vale dos Vinhedos, moradores locais e turistas poderão deliciar-se com eventos temáticos e programações voltadas ao mundo do vinho.

O Vale dos Vinhedos, região responsável pela elaboração de 17% dos vinhos finos e 12% dos espumantes nacionais , também comemora esta data especial com uma série de programações no período de 19 de maio a 04 de junho.

Além das visitas tradicionalmente realizadas na rota de enoturismo mais visitada do Brasil, destacam-se alguns eventos diferenciados. A tradicional Wine Run, meia maratona em meio às paisagens do Vale, será realizada no dia 20 de maio. Na noite do dia 20 de maio, a Festa Polenta & Vin, tornam a polenta e o vinho atrações especiais. Também tradicional, o Filó do Vinho no Hotel Villa Michelon acontecerá no dia 03 de junho na Casa do Filó.

A novidade deste ano é o evento Winery & Food, que acontecerá nos jardins da Cave de Pedra também em comemoração aos 20 anos da vinícola. Degustação de vinhos e venda com descontos especiais, música ambiente e food truck são algumas atrações do evento que será realizado no dia 03 de junho.

Oficinas gastronômicas, taças de vinho cortesia na refeição, drinks com vinho e espumante, drink truck,cursos de degustação e harmonização, passeios culturais, jantares harmonizados, degustações verticais e muito mais te esperam no Vale dos Vinhedos durante a programação do Dia do Vinho 2017.

A programação do Vale dos Vinhedos pode ser acessada em www.valedosvinhedos.wordpress.com/diadovinho

E a programação completa do evento pode ser acessada em: www.diadovinho.com.br

O Dia do Vinho é realizado pelo SEGH, IBRAVIN, Vinhos do Brasil e Governo do Estado do RS, com apoio de municípios e regiões produtoras de vinho. Patrocínio da Veralia.

MasterChef coloca vinho brasileiro em evidência na primeira prova externa

Time vermelho - Crédito Carlos Reinis, BandEpisódio gravado na Serra Gaúcha, com degustação de vinhos no Vale dos Vinhedos, teve como mote a harmonização de pratos com três rótulos verde-amarelos. Em passagem pela região, apresentadora e chefs-jurados do talent show elogiaram a produção nacional.

Um dos programas de entretenimento mais prestigiados e com maior índice de audiência da televisão brasileira mostrou na noite de terça (4) a qualidade e a diversidade da vitivinicultura nacional. O MasterChef Brasil exibiu, pela Band, a primeira prova coletiva fora do estúdio desta quarta temporada. E o local não poderia ser mais apropriado para elaboração de um menu harmonizado: os vinhedos da Serra Gaúcha, região responsável por cerca de 90% da produção no país.

Com articulação do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), o episódio gravado nos dias 4, 5 e 6 de março, levou aos municípios de Bento Gonçalves, Farroupilha e Pinto Bandeira os 20 competidores, os chefs-jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Érick Jacquin, a apresentadora Ana Paula Padrão, além de ex-participante, diretores e equipe técnica do talent show, que, juntos, somavam aproximadamente 80 pessoas.

Os chefs amadores tiveram como desafio o preparo de pratos que evocassem as culinárias italiana e alemã e que deveriam ser harmonizados com três rótulos verde-amarelos. Nos cardápios elaborados pelos times azul e vermelho para 80 convidados, o espumante Brut 130, da Casa Valduga, do Vale dos Vinhedos, acompanhou a entrada; o vinho tinto Reserva Merlot, da Vinícola Aurora, associada a Aprovale, o prato principal; e o espumante moscatel rosé Aquarela, da Casa Perini, a sobremesa. A trinca foi responsável por representar as regiões produtoras brasileiras e as mais de mil vinícolas existentes em todo território nacional. Atualmente, no país, cerca de 100 mil pessoas estão envolvidas com o setor.

Convidados - Crédito Carlos Reinis, BandOs vinhos utilizados na prova mostraram a pluralidade e versatilidade da vitivinicultura nacional: o espumante, que em sua categoria detém a preferência de consumo no mercado interno e é cartão de visitas internacional da produção brasileira; o tinto da variedade Merlot, considerada emblemática e uma das com a melhor adaptação ao terroir do país; e o Moscatel, outro produto de excelência e de crescente aceitação entre os consumidores dentro e fora do Brasil.

“Fazia cinco anos que não vinha para cá. Estou impressionada com a qualidade dos vinhos e da gastronomia. A cultura do vinho é muito pronunciada em toda a região”, revelou entre os intervalos das gravações a apresentadora do MasterChef Brasil, Ana Paula Padrão.

