Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos é apresentada em eventos no Espírito Santo

do.jpgcropped-primavera-vale-dos-vinhedos010-fotos-gilmar-gomes1.jpg

O Vale dos Vinhedos é pioneiro quando se trata de Indicações Geográficas no Brasil. A localidade mundialmente conhecida pela elaboração de vinhos finos de qualidade foi reconhecida em 2002 como Indicação de Procedência (I.P.) e em 2012 como Denominação de Origem (D.O.). Ambas as nomenclaturas identificam que uma região elabora um produto reconhecido, que reflete características únicas, resultantes das variações climáticas, da terra, do cultivo, da cultura e do saber fazer de um local.

Por ter sido a primeira I.P. e a primeira D.O. de vinhos no Brasil, o case do Vale dos Vinhedos é solicitado em inúmeras palestras pelo Brasil, geralmente em localidades que buscam aprimorar-se no tema para também solicitar junto ao INPI o reconhecimento de suas regiões como Indicações Geográficas (I.G.).

ig

No segundo semestre de 2016, após participar de dois Encontros da Comissão de Estudo Especial (CEE) de I.G. da ABNT e Grupo de Trabalho das IGs brasileiras, um em Florianópolis e outro no Rio de Janeiro, e além de receber grupos técnicos do Paraná e de Roraima, os meses de outubro e novembro foram de apresentação do case e de aprendizado no estado do Espírito Santo. O consultor técnico da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale, Jaime Milan, foi o representante da entidade e palestrante nestes eventos.

No dia 13 de outubro o Vale dos Vinhedos participou do Fórum Origem Capixaba: Indicações Geográficas e Marcas Coletivas, promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e pela Superintendência Federal de Agricultura no Espírito Santo. Na oportunidade, além de participar da solenidade de posse dos membros do Fórum, foi realizada uma apresentação sobre a IG do Vale dos Vinhedos para vinhos e espumantes.

Entre 21 a 23 de novembro o Vale dos Vinhedos retornou ao Espírito Santo, desta vez para o Curso Básico de IG e Marcas Coletivas. O case do Vale dos Vinhedos foi apresentado em duas oportunidades para um grupo de 40 técnicos, provenientes do norte e nordeste do Brasil. O evento foi organizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Sebrae, com a finalidade de atualização de seus quadros . No primeiro dia a temática foi o “Regulamento de Uso de IG e Regulamento de Utilização de Marcas Coletivas”. No segundo foram analisadas as “Normas de controle”.

parceiros

Segundo Jaime Milan, “o pioneirismo da Aprovale é reconhecido em todo o país, razão pela qual é solicitada a apresentar sua experiência a diferentes segmentos do agronegócio brasileiro. O próximo será no dia 9 de dezembro, para produtores de café do oeste de Minas Gerais. Estas demandas são muito gratificantes, pois reconhecem e valorizam o trabalho conjunto de agricultores, empresários, Embrapa, entidades de ensino, Sebrae e prefeituras dos municípios que formam a região demarcada. Mais importante ainda é poder repassar estes conhecimentos aos brasileiros que trabalham pelo desenvolvimento deste país”.

A Aprovale encerra seu ciclo de viagens e palestras de 2016 com um Workshop sobre Indicações Geográficas no dia 09 de dezembro às 17h, na cidade de Santo Antônio do Amparo, em Minas Gerais. O objetivo é trocar experiências com produtores de café no Sul de Minas Gerais na região Campo das Vertentes.

Algumas palestras já realizadas em 2016:
Foto 1: Conferência realizada na sede da Aprovale com alunos do Grupo GeRedes Unisinos. Na oportunidade o presidente da Aprovale, Márcio Brandelli, a diretora de associados setoriais, Maria Alice Farina e o consultor técnico, Jaime Milan apresentaram o case do Vale dos Vinhedos.

