Vindima no Vale dos Vinhedos: trabalho, dedicação e alegria na colheita da uva

cropped-02.jpgFoto: Acervo Miolo Wine Group

Chegamos ao verão, estação sinônimo de férias e descanso para muitos. No Vale dos Vinhedos é a estação da colheita literal de nossos frutos. É quando alcançamos o momento mais glorioso e também do trabalho mais árduo: a Vindima.

Durante o ano, produtores rurais, enólogos e suas equipes esforçam-se incansavelmente para que as videiras cumpram seus ciclos em cada estação. Outono, inverno e primavera têm papel fundamental no desenvolvimento das videiras e frutos. Neste processo evolutivo, a natureza e o homem se aliam para originar aquelas que são o motivo do Vale dos Vinhedos existir: as uvas.

O ápice de todo este esforço acontece no verão, quando as diversas variedades que originam vinhos de características únicas, são colhidas pela comunidade e pelos viticultores do Vale.

cropped-03.jpgFoto: Gilmar Gomes – Acervo Aprovale

Ao mesmo tempo que o trabalho de colheita é realizado, o espírito da Vindima toma conta dos nossos ares como que por magia: aromas adocicados pairam no ar, as paisagens mudam suas tonalidades alternando as cores das videiras e uvas com os chapéus de palha dos trabalhadores, a temperatura instiga a viver experiências junto a natureza e até mesmo o som dos tratores nos traz a nostalgia de tempos passados. A alegria toma conta até mesmo daqueles que não trabalham diretamente com a colheita: recepcionistas, garçons, camareiras, artesãos. Todos são contagiados pelo espírito de renovação da Vindima, em um mesmo clima de comemoração e de recomeço.

Por aqui, não apenas um ano novo se inicia. É uma nova safra, com novos e únicos vinhos e espumantes que trazem consigo a herança de nossos ancestrais, o aprendizado de nossos nonos, nonas, pais e mães refletidos nas milhares de caixas de uva e nas novas garrafas que descansarão nas adegas de nossas vinícolas.

A Vindima é o nosso melhor jeito de iniciar um novo ciclo, colhendo os frutos de nosso trabalho e oferecendo aos nossos visitantes o que melhor sabemos fazer: receber erguendo um brinde ao novo!

Programação especial para curtir a Vindima

m4d_9846Foto: Merlo Fotografia – Acervo Villa Michelon

Para aproveitar a Vindima em todos os seus aspectos, os atrativos do Vale dos Vinhedos oferecem atividades especiais no período de 07 de janeiro a 19 de março.

A Abertura Oficial da Vindima no Vale dos Vinhedos acontecerá no dia 28 de janeiro, no Hotel Villa Michelon. O evento contará com a bênção dos parreirais e dos vitivinicultores, colheita e pisa das uvas com as Soberanas do Vale dos Vinhedos e filó italiano de confraternização.

Durante o período, a colheita e pisa das uvas também poderá ser realizada em outros empreendimentos, em pacotes de um dia ou com hospedagem inclusa para um final de semana especial. Hotel & Spa do Vinho, Casa Valduga, Hotel Villa Michelon, Pousada Florenza e o Circolo Trentino di Bento Gonçalves oferecem esta atividade mediante reserva antecipada.

Eventos que unem gastronomia e vinho também são atração no período: o Winery & Food Cave de Pedra e o Cálice de Estrelas acontecem já no dia 14 de janeiro. E para os amantes do esporte, a Maratona do Vinho será realizada no dia 12 de fevereiro em meio às paisagens do Vale dos Vinhedos e da Estrada do Sabor. E a La Sfida Vindima 2017 será realizada nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro, em três cidades – Pinto Bandeira, Garibaldi e Bento Gonçalves – sendo encerrada no Vale dos Vinhedos. Ambas estão com inscrições abertas.

maratona-do-vinhoFoto: Maratona do Vinho

Piqueniques em meio aos parreirais carregados de uvas são atração também na Vinhos Larentis e na Cave de Pedra. A atividade também pode ser realizada no Jardim Leopoldina.

