Conheça o Vale no Bus, novo atrativo no Vale dos Vinhedos

engenho-do-vale (72).jpg
Visitar o Vale dos Vinhedos é sempre uma experiência muito significante e marcante. Agora, esta experiência pode ficar ainda mais magnífica, a bordo de um Mercedes-Benz 1957.

Buscando proporcionar aos visitantes do Vale dos Vinhedos uma experiência à parte, o Complexo de Enoturismo Engenho do Vale, em parceria com a Liberty Turismo, desenvolveu um projeto único que reúne degustações enológicas e gastronômicas, na região considerada com a toscana brasileira, por muitos amantes do vinho.

O projeto trata-se de um tour diferenciado realizado a bordo do Mercedes-Benz 1957. Com estilo jardineira e bancos parecendo o dos bondes que circulam no bairro de Santa Teresa/RJ atualmente, estes modelos de ônibus deixaram sua marca na história do transporte de passageiros no Brasil por muitas décadas.

Tour Vintage, denominado como Vale no Bus, acontece regularmente aos sábados e domingos ou sob consulta para grupos acima de 10 passageiros. Com saída na parte da manhã e retorno final da tarde, incluindo paradas para degustações, visita ao memorial do vinho, almoço italiano, degustação de cervejas e biscoitos artesanais, um panorâmico pela Linha Leopoldina e visita a cinematográfica cidadela de Monte Belo do Sul, totalizando 08 pontos de visitação. O Passeio é totalmente guiado, e o participante recebe as informações históricas e culturais.

Pontos de Saída: Principais hotéis da região central de Bento Gonçalves.

Pacote Inclui:
– Transporte de ônibus Vintage;
– Degustações nas paradas;
– Almoço Italiano e café da tarde;
– Guia local

Pacote não inclui:
– Bebidas do almoço
– despesas de ordem pessoal
– transporte até o ponto de coleta

Tempo estima de duração: aproximadamente 8 horas
Fone de contato para informações e reservas: (54)3055.3550 ou (54)98137.9067 com Mariana

Anúncios

“Conhecendo o Vale dos Vinhedos” é o tema do passeio “L´Essenza del Vino” da Maria Fumaça

Divulgação

A próxima edição do passeio temático “L´Essenza del Vino”, realizado a bordo da Maria Fumaça, na Serra Gaúcha, tem como tema a principal região produtora de vinhos no Brasil, o Vale dos Vinhedos, no interior de Bento Gonçalves. O passeio a bordo do vagão 219, de uso exclusivo para o L´Essenza, acontece dia 23 de junho, em duas edições: às 14h e às 16h. Cada edição receberá 40 passageiros.

Ao embarcar na viagem “Conhecendo o Vale dos Vinhedos” o passageiro recebe um kit composto por taça personalizada e produtos típicos da região, que harmonizam com os vinhos e espumantes que serão degustados ao longo dos 23 quilômetros do percurso do trem – entre as estações de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa. A cada edição a experiência dos visitantes é guiada por um enólogo ou sommelier convidado. Durante o passeio o turista conhece a história e peculiaridades do Vale dos Vinhedos e aprecia pela janela do trem as belas paisagens da Região Uva e Vinho, com trilha sonora interpretada ao vivo dentro do vagão.

O “L´Essenza del Vino” é mais um produto criado e oferecido pela Giordani Turismo desde janeiro, e a cada nova edição a procura pelo roteiro tem aumentado. “É uma atração que representa inovação e une a essência cultural da região aliada a um produto turístico, que é nossa Maria Fumaça”, comenta a diretora da Giordani Turismo, Susana Tercila Giordani.

Para participar desta edição do passeio, o visitante deve realizar sua reserva antecipada diretamente com a Giordani Turismo, operadora exclusiva da ação.

L’ESSENZA DEL VINO
“Conhecendo o Vale dos Vinhedos” – Viagem com degustação e harmonização de vinhos a bordo da Maria Fumaça
Data: 23 de junho – sábado
Horário: 14h e 16h
Para informações e compra: (54) 3455.2788
www.giordaniturismo.com.br
faleconosco@giordaniturismo.com.br

Fonte: Assessoria de Comunicação
Foto: Divulgação

Onde dormir? 8 meios de hospedagem dos sonhos para curtir a Serra Gaúcha

8 meios de hospedagem dos sonhos para curtir a Serra Gaúcha!

Untitled-design (3).jpg

A grande dica do dia para quem está organizando sua viagem para a Serra Gaúcha é: não fique apenas um dia na região. Reserve no mínimo 3 dias para curtir as inúmeras atrações que a Serra oferece. São cidades e rotas rurais com as mais variadas propostas e em cada uma delas você vai precisar de pelo menos meio dia para realmente aproveitar. Um dia definitivamente é pouco para saborear tudo que a região oferece, isso falando apenas de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, que juntas possuem mais de 10 rotas turísticas para se conhecer.