Foto 2: Palestra aos alunos do Curso de Gestão em Turismo do Instituto Federal de Santa Catarina, campus de Sombrio. A turma de Gestão em Turismo visita o Vale dos Vinhedos todos os anos, com novos alunos, e participa de palestra sobre o Vale dos Vinhedos.

Foto 3: Produtores de Cachaça de Paraty – RJ, em evento de troca de experiências entre as duas Indicações Geográficas: o Vale dos Vinhedos como IG de vinhos e Paraty como IG de cachaça.

Fotos de Naiára Martini

Com a Buarque de Macedo iluminada, Garibaldi já passa a celebrar o Natal Borbulhante 2016

acendimento-das-luzes-de-natal-01-12-aleandra-ungaratto-1Acendimento das luzes da início ao Natal Borbulhante de Garibaldi. Foto de Alexandra Ungaratto

Garibaldi deu as boas vindas ao Natal Borbulhante 2016 com a extensa e elegante iluminação da revitalizada Rua Buarque de Macedo. No dia 01 de dezembro, centenas de pessoas prestigiaram as luzes e as apresentações artísticas. A 19ª edição segue com programação alternada até o dia 14, quando o Natal se realiza até o dia 22 de dezembro na Praça Loureiro da Silva.

O Coro Simplesmente, de Garibaldi, abrilhantou a noite a partir das 20h30min. Com canções natalinas, fez o público cantar e se envolver ainda mais no espírito natalino. O prefeito de Garibaldi, Antonio Cettolin, agradeceu o público presente e reforçou que o evento é de todos os garibaldenses. “O Natal Borbulhante é de todos nós. Peço que nos ajudem a cuidar da decoração natalina e aproveitem todas as belíssimas atrações do evento”, definiu

naiara-martini-6

Em seguida, Cettolin conduziu a contagem regressiva para o acendimento das luzes na Buarque de Macedo. Logo após, o cortejo da Orquestra de Brinquedos, de Porto Alegre, surgiu em meio a olhares curiosos de crianças e adultos. Os pequenos observaram fascinados a apresentação. Os sinos musicais deram ao avento o toque lúdico tão característico da época.

naiara-martini-3As Soberanas do Vale dos Vinhedos, através da Rainha Rochelli Conzatti Pereira e da Princesa Graziela Feil, estiveram presentes neste evento, representando a comunidade do Vale dos Vinhedos, cujo 37% do território faz parte do município de Garibaldi.

A realização da 19ª edição do Natal Borbulhante é do Ministério da Cultura e da Prefeitura de Garibaldi, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura. Os patrocinadores do evento são: Corsan, Benoit e Cairú. O evento também conta com o apoio financeiro de Tramontina, Metalúrgica Simonnagio, Giordani Turismo, Santa Luiza Turismo, Hotel Casacurta, Cooperativa Vinícola Garibaldi, Friza Climatização e Acabamento e Florestal Alimentos.

A produção cultural do Evento é da empresa Danna Produções, que auxiliou também na captação de recursos via Lei Rouanet e acompanhará a execução do projeto durante todo o Natal Borbulhante. Entidades do Município como a Associação de Pequenas e Médias Empresas (Apeme), a Associação De Vinicultores de Garibaldi (Aviga) e o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SHRBS) de Garibaldi também apoiam o evento.

PROGRAMAÇÃO NATAL BORBULHANTE 2016 – O NATAL MAIS BORBULHANTE DO BRASIL

04 de dezembro:
20h – Apresentação da Orquestra Municipal de Garibaldi em frente a Igreja Matriz

09 de dezembro:
20h – Cortejo Natalino da Apae e apresentação da Orquestra Jovem na rua Buarque de Macedo

14 de dezembro:
20h – Abertura Oficial
20h30min – Musical de Natal “Em Busca da Fábrica Encantada”
21h30min – Yangos Quarteto Instrumental

15 de dezembro:
20h – Fábio Chagas e Rodrigo Maciel
21h – Orquestra Jovem de Garibaldi
22h – Rodrigo Soltton

