Atrativos do Vale dos Vinhedos integram programação do Dia do Vinho

Dia do VinhoDe 19 de maio a 04 de junho visitantes e moradores locais poderão homenagear uma das bebidas mais amadas do Rio Grande do Sul, o vinho, em programações diferenciadas.

O Dia Nacional do Vinho é oficialmente comemorado no primeiro domingo de junho. Para celebrar esta data e toda a simbologia da bebida que tornou a Serra Gaúcha conhecida mundialmente, cinco municípios se integram para oferecer uma semana intensa de programações entorno a bebida dos deuses. Em mais de 200 ações, algumas delas realizadas no Vale dos Vinhedos, moradores locais e turistas poderão deliciar-se com eventos temáticos e programações voltadas ao mundo do vinho.

O Vale dos Vinhedos, região responsável pela elaboração de 17% dos vinhos finos e 12% dos espumantes nacionais , também comemora esta data especial com uma série de programações no período de 19 de maio a 04 de junho.

Além das visitas tradicionalmente realizadas na rota de enoturismo mais visitada do Brasil, destacam-se alguns eventos diferenciados. A tradicional Wine Run, meia maratona em meio às paisagens do Vale, será realizada no dia 20 de maio. Na noite do dia 20 de maio, a Festa Polenta & Vin, tornam a polenta e o vinho atrações especiais. Também tradicional, o Filó do Vinho no Hotel Villa Michelon acontecerá no dia 03 de junho na Casa do Filó.

A novidade deste ano é o evento Winery & Food, que acontecerá nos jardins da Cave de Pedra também em comemoração aos 20 anos da vinícola. Degustação de vinhos e venda com descontos especiais, música ambiente e food truck são algumas atrações do evento que será realizado no dia 03 de junho.

Oficinas gastronômicas, taças de vinho cortesia na refeição, drinks com vinho e espumante, drink truck,cursos de degustação e harmonização, passeios culturais, jantares harmonizados, degustações verticais e muito mais te esperam no Vale dos Vinhedos durante a programação do Dia do Vinho 2017.

A programação do Vale dos Vinhedos pode ser acessada em www.valedosvinhedos.wordpress.com/diadovinho

E a programação completa do evento pode ser acessada em: www.diadovinho.com.br

O Dia do Vinho é realizado pelo SEGH, IBRAVIN, Vinhos do Brasil e Governo do Estado do RS, com apoio de municípios e regiões produtoras de vinho. Patrocínio da Veralia.

Vale dos Vinhedos recebe o evento “Buona Forchetta” do Destemperados

Buona Forchetta.jpg

No primeiro final de semana de maio o Destemperados vai subir a Serra e levar o “Buona Forchetta” para o Vale dos Vinhedos.

“Buona Forchetta”, traduzido do italiano, significa “bom de garfo”. Por isso esta feirinha é dedicada à aproximação entre produtores e consumidores “bons de garfo” que tem interesse em adquirir produtos de qualidade. No caso do Vale dos Vinhedos, conhecido mundialmente pela elaboração de grandes vinhos, o evento vai além: bons de taça serão muito bem vindos para apreciar as 10 vinícolas presentes neste evento.

A feirinha reunirá os diversos produtores e vinícolas da Serra Gaúcha no jardim do Hotel Vila Michellon. O ingresso adquirido no local dará direito a um dia de degustação de vinhos, pães, queijos, copa, geleias, biscoitos e mais delícias que também estarão à venda no local. Ou seja, além de degustar, você poderá comprar direto dos produtores expositores.

O valor do ingresso é de R$ 10 por pessoa, dá direito à entrada e degustação dos produtos e vinhos da feira.

Pra quem é bom de garfo mesmo e quiser colocar o almoço na programação, Altemir Pessali, Chef da Trattoria Mamma Gema, e Rodrigo Bellora, Chef do Valle Rustico Restaurante, estarão cozinhando juntos: uma costelinha de porco no menarosto com um risoto de cogumelos que serão colhidos no dia do evento. O valor do prato será de R$ 20 (somente em dinheiro).