E se você vai passar por aqui e ficar mais de um dia, temos ótimas opções de hospedagem que inclusive oferecem pacotes recheados de atrações, ou seja, além de curtir a região, os próprios hotéis são atrativos turísticos. E o melhor: para todas as idades, gostos e bolsos. Vamos para a nossa super lista?

Farina Park Hotel
Recepção do Farina Park Hotel, com uma lareira quentinha. Foto: Divulgação.

FARINA PARK HOTEL: O Hotel Farina fica estrategicamente localizado perto do Vale dos Vinhedos, pertíssimo dos Caminhos de Pedra, perto de Garibaldi. No meio do caminho para Bento Gonçalves e para Farroupilha. Se você está de carro ou excursão, não se importe com distâncias, pois os caminhos que levam a todos estes lugares não pegam trânsito e nem entra e sai de ruas. Quanto a estrutura, é um hotel de grande porte com cara de casa de fazenda. O Farina é super flexível, ou seja, tem desde opções com quartos de suíte máster com direito a hidro, até quarto mais simples com o básico necessário*. Ótimo custo benefício e tem lareira na recepção. Aliás, dependendo da época do ano, oferecem alguns mimos temáticos por ali. Ex: chimarrão na Semana Farroupilha, ou quitutes no São João, ou uvas na Vindima. E se você se hospedar por lá, reserve uma noite para jantar o Restaurante Arte in Tavola, que tem um ambiente lindo e um cardápio excelente.
www.farinaparkhotel.com.br

Viverone Bento
Esta é a vista do Super Luxo do Hotel Viverone Bento. Foto: Divulgação.

HOTEL LAGHETTO VIVERONE BENTO: Você quer visitar as rotas de interior mas não dispensa as comodidades da cidade? O Viverone Bento é uma ótima pedida. Fica na “Cidade Alta”, do lado do Shopping, a 10 minutos de caminhada do centro, praticamente na principal via gastronômica da cidade, onde estão os restaurantes, barzinhos e baladinhas que o pessoal de Bento frequenta. De carro ou excursão, fica bem tranquilo também de acessar as rotas do interior a partir dali. A estrutura do hotel tem como diferencial a sauna e uma jacuzzi (espaços compartilhados), um coffee shop, restaurante e espaço kids. Conta com duas categorias de apartamento. A Super Luxo tem uma vista magnífica da cidade, pois a parede da janela é toda de vidro. Este hotel é bastante procurado pelo pessoal que visita a cidade a negócios, devido sua localização e estrutura moderna, sem a temática turística da região.
www.laghettohoteis.com.br/hoteis/bento-goncalves/viverone-bento

Hotel Villa Michelon - Merlo Fotografia
Hotel Villa Michelon em meio as videiras e a natureza. Foto: Merlo Fotografia.

HOTEL VILLA MICHELON: localizado no coração do Vale dos Vinhedos, o Villa Michelon foi construído de maneira que sua arquitetura não impactasse na paisagem característica da região, para que fosse discreto e completasse as belezas que o Vale já tem. Também é super flexível em termos de acomodações: vai desde quartos econômicos básicos de ótimo custo benefício, até quartos super equipados com hidro. Possui restaurante, academia, piscina aquecida e sala de jogos. É o hotel favorito das famílias com crianças, pois possui uma mini fazenda com pomar e muitos animais, programação infantil com recreação em determinados períodos e parquinho. Tem quadra de tênis e campinho de futebol também e passeio de quadriciclo com a Gasper Vale dos Vinhedos. O hotel tem uma preocupação muito legal com o resgate e a manutenção da cultura da imigração italiana da região, por isso mantém um museu do vinho e uma casa do filó, que retratam essa história e onde é possível fazer visitas guiadas com funcionários do hotel. Além dos pacotes tradicionais de hospedagem, é possível consultar períodos em que algumas opções temáticas são ofertadas. A mais importante delas é a Vindima, época da colheita da uva. Um pacote que inclui um evento especial onde você pode colher e pisar as uvas como os antigos imigrantes faziam.
www.villamichelon.com.br

Pousada Borghetto SantAnna003Fotos- Gilmar Gomes
Casas de pedra da Pousada Borghetto Sant`Anna. Foto: Gilmar Gomes.