Oficinas de drinks com vinhos e espumantes e mini curso sobre uvas e vinhos são oferecidos pela Cooperativa Vinícola Aurora. E as tradicionais oficinas gastronômicas com temas variados são ofertadas pelo Valle Rustico Restaurante.

A Pizzato Vinhas e Vinhos oferecerá a oportunidade de realização de degustações verticais, além de harmonizar tábuas de frios de sabores variados com seus vinhos. E o Wine Garden, nos jardins da Miolo Wine Group segue durante a Vindima, com inúmeros eventos especiais.

dsc_0093Foto: Acervo Vinhos Larentis

A Vinícola Dom Cândido levará seus visitantes para conhecer os parreirais e realizará degustação orientada durante o período. Cursos de degustação e cursos de harmonização na Miolo Wine Group e na Casa Valduga complementam a oferta de atrações para o período.

Venha vivenciar conosco as belezas da Vindima 2017. Esperamos você com uma série de atrações e atividades diferenciadas, de 07 de janeiro a 19 de março.

Programação completa em: www.valedosvinhedos.com.br ou www.valedosvinhedos.wordpress.com/vindimavaledosvinhedos

Vale dos Vinhedos recebe a La Sfida Vindima 2017

la-sfida

Corrida com 3 dias de prova é um verdadeiro desafio exclusivo para 300 guerreiros amantes do esporte e do turismo

Vindima é a colheita da uva. No Rio Grande do Sul ela acontece nos meses de fevereiro e março, sendo a época mais esperada do ano tanto para moradores locais, como para visitantes que desejam viver a experiência inesquecível de presenciar a colheita.

Assim, a La Sfida – Vindima 2017 busca o equilíbrio entre o desafio de vencer e a experiência de vivenciar os costumes da região onde é realizada, na época em que as uvas são colhidas para a elaboração de vinhos e espumantes.

Este será um evento esportivo-turístico exclusivo para 300 atletas e acompanhantes, com três dias de atividades em três cidades distintas: Pinto Bandeira, Garibaldi e Bento Gonçalves. As provas acontecerão nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro de 2017, mas a programação abrange 4 dias e 3 noites com atividades esportivas e turísticas all inclusive.

Tudo começa com uma corrida matinal desafiadora (Corsa) no meio dos parreirais, estradas e cidades da região. Almoços típicos que retratam os costumes italianos, Passeio de Maria Fumaça e degustação de uvas e vinhos são algumas das atrações. Como gran finale, um brunch no domingo, junto às videiras de uma das maiores vinícolas do Vale dos Vinhedos.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 15 de janeiro no site do evento, onde também está detalhada a programação do evento.

SERVIÇO
O que: La Sfida Vindima 2017
Quando: 17, 18 e 19 de fevereiro
Local: Pinto Bandeira, Garibaldi e Bento Gonçalves. Encerramento no Vale dos Vinhedos.
Distâncias: Corsa corta – 22,1Km em 3 dias / Corsa lunga – 42,8 Km em 3 dias
Realização: Multiprom Eventos Ltda
Valores: a partir de R$ 750,00 no Pacco individuale 1 – Somente corrida
Inscrições até 15 de janeiro: https://www.ativo.com/calendario/todos/america-do-sul/br/rs/bento-goncalves/outros/23768/la-sfida-vindima-2017

Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos é apresentada em eventos no Espírito Santo

do.jpgcropped-primavera-vale-dos-vinhedos010-fotos-gilmar-gomes1.jpg

O Vale dos Vinhedos é pioneiro quando se trata de Indicações Geográficas no Brasil. A localidade mundialmente conhecida pela elaboração de vinhos finos de qualidade foi reconhecida em 2002 como Indicação de Procedência (I.P.) e em 2012 como Denominação de Origem (D.O.). Ambas as nomenclaturas identificam que uma região elabora um produto reconhecido, que reflete características únicas, resultantes das variações climáticas, da terra, do cultivo, da cultura e do saber fazer de um local.