A feirinha acontece no dia 6 de maio, das 11h às 18h, no jardim do Hotel Villa Michelon, no Vale dos Vinhedos.

As vinícolas que estarão presentes são: Casa Pedrucci, Lovara Vinhas e Vinhos, Vinícola Salton, Vinícola Don Giovanni, Vinhedo Soliman, Vinícola Peterlongo, Grupo Miolo, Vinícola Larentis, Casa Perini e Vinícola Arbugeri.

Produtores presentes: Granberg Alimentos com copa, salame e copa light; Biscotteria Itallinni e seus biscoitos artesanais; Devorata trufas artesanais; Casa do tomate; Casa da Ovelha; Queijaria Valbrenta com queijos diversos; Casa Madeira com geleias, antepastos, aceto balsâmico; Pane e Salute com pães de fermentação natural e Gallon Sucos com sucos de uva.

SERVIÇO
Quando: 6 de maio, das 11h às 18h.
Onde: Jardim do Hotel Villa Michelon, no Vale dos Vinhedos.
Quanto: R$ 10 (ingressos serão vendidos na hora). Entrada gratuita para crianças de até 7 anos. Degustação de bebidas alcoólicas proibida

MasterChef coloca vinho brasileiro em evidência na primeira prova externa

Time vermelho - Crédito Carlos Reinis, BandEpisódio gravado na Serra Gaúcha, com degustação de vinhos no Vale dos Vinhedos, teve como mote a harmonização de pratos com três rótulos verde-amarelos. Em passagem pela região, apresentadora e chefs-jurados do talent show elogiaram a produção nacional.

Um dos programas de entretenimento mais prestigiados e com maior índice de audiência da televisão brasileira mostrou na noite de terça (4) a qualidade e a diversidade da vitivinicultura nacional. O MasterChef Brasil exibiu, pela Band, a primeira prova coletiva fora do estúdio desta quarta temporada. E o local não poderia ser mais apropriado para elaboração de um menu harmonizado: os vinhedos da Serra Gaúcha, região responsável por cerca de 90% da produção no país.

Com articulação do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), o episódio gravado nos dias 4, 5 e 6 de março, levou aos municípios de Bento Gonçalves, Farroupilha e Pinto Bandeira os 20 competidores, os chefs-jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Érick Jacquin, a apresentadora Ana Paula Padrão, além de ex-participante, diretores e equipe técnica do talent show, que, juntos, somavam aproximadamente 80 pessoas.

Os chefs amadores tiveram como desafio o preparo de pratos que evocassem as culinárias italiana e alemã e que deveriam ser harmonizados com três rótulos verde-amarelos. Nos cardápios elaborados pelos times azul e vermelho para 80 convidados, o espumante Brut 130, da Casa Valduga, do Vale dos Vinhedos, acompanhou a entrada; o vinho tinto Reserva Merlot, da Vinícola Aurora, associada a Aprovale, o prato principal; e o espumante moscatel rosé Aquarela, da Casa Perini, a sobremesa. A trinca foi responsável por representar as regiões produtoras brasileiras e as mais de mil vinícolas existentes em todo território nacional. Atualmente, no país, cerca de 100 mil pessoas estão envolvidas com o setor.

Convidados - Crédito Carlos Reinis, BandOs vinhos utilizados na prova mostraram a pluralidade e versatilidade da vitivinicultura nacional: o espumante, que em sua categoria detém a preferência de consumo no mercado interno e é cartão de visitas internacional da produção brasileira; o tinto da variedade Merlot, considerada emblemática e uma das com a melhor adaptação ao terroir do país; e o Moscatel, outro produto de excelência e de crescente aceitação entre os consumidores dentro e fora do Brasil.

“Fazia cinco anos que não vinha para cá. Estou impressionada com a qualidade dos vinhos e da gastronomia. A cultura do vinho é muito pronunciada em toda a região”, revelou entre os intervalos das gravações a apresentadora do MasterChef Brasil, Ana Paula Padrão.