POUSADA BORGHETTO SANT`ANNA: se você busca privacidade, originalidade e quer fugir da hotelaria tradicional, a Borghetto Sant`Anna é a melhor escolha. A proposta desta pousada é o contato com a natureza e com a essência do turismo rural e toda a calma que ele te proporciona, mas claro, com todo o conforto que o cliente do Vale busca. Localizada na Linha Leopoldina, ao lado de inúmeras vinícolas de portes variados, ao fazer o check in, o hospede recebe o controle do portão eletrônico: total autonomia, como se estivesse em casa. A pousada possui três casas de pedras e quatro suítes que são divididas em categorias, basicamente pelo tamanho e pela privacidade. As casas de pedra são casas mesmo, com 70m² cada, com infraestrutura completa incluindo lareira e uma vista espetacular do Vale e total privacidade. As suítes também tem uma vista linda, mas são um pouco menores do que as casas, não tem lareira e a chance de topar com outros hospedes é um pouco maior. A decoração de ambas as opções é de muito bom gosto. Muito, muito, muito romântica, indicadíssima para os casais apaixonados.
www.borghettosantanna.com.br

Cadivalle
Pousada Ca`Di Valle junto a casa da família. Foto: Divulgação.

POUSADA CA`DI VALLE: resumo essa pousada em uma frase: a família do Jandir (super atuante na comunidade do Vale dos Vinhedos, cabe ressaltar). É bem isso. Lugar pra se hospedar com gosto de “visita a casa dos amigos que vivem em outra cidade”. O sr. Jandir e a sua esposa, a dona Vilma, abriram alguns quartos da casa para receber visitantes que buscavam hospedagem simples e familiar. O negócio deu certo e cresceu um pouquinho, mas continua com a essência da “casa de amigos”. Não é difícil ver o sr. Jandir elaborando vinho colonial ou suco de uva no porão da pousada (e se der sorte você ajuda ele na tarefa), ou na roça fazendo seus afazeres. Você se hospeda na casa da família mesmo, com a privacidade e estrutura que necessita, mas com a simplicidade do campo. Em épocas festivas, você é convidado a participar com a família. Localizada no início do Vale dos Vinhedos, é possível ir caminhando a algumas vinícolas, restaurantes e agroindústrias.
www.pousadacadivalle.com.br

castelo
Castelo da Pousada Castello Benvenutti. Foto: Divulgação.

POUSADA CASTELLO BENVENUTTI: essa é dedicada às princesas, príncipes, reis e rainhas, que sempre sonharam em passar alguns dias num castelo. A Pousada Castello Benvenutti, como o nome já diz, fica dentro de um castelo de pedras, as margens da BR 470 (perto do Vale, de Bento e Garibaldi). No mesmo castelo você encontra dois restaurantes, a tradicional galeteria Casa Di Paolo e o recomendadíssimo Dona Carolina. Também tem acesso a uma loja de móveis e decorações com artigos selecionados. São 18 quartos com decoração exclusiva, divididos em 3 categorias, uma delas com hidro e outra com acesso ao loft. É uma pousada com estrutura, com quartos lindamente decorados, uma equipe pequena, mas super discreta e profissional, o que nos dá a sensação de maior privacidade. Ao sair do quarto você vislumbra, de uma sacada interna, uma praça coberta onde pode sentar e bater um papo agradável.
www.pousadacastellobenvenutti.com.br

Florenza.jpg
Fachada da Pousada Florenza. Foto: Divulgação.

POUSADA FLORENZA: não quer gastar muito, mas mesmo assim quer dormir bem? A Pousada Florenza se encaixa perfeitamente nisso. Ela fica localizada na saída do Vale pela Linha Leopoldina, em um bairro da cidade, ou seja, é fácil de chegar no Vale e em Bento Gonçalves. Ela também tem este ar de “visitar amigos que moram em outra cidade”, pois é familiar. Possui 3 categorias de apartamento com a estrutura básica e necessária para uma ótima hospedagem, sem luxos, mas muito agradável. Quem coordena os trabalho é o sr. Vânio, sempre atento a tudo, principalmente ao bem receber. O diferencial é que ele também é guia de turismo e possui uma agência de turismo receptivo. Desta forma você pode adquiri pacotes que já incluam hospedagem, transfer para as rotas e atividades diferenciadas, e até mesmo festas regionais como a Festa da Uva e o Festiqueijo. Até busca e leva você pro aeroporto se precisar, olha que maravilha!
www.pousadaflorenza.com.br

cropped-condomc3adnio-vitivinc3adcola-spa-do-vinho.jpg
Hotel & Spa do Vinho em meio aos parreirais. Foto: Divulgação.