Por ter sido a primeira I.P. e a primeira D.O. de vinhos no Brasil, o case do Vale dos Vinhedos é solicitado em inúmeras palestras pelo Brasil, geralmente em localidades que buscam aprimorar-se no tema para também solicitar junto ao INPI o reconhecimento de suas regiões como Indicações Geográficas (I.G.).

ig

No segundo semestre de 2016, após participar de dois Encontros da Comissão de Estudo Especial (CEE) de I.G. da ABNT e Grupo de Trabalho das IGs brasileiras, um em Florianópolis e outro no Rio de Janeiro, e além de receber grupos técnicos do Paraná e de Roraima, os meses de outubro e novembro foram de apresentação do case e de aprendizado no estado do Espírito Santo. O consultor técnico da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale, Jaime Milan, foi o representante da entidade e palestrante nestes eventos.

No dia 13 de outubro o Vale dos Vinhedos participou do Fórum Origem Capixaba: Indicações Geográficas e Marcas Coletivas, promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e pela Superintendência Federal de Agricultura no Espírito Santo. Na oportunidade, além de participar da solenidade de posse dos membros do Fórum, foi realizada uma apresentação sobre a IG do Vale dos Vinhedos para vinhos e espumantes.

Entre 21 a 23 de novembro o Vale dos Vinhedos retornou ao Espírito Santo, desta vez para o Curso Básico de IG e Marcas Coletivas. O case do Vale dos Vinhedos foi apresentado em duas oportunidades para um grupo de 40 técnicos, provenientes do norte e nordeste do Brasil. O evento foi organizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Sebrae, com a finalidade de atualização de seus quadros . No primeiro dia a temática foi o “Regulamento de Uso de IG e Regulamento de Utilização de Marcas Coletivas”. No segundo foram analisadas as “Normas de controle”.

parceiros

Segundo Jaime Milan, “o pioneirismo da Aprovale é reconhecido em todo o país, razão pela qual é solicitada a apresentar sua experiência a diferentes segmentos do agronegócio brasileiro. O próximo será no dia 9 de dezembro, para produtores de café do oeste de Minas Gerais. Estas demandas são muito gratificantes, pois reconhecem e valorizam o trabalho conjunto de agricultores, empresários, Embrapa, entidades de ensino, Sebrae e prefeituras dos municípios que formam a região demarcada. Mais importante ainda é poder repassar estes conhecimentos aos brasileiros que trabalham pelo desenvolvimento deste país”.

A Aprovale encerra seu ciclo de viagens e palestras de 2016 com um Workshop sobre Indicações Geográficas no dia 09 de dezembro às 17h, na cidade de Santo Antônio do Amparo, em Minas Gerais. O objetivo é trocar experiências com produtores de café no Sul de Minas Gerais na região Campo das Vertentes.

Algumas palestras já realizadas em 2016:
Foto 1: Conferência realizada na sede da Aprovale com alunos do Grupo GeRedes Unisinos. Na oportunidade o presidente da Aprovale, Márcio Brandelli, a diretora de associados setoriais, Maria Alice Farina e o consultor técnico, Jaime Milan apresentaram o case do Vale dos Vinhedos.

Foto 2: Palestra aos alunos do Curso de Gestão em Turismo do Instituto Federal de Santa Catarina, campus de Sombrio. A turma de Gestão em Turismo visita o Vale dos Vinhedos todos os anos, com novos alunos, e participa de palestra sobre o Vale dos Vinhedos.

Foto 3: Produtores de Cachaça de Paraty – RJ, em evento de troca de experiências entre as duas Indicações Geográficas: o Vale dos Vinhedos como IG de vinhos e Paraty como IG de cachaça.

Fotos de Naiára Martini

Final de ano repleto de atrações no Vale dos Vinhedos

foto-1Ceias de Natal e Reveillon e pacotes completos de hospedagem prometem tranquilidade aliada às comemorações de encerramento do ano. Foto: Acervo Hotel Villa Michelon

As festas de final de ano possuem uma energia contagiante, inundando nossos corações de alegria e satisfação pelo encerramento de um ciclo e de esperança pelo início de um novo ano, de novos projetos, novas realizações.