Para retratar a vitivinicultura nacional aos telespectadores do talent show, Ana Paula entrevistou o sommelier Maurício Roloff e os enólogos André Peres Jr, Eduardo Valduga e Franco Perini. O quarteto também foi incumbido de apresentar aos 20 competidores os rótulos da prova e dar dicas de como harmonizá-los com ingredientes da gastronomia típica da região. “A pessoa que tomou o vinho brasileiro há 10 ou 30 anos guarda na memória que o vinho brasileiro não era tudo isso, que talvez valesse a pena comprar vinhos importados. Hoje o vinho brasileiro é moderno, é fácil de beber, é fácil de combinar, tem muita diversidade”, disse em rede nacional o sommelier Maurício Roloff, que representou o Ibravin na ocasião.

Para o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini, o respaldo conquistado é reflexo deTime azul - Crédito Carlos Reinis, Band investimentos e aprimoramento do setor, além de reconhecimentos nacionais e internacionais conquistados ano após ano. Só na última década foram mais de 2,5 mil condecorações em concursos no Exterior. “A repercussão do programa está sendo muito positiva, destacando e valorizando para todo o país a qualidade dos nossos produtos. A prova utilizou insumos locais e descomplicou a harmonização dos vinhos e espumantes, aproximando-os do consumidor, além de reforçar o enoturismo e a gastronomia da região”, avalia Bertolini.

Além do episódio gravado no interior do Rio Grande do Sul, os vinhos estarão presentes em toda quarta temporada de MasterChef Brasil. Uma adega instalada junto ao mercado utilizado nas provas pelos competidores, oferecerá diferentes variedades de rótulos para aproveitamento nas receitas.

Para conferir o programa na íntegra, basta acessar a página do MasterChef no YouTube: https://www.youtube.com/playlist?list=PL7HLCnqzgei8w0BZoPLxaoJYRjT_gIDPm

Fotos: Carlos Reinis / Band

Vinho brasileiro será tema da primeira prova fora do estúdio de MasterChef

Convidados - Crédito Carlos Reinis, BandEpisódio gravado em municípios da Serra Gaúcha será exibido na próxima terça-feira, 4 de abril. Três rótulos verde-amarelos, dentre eles vinícolas do Vale dos Vinhedos, representarão a diversidade da vitivinicultura nacional

Os fãs da vitivinicultura brasileira terão motivos especiais para assistir o próximo episódio de MasterChef Brasil. Na noite de terça-feira, 4 de abril, irá ao ar a primeira prova coletiva fora do estúdio desta temporada. E o local não podia ser mais apropriado para elaboração de um menu harmonizado: os vinhedos da Serra Gaúcha, região responsável por cerca de 90% da produção nacional.

Ana Paula Padrão, Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin - Crédito Carlos Reinis, BandGravada nos municípios de Bento Gonçalves, Farroupilha e Pinto Bandeira, no interior do Rio Grande do Sul, a prova desafiará os 20 competidores a prepararem pratos típicos italianos e alemães, que deverão ser acompanhados com rótulos verde-amarelos. Três vinícolas serão as responsáveis por representar a diversidade e qualidade da vitivinicultura nacional no maior talento show da televisão brasileira: Aurora, Casa Perini e Casa Valduga.

E claro que o Vale dos Vinhedos não ficou de fora desta atração. A Casa Valduga possui sua sede no coração do Vale dos Vinhedos e a Cooperativa Vinícola Aurora, além de ser associada a Aprovale, possui inúmeros cooperados no Vale. Ambas terão seus vinhos como estrelas do programa.

Time vermelho - Crédito Carlos Reinis, Band

Nos episódios dos dias 14 e 21 de março, o programa deu os primeiros sinais de que a bebida de Baco estaria presente nesta temporada. As paisagens de vinhedos e de uma prova coletiva, junto com a narração da Ana Paula Padrão informando sobre a gravação de um episódio em uma “típica vinícola gaúcha” deram as dicas iniciais da novidade. Também, no início do mês, os jurados da atração, Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin, postaram fotos em locais da Serra Gaúcha.