Para retratar a vitivinicultura nacional aos telespectadores do talent show, Ana Paula entrevistou o sommelier Maurício Roloff e os enólogos André Peres Jr, Eduardo Valduga e Franco Perini. O quarteto também foi incumbido de apresentar aos 20 competidores os rótulos da prova e dar dicas de como harmonizá-los com ingredientes da gastronomia típica da região. “A pessoa que tomou o vinho brasileiro há 10 ou 30 anos guarda na memória que o vinho brasileiro não era tudo isso, que talvez valesse a pena comprar vinhos importados. Hoje o vinho brasileiro é moderno, é fácil de beber, é fácil de combinar, tem muita diversidade”, disse em rede nacional o sommelier Maurício Roloff, que representou o Ibravin na ocasião.

Para o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini, o respaldo conquistado é reflexo deTime azul - Crédito Carlos Reinis, Band investimentos e aprimoramento do setor, além de reconhecimentos nacionais e internacionais conquistados ano após ano. Só na última década foram mais de 2,5 mil condecorações em concursos no Exterior. “A repercussão do programa está sendo muito positiva, destacando e valorizando para todo o país a qualidade dos nossos produtos. A prova utilizou insumos locais e descomplicou a harmonização dos vinhos e espumantes, aproximando-os do consumidor, além de reforçar o enoturismo e a gastronomia da região”, avalia Bertolini.

Além do episódio gravado no interior do Rio Grande do Sul, os vinhos estarão presentes em toda quarta temporada de MasterChef Brasil. Uma adega instalada junto ao mercado utilizado nas provas pelos competidores, oferecerá diferentes variedades de rótulos para aproveitamento nas receitas.

Para conferir o programa na íntegra, basta acessar a página do MasterChef no YouTube: https://www.youtube.com/playlist?list=PL7HLCnqzgei8w0BZoPLxaoJYRjT_gIDPm

Fotos: Carlos Reinis / Band

Vinho brasileiro será tema da primeira prova fora do estúdio de MasterChef

Convidados - Crédito Carlos Reinis, BandEpisódio gravado em municípios da Serra Gaúcha será exibido na próxima terça-feira, 4 de abril. Três rótulos verde-amarelos, dentre eles vinícolas do Vale dos Vinhedos, representarão a diversidade da vitivinicultura nacional

Os fãs da vitivinicultura brasileira terão motivos especiais para assistir o próximo episódio de MasterChef Brasil. Na noite de terça-feira, 4 de abril, irá ao ar a primeira prova coletiva fora do estúdio desta temporada. E o local não podia ser mais apropriado para elaboração de um menu harmonizado: os vinhedos da Serra Gaúcha, região responsável por cerca de 90% da produção nacional.

Ana Paula Padrão, Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin - Crédito Carlos Reinis, BandGravada nos municípios de Bento Gonçalves, Farroupilha e Pinto Bandeira, no interior do Rio Grande do Sul, a prova desafiará os 20 competidores a prepararem pratos típicos italianos e alemães, que deverão ser acompanhados com rótulos verde-amarelos. Três vinícolas serão as responsáveis por representar a diversidade e qualidade da vitivinicultura nacional no maior talento show da televisão brasileira: Aurora, Casa Perini e Casa Valduga.

E claro que o Vale dos Vinhedos não ficou de fora desta atração. A Casa Valduga possui sua sede no coração do Vale dos Vinhedos e a Cooperativa Vinícola Aurora, além de ser associada a Aprovale, possui inúmeros cooperados no Vale. Ambas terão seus vinhos como estrelas do programa.

Time vermelho - Crédito Carlos Reinis, Band

Nos episódios dos dias 14 e 21 de março, o programa deu os primeiros sinais de que a bebida de Baco estaria presente nesta temporada. As paisagens de vinhedos e de uma prova coletiva, junto com a narração da Ana Paula Padrão informando sobre a gravação de um episódio em uma “típica vinícola gaúcha” deram as dicas iniciais da novidade. Também, no início do mês, os jurados da atração, Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin, postaram fotos em locais da Serra Gaúcha.

Time azul - Crédito Carlos Reinis, Band

No programa de ontem (28) foi possível ter mais detalhes de como será a prova entre os times azul e o vermelho. O grupo irá preparar um almoço para 80 “exigentes” convidados. Assista a última parte do episódio na íntegra: https://youtu.be/VDB4_fLeo3Y

O MasterChef é transmitido pela Band às terças-feiras, às 22h30min, com exibição simultânea no site e no aplicativo da emissora para smartphones, sendo também reproduzido pelo Discovery Home & Health, nas sextas, às 19h20min, com reapresentação aos domingos às 21h45min.

FOTOS
Crédito: Carlos Reinis/Band