SPA DO VINHO HOTEL & CONDOMÍNIO VITIVINÍCOLA: o Spa do Vinho é um hotel de luxo com bandeira internacional. Todos os serviços oferecidos, desde a recepção, passando pelos restaurantes, SPA e equipe, tudo mesmo é acompanhado de perto com o intuito de ser excelência. O objetivo é oferecer a melhor experiência em hospedagem de luxo no coração do Vale dos Vinhedos. Este hotel possui uma estrutura completa, que inclui como diferencial uma adega com mais de 700 de rótulos nacionais e internacionais (inclusive com rótulos exclusivos de marca própria e cursos de degustação ofertados aos hospedes), charutaria, espaços com vista panorâmica do Vale, piscina ao ar livre, quadra de tênis e um Spa que oferece inúmeros tratamentos com derivados da uva, temática regional respeitada pelo empreendimento. E possui também três restaurantes que vão desde os lanches rápidos e drinks descontraídos, até a cozinha internacional com toque brasileiro. Frequentemente é possível participar de jantares temáticos como o famoso Baile Imperial ou o jantar de máscaras inspirado no Carnaval de Veneza. Também ofertam pacotes temáticos que incluem uma programação completa nestas datas especiais. E nem falei da hospedagem em si, afinal dormir aqui é apenas um detalhe, que por sinal também é super bem cuidado por eles. As categorias vão desde os quartos simples com o básico necessário, até quartos com lareira e sacada com vista para os vinhedos.
www.marriott.com.br/hotels/travel/bgvak-hotel-and-spa-do-vinho-autograph-collection/

O Vale dos Vinhedos tem ótimas opções em hospedagem e todas elas aqui apresentadas vão muito além de simplesmente dormir, oferecendo experiências muito agradáveis. Cada uma delas tem uma proposta e um conceito diferente, basta encontrar a que melhor se encaixa no seu estilo.

Em relação a valores, normalmente as pousadas são mais baratas por oferecerem a pernoite com café numa estrutura mais enxuta. Hotéis como o Spa do Vinho e Villa Michelon por exemplo, que possuem programações completas além de hospedagem, são um pouquinho mais caros. Massss, em determinadas épocas do ano e do quarto escolhido, existem opções bem atrativas. Consulte!

OBS: Todos possuem internet liberada e aceitam animais de pequeno porte mediante consulta prévia.

*Toda vez que ler o termo “básico necessário”, entenda como: uma cama confortável com lençóis limpinhos e macios, banheiro privativo com ducha quente, ar-condicionado, frigobar e um espaço digníssimo para circulação.

12 restaurantes para você se deliciar no Vale dos Vinhedos

Untitled-design (2).jpg

Apresentamos a vocês hoje 12 opções de restaurantes (+ 2 bônus) que carregam em sua essência as influências da colonização italiana, e que oferecem aos clientes experiências muito interessantes e verdadeiras no Vale dos Vinhedos. Um resumo rápido, dicas quentes, uma fotinha pra dar água na boca e o link pro Facebook pra você curtir e saber mais.

Alitalia2.jpg
Alitália Posto Per Mangiare. Foto de Bruno Milan.

ALITÁLIA POSTO PER MANGIARE: Localizado na Linha 15 da Graciema, é aquele típico restaurante que quando você chega, se sente em casa. No cardápio (de Buffet das 12h às 14h ou a La carte das 12h às 17h), menu inspirado no típico italiano coordenado pela Mari, que é uma figura muito querida. Se der sorte vai achar ela fazendo geleia nos fundos da casa… A especialidade do restaurante é o omelete calzone, de vários sabores. Entrou na carta de atrações do Vale há pouco tempo e já se modernizou: também oferece tábuas de frios para serem degustadas no jardim. Novidade quente!
https://www.facebook.com/Alitália-Posto-Per-Mangiare-369177433258954

Engenho do Vale
Engenho do Vale. Foto: Divulgação.

RESTAURANTE ENGENHO DO VALE: o Engenho do Vale já é conhecido pela loja de vinhos, antiquário e pelos móveis rústicos belíssimos. Agora a família resolveu ampliar a carta de ofertas e, no mesmo espaço em meio a uma quantidade enorme de antiguidades, também oferece almoço típico colonial italiano. Galeto, massa, polenta e queijinho frito, saladas de radicci, maionese de batata, sopinha de capeletti, uma fartura só… Deu fome só de escrever. A dica é aproveitar também a bela vista do deck aos fundos da loja de vinhos, onde também é possível degustar tábuas de frios, espumante geladinho a preço promocional. O complexo atende diariamente das 09h às 18h, e o restaurante atende das 12h às 15h.
https://www.facebook.com/complexoengenhodovale

Giordani
Giordani Gastronomia Cultural: Foto de Eduardo Benini.

GIORDANI GASTRONOMIA CULTURAL: Construído com madeira de antigas pipas de vinho, esse restaurante também tem menu inspirado no típico italiano. Se você quer comer massa caseira (uma variedade assustadora), esse é o local. É bem fácil de perder as contas de quantos tipos de massa e molho passam pela mesa. Sem falar nos complementos nada básicos de saladas variadas, polenta, queijo e grelhados. Ah… E tem sopa de capeletti, sobremesas, café, chá e cachacinhas artesanais pra ajudar na digestão. Ufa! De comer tudo de joelho. A dica é aproveitar para conhecer o pequeno armazém de produtos regionais e o deck da cervejaria Valle Bier, que fica do ladinho do restaurante. O atendimento é de terça a domingo, das 11h30min às 15h.
https://www.facebook.com/giordanigastronomiacultural

 

videiras
Restaurante Videiras 1535. Foto: Divulgação.