Time azul - Crédito Carlos Reinis, Band

No programa de ontem (28) foi possível ter mais detalhes de como será a prova entre os times azul e o vermelho. O grupo irá preparar um almoço para 80 “exigentes” convidados. Assista a última parte do episódio na íntegra: https://youtu.be/VDB4_fLeo3Y

O MasterChef é transmitido pela Band às terças-feiras, às 22h30min, com exibição simultânea no site e no aplicativo da emissora para smartphones, sendo também reproduzido pelo Discovery Home & Health, nas sextas, às 19h20min, com reapresentação aos domingos às 21h45min.

FOTOS
Crédito: Carlos Reinis/Band

2ª edição do Cálice de Estrelas acontece neste sábado, no Vale dos Vinhedos

calice

Evento enogastronômico ocorre dia 14 de janeiro na Casa do Filó, no Hotel Villa Michelon

A 2ª edição do Cálice de Estrelas ocorre neste sábado, 14 de janeiro, às 19 horas, na Casa do Filó junto ao Hotel Villa Michelon (RS 444, Km 18,9 – Estrada do Vinho – Vale dos Vinhedos – Bento Gonçalves). O evento enogastronômico valoriza a história da imigração trentina/italiana na Região e tem como atrativos a degustação de bebidas e comidas típicas, show de Angélica Rizzi, sessão de Cinema Italiano ao ar livre, tenda da saúde e muito mais.

Uma das atrações do evento será Angélica Rizzi, descendente de trentinos, divulga seu novo CD ‘Se Somos Nós’ e seu novo livro ‘Todos os amigos de Clarice’, que ganhou recentemente uma versão em italiano com o título Tutti Gli Amici di Clarice. Ela vai ser acompanhada pelo músico e produtor fonográfico Tony de Lucca. Na apresentação, Angélica canta canções de seu mais recente trabalho, releituras e músicas de seus CDS anteriores ‘Acústico Trentino’ e ‘Angélica Rizzi à italiana’.

Naiára Martini (4).jpg
Na primeira edição do evento, Soberanas do Vale dos Vinhedos estiveram homenageando as máscaras de Veneza. Elas estarão presentes também na segunda edição do evento, neste dia 14.

Outra atração é a exibição, às 22 horas, do filme italiano ‘La Notte di San Lorenzo’ (A noite de San Lorenzo) dos irmãos Paolo e Vittorio Taviani. A 2ª edição do Cálice de Estrelas fortalece novamente o laço de amizade, o ‘Gemellaggio’ firmado entre as famílias do Vale dos Vinhedos com os habitantes da cidade trentina de Isera no Norte da Itália. Um evento que ocorre em conjunto com a cidade irmã italiana, Isera, que também tem o seu ‘Calici di Stelle’, bem como com as demais cidade já gemelatas de Villa Lagarina, Rovereto, Terragnolo, Trambileno e Nogaredo.

O Cálice de Estrelas tem a realização da Trentino Promozioni e o apoio do Circolo Trentino di Bento Gonçalves, Hotel Villa Michelon, Aprovale e Associação Comunitária do Vale dos Vinhedos. O passaporte antecipado custa R$ 45,00 (até dia 13/01). Após, o valor será de R$ 55,00 podendo ser adquirido também no dia (limitados). O passaporte dá direito a uma taça personalizada e à degustação de vinhos e espumantes bem como atrações culturais. Opções gastronômicas à venda no local. Vinícolas e associações culturais também se fazem presentes com seus estandes e produtos.

Unindo a tradição à comunicação instantânea, fotos e materiais do evento serão compartilhados com as cidades do Gemellaggio, divulgando nossas produções vitivinícolas e as origens do Vale dos Vinhedos.

Programação:
19:00 Abertura com Sabragem com Firmino Splendor e convidados. Lançamento “Eco dos Vinhedos” conjunto de aquarelas e cartões postais dos 140 anos de Vale dos Vinhedos.
19:30 Escritora Angélica Rizzi lançando livro infantil em Italiano
20:00 Apresentação musical italiana Angélica Rizzi
21:30 Degustação e brindes as Estrelas, ao ar livre e comentada, pelo enólogo Firmino Splendor
22:00 Sessão de Cinema Italiano
Ao longo do evento degustação livre de vinhos e espumantes. Opções gastronômicas estarão a disposição (valores a parte do ingresso). Mesa de damas com vinho e venda de produtos regionais.