No Vale dos Vinhedos a magia do natal coincide com a transição da primavera para o verão, quando a expectativa de início da safra toma conta de todos os que aqui vivem e dos visitantes que nos procuram para desfrutar deste momento especial.

foto-2Foto: Gilmar Gomes

Todas estas características se refletem na programação especial de final de ano divulgada hoje pelo Vale dos Vinhedos. Pacotes de hospedagem e ceias de Natal e Reveillon são as grandes atrações para os que buscam se afastar do cotidiano, alternando momentos de festejo com as tradicionais atividades já realizadas no enoturismo no Vale dos Vinhedos. Elas dividem espaço com as primeiras atividades da vindima – colheita da uva, que são lançadas em dezembro.

Esta também é a época de refletir através das manifestações religiosas cultuadas desde a chegada dos primeiros imigrantes italianos. A comunidade do Vale dos Vinhedos ainda realiza encontros de Natal, a noite dos Reis Magos e a partilha, atividades que podem ser desfrutadas também pelos visitantes que buscam a verdadeira imersão em nossa cultura e viver o espírito de Natal em sua essência.

foto-3Foto: Trailer Cozinha de Natureza, por Igor Guedes Fotografia

As programações ao ar livre, como piqueniques e caminhadas, se mantém aproveitando o período primavera/verão, quando nossas paisagens são deslumbrantes. Cursos de degustação, harmonização, produtos inspirados no Natal, promoções de espumantes e cardápios baseados no que a estação nos oferece também são opções para aqueles que desejam fugir da rotina no melhor que o Vale dos Vinhedos oferece.

A programação completa pode ser acessada no link: www.valedosvinhedos.wordpress.com/natalnovale

Ou no Facebook, com postagens constantes: www.facebook.com/valedosvinhedos

Deixe-se envolver pela Primavera no Vale dos Vinhedos

Foto 2.jpgComo de costume, a estação do ano se altera e o Vale dos Vinhedos diversifica sua oferta

O final de setembro e o início de outubro anunciam o período de transformações no Vale dos Vinhedos. As alterações sutis da paisagem revelam o despertar dos parreirais e o surgimento dos primeiros cachos de uva, brotos e flores, que aos poucos se avolumarão preenchendo os vales e montanhas de nossa paisagem das mais diversas cores.

Setembro, outubro e novembro também são meses para aproveitar as atividades diferenciadas oferecidas pelos atrativos do roteiro. As temperaturas amenas inspiram as atividades ao ar livre, que podem ser alternadas com cursos de degustação, gastronomia inspirada na primavera, a compra de produtos sazonais, sorteios, promoções, oficinas de gastronomia e passeios culturais. A dica para quem deseja realizar as visitas tradicionais às vinícolas é conhecer os vinhos leves, brancos e espumantes, que combinam perfeitamente com as temperaturas e o colorido da estação.

foto-1
Vinhos leves, brancos e espumantes combinam perfeitamente com as temperaturas e o colorido da estação. Conheça a versatilidade dos Vinhos do Vale dos Vinhedos.

A programação de Primavera no Vale dos Vinhedos inicia no dia 23 de setembro e se estende até o dia 21 de dezembro. Para aproveitar, permaneça alguns dias na região, hospedando-se em um dos hotéis do roteiro. Pacotes especiais são ofertados durante o período, nas mais variadas categorias, para todos os bolsos.

Alguns destaques da programação
O tradicional Passeio Ciclístico de Primavera organizado pelo Hotel Villa Michelon, acontecerá no dia 16 de outubro. Serão cerca de 5.5 km de percurso entre terrenos planos e subidas, em um trajeto que pode ser desfrutado por toda a família. Ao longo do percurso, paradas para água e degustação de suco de uva ofertados pelas vinícolas Torcello e Almaúnica.

Para aqueles que desejam aprender mais sobre o mundo do vinho, cursos de degustação e harmonização com a Miolo Wine Group ou com a Casa Valduga. E para aqueles que desejam aprender a cozinhar com grandes chefs e profissionais da cozinha, o destaque fica por conta das oficinas variadas oferecidas pelo Valle Rustico Restaurante.

foto-3
Oficinas de gastronomia e refeições ao ar livre são grandes apostas da estação.