Videiras 1535: O restaurante Videiras 1535 oferece a maravilhosa sequência típica italiana. Sopa de capeletti, polenta, saladas são só (SÓ?) para abrir o apetite. As massas com sabor caseiro e os risotos complementam o cardápio, onde a grande atração são as carnes e filés. Oferecem, dentre outras opções, picanha de cordeiro e costela uruguaia. Fica localizado ao ladinho da Vinícola Dom Cândido, dentro de uma antiga adega da vinícola, com mesas nos locais exatos onde antigamente milhares de garrafas de vinho descansavam antes de irem ao mercado. O ambiente é muito legal e peculiar.  Ah! E você também pode harmonizar a sua refeição com vinhos da Dom Cândido.
http://www.restaurantevideiras1535.com.br

 

Mamma Gema
Trattoria Mamma Gema. Foto: Divulgação.

MAMMA GEMA TRATTORIA: Um dos mais tradicionais e sofisticados restaurantes da região, digno de programação da Globo (seu chef já foi homenageado no programa Estrelas do Brasil da Angélica), o Mamma Gema oferece um menu que teve como inspiração o típico italiano. As saladas, polenta, risotos, massas e carnes ofertadas, possuem um toque do chef, com molhos e recheios especiais. A carta de vinhos é fantástica e o ambiente super aconchegante. Oferece tanto rodízio quanto a La carte, de terça a domingo, das 11h30min às 15h30min. A dica é ficar de olho na programação de “cozinha ao vivo”, onde você pode almoçar no jardim vendo o chef Pessali cozinhar: acontece normalmente na primavera e no verão, aos finais de semana.
https://www.facebook.com/trattoriamammagema/

Osteria.jpg
Osteria Del Valle. Foto: Divulgação.

OSTERIA DEL VALLE: Um dos mais jovens restaurantes do Vale, a Osteria Del Valle também fez uma releitura do cardápio típico italiano. O chef Álvaro da Silva apresenta a Cucina di Fusione, que une a tradição com ingredientes que inovam e surpreendem. Quer um exemplo? Vamos lá: que tal sopa de capeletti de pato? Ou ainda um confit de carne de porco? Ou que tal um sorrentino de rabada com molho de vinho? Quer entender melhor? Só indo lá e participando da experiência. Atende de terça a domingo, das 11h às 16h. Sexta e sábado também das 19h às 22h30min.
https://www.facebook.com/osteriadelvalle/

Dona Carolina.jpg
Dona Carolina. Foto: Divulgação.

RESTAURANTE DONA CAROLINA: Um charme só! Só o ambiente vale a visita (dentro de um castelo de pedra), mas se quiser ter uma experiência inesquecível, aproveite do cardápio super variado de peixes, massas, saladas, sobremesas (são incríveis), filés, sopas, risotos… Tem uma proposta muito legal de não fritar, mas sim cozinhar no forno sem gordura. É ideal para quem quer dar um tempo no típico italiano e mesmo assim quer comer bem. Atende para jantar, de terça a domingo, das 19h30min às 22h30min.
https://www.facebook.com/restaurantedonacarolina/

casa-valduga
Restaurante Maria Valduga. Foto: Divulgação.

RESTAURANTE MARIA VALDUGA: Localizado dentro da renomada Casa Valduga, o Maria Valduga também é um restaurante que oferece o típico colonial italiano, com sopa de capeletti, saladas diversas, massas, galeto e muito mais. Sua proposta é mais sofisticada e sua carta de vinhos é toda da Casa Valduga. O grande diferencial é a possibilidade de, mediante consulta antecipada, participar de almoços ou jantares harmonizados. Este restaurante atende de terça a domingo, das 12h às 15h. Faz parte do grupo também o Restaurante Casa Madeira, que é um dos poucos restaurantes que servem nhoque de batata doce e o único que serve codorna ao molho de vinho por aqui. Este atende de quarta a segunda, das 12h às 15h.
www.casavalduga.com.br

Sborneas.jpg
Restaurante Sbornea`s. Foto: Divulgação.