SERVIÇO
O que: 2° Cálice de Estrelas
Data: 14 de janeiro, sábado, a partir das 19 horas
Local: Casa do Filó, junto ao Hotel Villa Michelon, no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves
Passaporte antecipado: R$ 45 por pessoa (até dia 13 de janeiro); APÓS, R$ 55 por pessoa.
Informações sobre o evento e passaportes: Com Sandro Giordani, através do telefone 54. 99142- 7711 ou pelo e-mail rentinopromozioni@gmail.com
Ingressos disponíveis também na Aprovale, Mondê Chocolates, Malhas Deyse, Anea Brasil e Circolo Trentino Bento Gonçalves.

Vindima no Vale dos Vinhedos: trabalho, dedicação e alegria na colheita da uva

cropped-02.jpgFoto: Acervo Miolo Wine Group

Chegamos ao verão, estação sinônimo de férias e descanso para muitos. No Vale dos Vinhedos é a estação da colheita literal de nossos frutos. É quando alcançamos o momento mais glorioso e também do trabalho mais árduo: a Vindima.

Durante o ano, produtores rurais, enólogos e suas equipes esforçam-se incansavelmente para que as videiras cumpram seus ciclos em cada estação. Outono, inverno e primavera têm papel fundamental no desenvolvimento das videiras e frutos. Neste processo evolutivo, a natureza e o homem se aliam para originar aquelas que são o motivo do Vale dos Vinhedos existir: as uvas.

O ápice de todo este esforço acontece no verão, quando as diversas variedades que originam vinhos de características únicas, são colhidas pela comunidade e pelos viticultores do Vale.

cropped-03.jpgFoto: Gilmar Gomes – Acervo Aprovale

Ao mesmo tempo que o trabalho de colheita é realizado, o espírito da Vindima toma conta dos nossos ares como que por magia: aromas adocicados pairam no ar, as paisagens mudam suas tonalidades alternando as cores das videiras e uvas com os chapéus de palha dos trabalhadores, a temperatura instiga a viver experiências junto a natureza e até mesmo o som dos tratores nos traz a nostalgia de tempos passados. A alegria toma conta até mesmo daqueles que não trabalham diretamente com a colheita: recepcionistas, garçons, camareiras, artesãos. Todos são contagiados pelo espírito de renovação da Vindima, em um mesmo clima de comemoração e de recomeço.

Por aqui, não apenas um ano novo se inicia. É uma nova safra, com novos e únicos vinhos e espumantes que trazem consigo a herança de nossos ancestrais, o aprendizado de nossos nonos, nonas, pais e mães refletidos nas milhares de caixas de uva e nas novas garrafas que descansarão nas adegas de nossas vinícolas.

A Vindima é o nosso melhor jeito de iniciar um novo ciclo, colhendo os frutos de nosso trabalho e oferecendo aos nossos visitantes o que melhor sabemos fazer: receber erguendo um brinde ao novo!

Programação especial para curtir a Vindima

m4d_9846Foto: Merlo Fotografia – Acervo Villa Michelon

Para aproveitar a Vindima em todos os seus aspectos, os atrativos do Vale dos Vinhedos oferecem atividades especiais no período de 07 de janeiro a 19 de março.

A Abertura Oficial da Vindima no Vale dos Vinhedos acontecerá no dia 28 de janeiro, no Hotel Villa Michelon. O evento contará com a bênção dos parreirais e dos vitivinicultores, colheita e pisa das uvas com as Soberanas do Vale dos Vinhedos e filó italiano de confraternização.

Durante o período, a colheita e pisa das uvas também poderá ser realizada em outros empreendimentos, em pacotes de um dia ou com hospedagem inclusa para um final de semana especial. Hotel & Spa do Vinho, Casa Valduga, Hotel Villa Michelon, Pousada Florenza e o Circolo Trentino di Bento Gonçalves oferecem esta atividade mediante reserva antecipada.