Se o objetivo é desfrutar de refeições com vista para grandes paisagens, a dica são os piqueniques oferecidos pelo Jardim Leopoldina e Vinhos Larentis. A Trattoria Mamma Gema estará também com a programação de cozinha ao vivo, nos jardins do restaurante.

E o contato com a natureza também é a proposta do Wine Garden, Food Truck estacionado nos jardins da Miolo. Na Pizzato Vinhas e Vinhos, além das paisagens, a proposta é harmonizar tábuas de queijos ou charcutaria com vinhos da casa.

E as crianças não ficam de fora da programação de primavera: além do passeio ciclístico, a Biscotteria dei Bambini é uma ótima oportunidade para os pequenos colocarem as mãos na massa e aprenderem a fazer biscoito, na Biscotteria Itallinni.
Para ter acesso a programação completa, acesse o site do Vale dos Vinhedos: www.valedosvinhedos.com.br ou

Baixe a programação em PDF clicando AQUI!

Foto 1: Acervo Hotel & Spa do Vinho Condomínio Vitivinícola
Foto 2: Almir Dupont
Foto 3: Acervo Valle Rustico Restaurante

Giordani Gastronomia Cultural: a história por trás da boa mesa e das paredes em madeira

Giordani2

Passear por algumas estradas do Vale dos Vinhedos é como viajar no tempo. Um portal invisível nos transporta para épocas onde as atividades diárias eram simples e prazerosas e, a partir daí, aproveitar o tempo sem pressa se torna uma obrigação. Respirar o ar puro, ouvir o som dos pássaros e encontrar eventualmente alguma casa antiga, que guarde memórias e histórias dos antepassados, nos faz sentir parte de toda a vida que pulsa no Vale dos Vinhedos.

Um dos casarões antigos e cheios de história que podem ser encontrados no Vale dos Vinhedos é o que abriga o Giordani Gastronomia Cultural. Impossível não se encantar ao passar em frente ao imponente prédio na beira da Via Trento.

Apesar de famoso pela gastronomia que resgata a história dos imigrantes, o que poucos sabem é que o restaurante guarda em sua estrutura arquitetônica uma linda história de perseverança e amor pelo passado, amor pela família e pelas bases que esta criou para que gerações de descendente se mantivessem fortes e vivas. Estamos falando de uma das mais tradicionais famílias da região do Vale dos Vinhedos: a família Giordani.

Zelavir
Zelavir Giordani, construtor do casarão, e sua esposa, sra.Dulce, rodeados pelos netinhos.

As memórias dos Giordani encontram-se ali, as margens da Via Trento, nos alicerces que sustentam o charmoso casarão rústico de madeira que abriga o Giordani Gastronomia Cultural. De origem italiana, costumes tipicamente interioranos e subsistência rural, o grande responsável pela construção do prédio foi o patriarca Zelavir Paulo Giordani, que conta com orgulho os detalhes da obra, que ergueu com as próprias mãos.

O resgate da história e a reconstrução do prédio teve início no ano de 2005, nas horas vagas de Zelavir. Ele tinha como subsistência o cultivo de frutas, mas como sonho a construção de uma pousada em formato de pipa, o barril de vinho.

A concepção inicial não evoluiu, o projeto mudou. Mas Zelavir não abandonou o sonho de ter as pipas em sua construção. Com o objetivo claro de resgatar a cultura local e construir um ambiente peculiar repleto de história sem perder a simplicidade, ele utilizou a madeira de antigas pipas de vinho de uma cooperativa vinícola da região. Com elas fez a parte interna, aberturas e mesas da casa. Foram cerca de 10 barris de vinho de grande porte, desdobrados e plainados para dar origem a construção, que posteriormente foi revestida com madeira de jatobá, afinal as pipas de vinho eram grandes, porém não possuíam as tábuas de 6 metros de altura que a construção exigia.

Acredita-se que sete metros cúbicos de pipas de vinho originaram esta construção. São paredes que guardaram a média de 115 a 130 mil litros de vinho cada, por ano de produção, durante 5 décadas.