RESTAURANTE SBORNEA`S: O Sbornea`s talvez seja um dos primeiros restaurantes a surgirem no Vale. Oferece o típico colonial italiano servido a vontade na mesa e no rodízio (também no a La carte), com sopa de capeletti, massas, saladas, polenta, queijo frito e tudo mais. Aqui servem o galeto ao primo canto, que é aquele galeto pequenininho, e o recheio (pien que está na frente na foto). E também aquela massa que vem dentro de uma forma enorme de queijo. E a noite o famoso rodízio de panquecas que nunca vi em nenhuma outra cidade. Único e super saboroso, oferece uma variedade incrível de panquecas doces e salgadas no sistema de rodízio. Atende de quarta a segunda, das 11h30min às 15h. E de quarta a sábado as panquecas no jantar, das 19h às 22h30min.
https://www.facebook.com/sborneas/

Vallontano 4
Risoteria e Café Vallontano. Foto: Divulgação.

RISOTERIA E CAFÉ VALLONTANO: Como o próprio nome já diz, o Vallontano é especializado em risotos, mas possui também em seu cardápio sobremesas incríveis, cafés, saladas, sopas, carnes, opção kids e outros. Fica localizado junto ao varejo da Vallontano Vinhos Nobres, o que oportuniza degustar os vinhos e espumantes da vinícola enquanto a equipe da casa prepara o seu prato. O cardápio também oferece ao lado de cada prato, uma sugestão de harmonização com os vinhos da casa, que você pode adquirir em garrafas ou por taça. Os diferenciais da casa (sim, tem mais): tem um deck onde você pode fazer a refeição de frente para os parreirais da vinícola; atende das 11h às 17h, caso queira almoçar mais tarde e, por último: é mega, hiper, ultra pet friendly. O seu melhor amigo aqui é tratado como um rei: deita no tapetinho, com direito a brinquedinhos, água fresca e ração de primeira. Atende de terça a domingo.

https://www.facebook.com/VallontanoCafe/

Nonna Metilde.jpg
Ristorante Nonna Metilde. Foto: Divulgação.

RISTORANTE NONNA METILDE: lá em Monte Belo do Sul, no final da rota Vale dos Vinhedos, uma cidade bem pequena de interior que vale a pena conhecer. Em frente a prefeitura, o Nonna Metilde é o principal restaurante da cidade, por isso atende diariamente (das 11h30min às 14h) com duas opções: a gastronomia típica da colonização italiana servida a vontade na mesa , acompanhada pelo vinho da casa, e o Buffet de comidinhas do dia a dia (arroz, feijão, salada, massa e carne por exemplo). Atende dentro de um porão rústico de pedra, ambiente bem peculiar e colonial.
https://www.facebook.com/nonnametilde/

Igor Guedes Fotografia
Valle Rustico Restaurante. Foto: Divulgação.

VALLE RUSTICO RESTAURANTE: localizado em uma estradinha do interior, no meio da natureza, o Valle Rustico é bastante peculiar: pequeno e no coração de uma mini fazenda cheia de animaizinhos. Adepto do Slow Food e liderado pelo Chef Rodrigo Bellora, valoriza o alimento que a mãe natureza oferece de acordo com cada estação do ano. A maioria dos ingredientes é cultivado na propriedade ou adquirido de produtores locais que tenham a mesma filosofia. Por valorizar a natureza, o menu degustação se altera de acordo com a disponibilidade de ingredientes, que são trabalhados no intuito de valorizar suas características. Oferece a opção de menu harmonizado com vinhos da região, para ser degustado sem pressa. Atende para jantar de quarta a sábado, das 19h30min às 22h e no domingo das 11h às 14h30min.
https://www.facebook.com/vallerustico/

BÔNUS BÔNUS BÔNUS BÔNUS BÔNUS BÔNUS BÔNUS BÔNUS BÔNUS BÔNUS BÔNUS

Pizza entr vinhos
Pizzaentrevinhos. Foto: Divulgação

PIZZAENTREVINHOS: atende no andar de baixo do Trattoria Mamma Gema e oferece pizzas super recheadas com massa fina deliciosa no a La carte. São servidas em meio as estantes da adega, e você escolhe o seu vinho diretamente da prateleira. Atente de terça a sábado, das 19h às 22h30min.
https://www.facebook.com/pizzaentrevinhos/

cropped-fireplace.jpg
Spa do Vinho. Foto: Divulgação.

SPA DO VINHO: o Hotel & Spa do Vinho possui três restaurantes. O Leopoldina, com gastronomia internacional com sabores brasileiros. A Trattoria Damiagiana, que fica no topo do hotel e tem uma vista espetacular do Vale. Atende eventos particulares também. E o Bistrô Sabrage, com menu de comida caseira, lanches mais rápidos, bebidas típicas brasileiras, em ambiente descontraído. Possui uma adega incrível repleta de opções, além de programação de jantares harmonizados, cursos de degustação, harmonização do pôr do sol, brunch e muito mais. Atendimento diário.
https://www.marriott.com.br/hotels/hotel-information/restaurant/bgvak-hotel-and-spa-do-vinho-autograph-collection/

Só de ler deu pra engordar alguns quilinhos né? Mas pensa só: a gastronomia é uma das experiências das quais mais guardamos recordações. Seja ela pela companhia com quem desfrutamos, pelo vinho que bebemos, ou pelos sabores que experimentamos. Então vale a pena qualquer quilo adquirido se for proveniente de comidas feitas com carinho e qualidade.