Eventos que unem gastronomia e vinho também são atração no período: o Winery & Food Cave de Pedra e o Cálice de Estrelas acontecem já no dia 14 de janeiro. E para os amantes do esporte, a Maratona do Vinho será realizada no dia 12 de fevereiro em meio às paisagens do Vale dos Vinhedos e da Estrada do Sabor. E a La Sfida Vindima 2017 será realizada nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro, em três cidades – Pinto Bandeira, Garibaldi e Bento Gonçalves – sendo encerrada no Vale dos Vinhedos. Ambas estão com inscrições abertas.

maratona-do-vinhoFoto: Maratona do Vinho

Piqueniques em meio aos parreirais carregados de uvas são atração também na Vinhos Larentis e na Cave de Pedra. A atividade também pode ser realizada no Jardim Leopoldina.

Oficinas de drinks com vinhos e espumantes e mini curso sobre uvas e vinhos são oferecidos pela Cooperativa Vinícola Aurora. E as tradicionais oficinas gastronômicas com temas variados são ofertadas pelo Valle Rustico Restaurante.

A Pizzato Vinhas e Vinhos oferecerá a oportunidade de realização de degustações verticais, além de harmonizar tábuas de frios de sabores variados com seus vinhos. E o Wine Garden, nos jardins da Miolo Wine Group segue durante a Vindima, com inúmeros eventos especiais.

dsc_0093Foto: Acervo Vinhos Larentis

A Vinícola Dom Cândido levará seus visitantes para conhecer os parreirais e realizará degustação orientada durante o período. Cursos de degustação e cursos de harmonização na Miolo Wine Group e na Casa Valduga complementam a oferta de atrações para o período.

Venha vivenciar conosco as belezas da Vindima 2017. Esperamos você com uma série de atrações e atividades diferenciadas, de 07 de janeiro a 19 de março.

Programação completa em: www.valedosvinhedos.com.br ou www.valedosvinhedos.wordpress.com/vindimavaledosvinhedos

Vale dos Vinhedos recebe a La Sfida Vindima 2017

la-sfida

Corrida com 3 dias de prova é um verdadeiro desafio exclusivo para 300 guerreiros amantes do esporte e do turismo

Vindima é a colheita da uva. No Rio Grande do Sul ela acontece nos meses de fevereiro e março, sendo a época mais esperada do ano tanto para moradores locais, como para visitantes que desejam viver a experiência inesquecível de presenciar a colheita.

Assim, a La Sfida – Vindima 2017 busca o equilíbrio entre o desafio de vencer e a experiência de vivenciar os costumes da região onde é realizada, na época em que as uvas são colhidas para a elaboração de vinhos e espumantes.

Este será um evento esportivo-turístico exclusivo para 300 atletas e acompanhantes, com três dias de atividades em três cidades distintas: Pinto Bandeira, Garibaldi e Bento Gonçalves. As provas acontecerão nos dias 17, 18 e 19 de fevereiro de 2017, mas a programação abrange 4 dias e 3 noites com atividades esportivas e turísticas all inclusive.

Tudo começa com uma corrida matinal desafiadora (Corsa) no meio dos parreirais, estradas e cidades da região. Almoços típicos que retratam os costumes italianos, Passeio de Maria Fumaça e degustação de uvas e vinhos são algumas das atrações. Como gran finale, um brunch no domingo, junto às videiras de uma das maiores vinícolas do Vale dos Vinhedos.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 15 de janeiro no site do evento, onde também está detalhada a programação do evento.

SERVIÇO
O que: La Sfida Vindima 2017
Quando: 17, 18 e 19 de fevereiro
Local: Pinto Bandeira, Garibaldi e Bento Gonçalves. Encerramento no Vale dos Vinhedos.
Distâncias: Corsa corta – 22,1Km em 3 dias / Corsa lunga – 42,8 Km em 3 dias
Realização: Multiprom Eventos Ltda
Valores: a partir de R$ 750,00 no Pacco individuale 1 – Somente corrida
Inscrições até 15 de janeiro: https://www.ativo.com/calendario/todos/america-do-sul/br/rs/bento-goncalves/outros/23768/la-sfida-vindima-2017