Naiára Martini
Ambiente decorado com peças antigas de diversas épocas. Foto de Naiára Martini.

Com 400 metros quadrados de área, o prédio conta com um porão de pedra, construído na estrutura da antiga casa da Família Giordani. Este espaço é carinhosamente chamado de Cantina Nono Béppi, pois ainda guarda as pedras originais da primeira construção. O salão principal, no primeiro andar, é a Casa Ottone, que abriga o restaurante e um armazém com produtos regionais. O segundo andar é a moradia da família, que conta também com um sótom.

A casa ainda guarda objetos antigos de diversas épocas, como uma homenagem aos antepassados, e que constroem um ambiente interno acolhedor e aconchegante. O destaque da decoração fica por conta da cultura da uva e do vinho: uma roda de carroça foi transformada no lustre da iluminação central do ambiente principal. Garrafões de vinho cuidadosamente trabalhados de forma artesanal deram origem aos lustres da iluminação lateral. Garrafas de vinho, pipas, cristaleiras, espelhos de época deixam o ambiente ainda mais característico.

Giordani
Gastronomia de resgate oferecida pelo Giordani Gastronomia Cultural. Foto de Eduardo Benini

E se não bastasse, a Família Giordani abre as portas deste lindo casarão aqueles que desejam saborear a gastronomia cultural da imigração italiana, resgate da origem do Vale. Com sabor caseiro da comida da nona, os pratos servidos são o convite para horas de papo ao redor da mesa, com a simpatia do atendimento daqueles que tem muita história pra contar. Os sabores e aromas da região são regados a um bom vinho do Vale dos Vinhedos, também vendidos no armazém da casa.

Além do tradicional galeto, da sopa de capeleti, do radicci com bacon e da polenta, o Giordani oferece uma variedade de massas, o nhoque, a costelinha suína, o tortéi. Na sobremesa, além do sagu com creme, tem ambrosia, biscoitos, chás, cachacinhas artesanais e tantas outras delícias. Para se fartar de história, cultura e boa comida!

Larentis promove “Um dia de poda” em dois finais de semana

noticias-download3725.jpg

Programa acontecerá nos dias 30 de julho e 6 de agosto na sede da vinícola, no Vale dos Vinhedos

Fazer a limpeza dos ramos em excesso da videira e limitar seu comprimento é um procedimento importante e realizado todos os anos no inverno da Serra Gaúcha pelos viticultores. Essa atividade possibilitará o equilíbrio da brotação, a renovação e favorecimento da produção nos parreirais com a melhora da qualidade da uva. E para proporcionar essa experiência também a turistas, a Larentis, localizada no Vale dos Vinhedos, promove anualmente o programa “Um dia de poda”. Em 2016 ele será realizado no último fim de semana de julho, no dia 30, e no primeiro de agosto, dia 6, ambos a partir das 14h30. As vagas são limitadas para 20 pessoas.

Na programação está prevista recepção e em seguida será ministrada palestra de 30 minutos, que tratará do segredo da poda na qualidade dos vinhos, trazendo informações e curiosidades a respeito da produção vitivinícola. Em seguida serão fornecidas instruções para a poda e posteriormente acontece a poda, momento em que os visitantes pegam a tesoura para a prática que se repete todos os anos, durante cerca de um mês. O encontro encerra com uma visitação técnica à vinícola e degustação técnica de vinhos e espumantes Larentis.

Para André Larentis, enólogo da vinícola, é importante mostrar aos visitantes que existem processos de produção importantes a serem realizados durante todo o ano até chegar o momento da colheita da uva e a elaboração do vinho. “A qualidade dos vinhos e espumantes depende de várias práticas realizadas nos vinhedos, a primeira delas é a poda, por isso o projeto abre as portas para os visitantes conhecerem essa atividade pouco conhecida, o que também aproxima o consumidor”, ressalta.

SERVIÇO

Evento: “Um dia de poda!”
Quando: 30 de julho e 06 de agosto de 2016
Horário: 14h30
Valor: R$ 40
Informações e reservas: 54 3453-6469 | larentis@larentis.com.br
Vagas limitadas

Foto: divulgação