Experimente e divida com a gente a sua impressão: contato@valedosvinhedos.com.br

 

Primeira edição do Despertar do Vale é sucesso

Naiára Martini (27)Evento realizado no final de semana superou expectativa da organização e do público presente

O Despertar do Vale, evento promovido pela Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale aconteceu no último final de semana, dias 23 e 24 de setembro, e já deixa saudades.

Com o objetivo de abrir a primavera reunindo empresas e produtos do Vale dos Vinhedos em uma mini feira a céu aberto, o evento recebeu nos dois dias aproximadamente 2300 pessoas que degustaram e adquiriram produtos variados em um ambiente descolado em meio a natureza.

Naiára Martini (3)

A estrutura montada no jardim do Hotel Villa Michelon abrigou mais de 30 expositores que ofertaram seus produtos das 11h às 19h em ambos os dias de evento. Vinícolas, restaurantes, artesanatos, agroindústrias e acessórios de empresas parceiras da Aprovale tornaram o Despertar do Vale um sucesso, coroado com alegria pelo show do Farina Brother`s.

Segundo Avelino Zanetti Filho, organizador do evento e vice-presidente da Aprovale, o Despertar do Vale foi um sucesso. “Vimos pessoas felizes e leves ao redor do vinho, da gastronomia e dos demais expositores. Estamos cientes que o Despertar do Vale marcará história nos eventos da região assim como na integração da comunidade”.

Naiára Martini (34)
Valdir Espinosa esteve presente nos dois dias do evento, e prometeu retornar em 2018.

Lucimar Roncaglio, organizador do evento e diretor de enoturismo da Aprovale complementa que o Despertar é uma nova opção de diversão no Vale dos Vinhedos. “Uma opção descontraída e despojada para apreciar vinho, gastronomia e música boa. Sendo uma ótima alternativa para rever amigos e aproveitar momentos únicos em uma das regiões vitivinícolas mais prestigiadas do país”.

Márcio Brandelli, presidente da Aprovale afirma que a segunda edição do Despertar do Vale tem previsão de ocorrer em março de 2018, como encerramento da Vindima. “A segunda edição terá um nome diferente e será inspirada na vindima, a época da colheita. Mas vem com o mesmo espírito de cooperação e alegria presenciado no Despertar do Vale, realizado no último final de semana.”

O Despertar do Vale foi realizado pela Aprovale, com apoio do Hotel Villa Michelon, Sicredi, Limpacto, Boccati, Elo, Tramontina, SEGH, Mídiasul, Giordani Turismo, Fruki, Água da Pedra, Destemperados, Ibravin, Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves, Secretaria da Saúde de Bento Gonçalves, Subprefeitura do Vale dos Vinhedos, Bento Convention Bureau, Brigada Militar – 3° BPAT e 6° B COM – Batalhão Ernesto Geisel.

Foram expositores: Pizzato Vinhas e Vinhos, Vinícola Torcello, Peculiare Vinhos Únicos, Miolo Wine Group, Vinícola Almaúnica, Vinícola Dom Cândido, Vinhos Don Laurindo, Vinhos Larentis, Lídio Carraro Vinícola Boutique, Casa Valduga e Terragnolo Vinhos Finos. Biscotteria Itallinni, Dolcetto do Vale, Atelier Refúgio da Colina, Famiglia Tasca, Queijaria Valbrenta, Moinho Graciema, Devorata Trufas Artesanais, Casa Madeira, Kelly Araldi Design, Leve Serra Gaúcha, Boccati, Tenda da Saúde, Tramontina, Restaurante Valle Rustico, Trattoria Mamma Gema, Giordani Gastronomia Cultural, Alitália Posto Per Mangiare, Osteria Del Valle e Food Truck do Tiago.

Fotos: Naiára Martini

Seja bem vindo ao inverno do Vale dos Vinhedos

Almir Dupont

Na estação mais fria os visitantes são recepcionados com grandes vinhos, gastronomia variada e espaços quentes e aconchegantes.

As baixas temperaturas do inverno são muito bem vindas pela comunidade e vitivinicultores do Vale dos Vinhedos. Além de todas as delícias e experiências que o frio proporciona, neste período as videiras precisam hibernar, armazenar energia para florescer na primavera com todas as forças. Este repouso vegetativo é fundamental para o cultivo da uva e tem grande influência na próxima vindima, por isso é esperado com ansiedade pelo produtor local.

Farina Park Hotel

A estação também é a mais movimentada do ano. Nesta época nossos visitantes buscam pelo aconchego dos hotéis, que agraciam seus hospedes com bebidas quentes e vinho regional, além de acenderem suas lareiras. A gastronomia regional harmonizada também é destaque e aquece os corações com referências a comida feita pelas nonnas e pelas mammas da região

Para aqueles que não temem o frio, as paisagens por vezes acinzentadas e cobertas de neblina são poéticas e inspiradoras. E os dias de sol convidam a esquentar o corpo em meio a natureza. As temperaturas nesta época podem variar entre -5° C e 23 °C na média, por isso é bom estar preparado. Para isso, as lojas de artigos em couro e artesanatos em lã prometem lindas peças para a estação.

 

 

Couros do Valleh - Coleção Merlot Vintage

O Vale dos Vinhedos recebe visitantes todos os dias do ano. No inverno não é diferente e a expectativa é receber cerca de 160 mil pessoas nesta estação.

 

Além das visitas tradicionais, é possível participar de atividades diferenciadas oferecidas em determinados atrativos. A programação já está no ar no site e no blog do Vale dos Vinhedos e vai sendo alimentada conforme o inverno vai se estabelecendo.

Delicie-se com o aconchego da estação e brinde o inverno no Vale dos Vinhedos.

Confira a programação diferenciada: www.valedosvinhedos.wordpress.com/inverno2017

Saiba mais sobre o Vale dos Vinhedos: www.valedosvinhedos.com.br

Fotos:
1 – Almir Dupont
2 – Farina Park Hotel
3 – Couros do Valleh

Novos sabores na mesa do Villa Michelon, no Vale dos Vinhedos

villa2Cardápio chega com porções mais fartas, valorizando elementos da cultura regional

No Vale dos Vinhedos, é o paladar que provoca as melhores experiências. Da boca à emoção, todos os sentidos entram em ação. O Hotel Villa Michelon, encravado no roteiro enoturístico mais charmoso do Brasil, coloca na mesa de seus hóspedes seu novo cardápio, resultado de um trabalho que alia sabor e fartura com pratos que valorizam a cultura do imigrante italiano e seus descendentes, os produtores locais. A viagem gastronômica pode ser vivenciada por hóspedes e também pelo público no Restaurante Bela Vista, que integra o complexo turístico do hotel.

Cada prato foi pensado em particular. “Queremos que nossos hóspedes vivenciem experiências sensoriais. Nosso cardápio é um convite ao prazer da boa mesa em refeições que complementam a experiência de estar hospedado no Villa Michelon”, destaca o proprietário e diretor geral do hotel, Moysés Luiz Michelon. Segundo ele, cada ingrediente tem relação com a cultura regional, regra que foi seguida à risca pela consultora e chef Janete Maria Canello, que contou com o envolvimento da equipe do hotel. Responsável pelo estudo e testes que resultaram num cardápio variado e rico em sabores, Janete priorizou o uso de produtos locais, criando pratos que de alguma forma lembram a colonização italiana. “Poder utilizar temperos e alguns verdes da salada, colhidos diariamente na horta do hotel, na preparação dos pratos é um grande diferencial”, ressalta Janete.

villa1

“Reformulamos todo cardápio. Diminuímos a quantidade de pratos, porém trabalhamos com porções mais fartas, proporcionando uma refeição completa”, assegura a chef. São 24 pratos, entre saladas, sopas e cremes, massas, pizzas, risotos, carnes, aves e sobremesas, além de três opções elaboradas especialmente para as crianças. O segredo de cada prato está no amor do preparo e no uso de ingredientes selecionados. Temperos e especiarias, por exemplo, vêm da horta e do herbário do hotel, cultivados para tornar cada refeição um momento único. Entre as sobremesas, o sagu com creme não perde seu posto, sendo sempre uma boa pedida entre os hóspedes.

Outro cuidado é o tempo médio de preparo de cada prato, que não ultrapassa os 30 minutos. O restaurante não cobra taxa de serviço.

Por que Bela Vista?
Na década de 1940, Antonio Michelon, pai de Moysés Michelon, assumiu o Hotel Bela Vista, no centro de Bento Gonçalves. O empreendedorismo dele esteve presente durante toda a trajetória do filho, inclusive na concepção do Villa Michelon. Ao finalizar o restaurante e ver que a paisagem do entorno era fantástica, o empresário não teve dúvida. O nome seria Restaurante Bela Vista.

Restaurante Bela Vista – Hotel Villa Michelon
Horário de funcionamento:
Café da manhã: 7h às 10h
Almoço: 12h às 14h30min
Jantar: 19h30min às 22h30min

Fotos: Eduardo Benini