16 de dezembro:
20h30min – Banda Fora de Ordem
21h30min – Banda MSV
22h30min – Banda Relativos

17 de dezembro:
20h30min – Clave Pop Rock Acústico
21h30min – Stand Up Duda Garbi 3×1
22h30 min – Johnny Grace – Elvis in Concert

18 de dezembro:
20h – Acústico Três Quartos
21h – Beatles no Acordeon

19 de dezembro:
20h – Escola de Música Musical Center
21h – Coro Canarinhos de Garibaldi

20 de dezembro:
20h – Missa Campal
21h – Show com Frei Rinaldo e banda Mensageiros de Cristo

21 de dezembro:
20h – Grupo de Artes Nativas Rastros do Tempo
21h – Luis Marenco

22 de dezembro:
21h – Erasmo Carlos – Show Gigante Gentil

24 de dezembro:
20h – Celebração Natalina – Igreja Matriz

Participe também: 3ª Noite Branca – noite em que o comércio ficará aberto até às 22h30min com ações especiais. Realização: Rota de Compras, Secretaria de Turismo e Cultura e Apeme.

Fonte: Departamento de Imprensa de Garibaldi

11 dias para colher e pisar uvas em “La Bella Vendemmia”, no Vale dos Vinhedos

la-bella.pngAlém de receber a Abertura Oficial da Vindima no Vale dos Vinhedos, Hotel Villa Michelon amplia opções para turistas que desejam viver a vindima e lança a ‘La Bella Vendemmia’, de 13 de janeiro a 24 de março

 

Há mais de 10 safras, a Abertura da Vindima no Vale dos Vinhedos é um momento proporcionado pelo Hotel Villa Michelon. Uma celebração que integra hóspedes e comunidade num roteiro que, tradicionalmente, une colheita e pisa das uvas, bênção e filó italiano.

A Abertura Oficial da Vindima no Vale dos Vinhedos já tem data marcada: acontecerá no dia 28 de janeiro – sábado, às 17h. Hóspedes do Villa Michelon, visitantes do Vale dos Vinhedos, autoridades e moradores locais poderão participar da solenidade que oficializa a abertura da colheita das uvas, que contará com bênção dos parreirais e vitivinicultores, visitas ao Memorial do Vinho e Casa do Filó, colheita e pisa das uvas pela Rainha e Princesas do Vale dos Vinhedos no Parreiral Modelo. A festa segue com o filó italiano com o melhor da culinária colonial. Coral típico da região e jogos tradicionais complementam a noite de celebração da época mais importante do ano para o Vale.

m4d_9846Atual corte do Vale dos Vinhedos realizando a pisa das uvas na Abertura da Vindima 2016. Rainha Rochelli Conzatti Pereira, junto as Princesas Graziela Feil e Júlia Barbieri Zorrer.Foto: Merlo Fotografia

 

Para engrandecer ainda mais a programação prevista para a Vindima no Vale dos Vinhedos, o Hotel Villa Michelon, anfitrião e realizador deste evento, inova ao oferecer mais 10 dias de uma experiência que revive a época da colheita dos imigrantes italianos. É a ‘La Bella Vendemmia’, com uma programação que inicia dia 13 de janeiro e se estende até 24 de março.

São 11 finais de semana para celebrar a estação mais festiva do ano no Vale dos Vinhedos. É somente durante o verão que o aroma da uva está presente em cada canto do Vale dos Vinhedos. Carregados, os vinhedos exibem uma aquarela de cores que deixam os vales cobertos por um tapete verdejante. Assim, a paisagem do roteiro conquista os visitantes pelos sentidos, que têm a oportunidade de ver, ouvir, cheirar, tocar e saborear o resultado de um ano inteiro de trabalho.

Para valorizar a experiência de estar no Vale dos Vinhedos durante a vindima, o Hotel Villa Michelon montou uma programação em pacotes especiais que incluem atrações variadas e únicas. Além da Abertura da Vindima do Vale dos Vinhedos, que ocorre no dia 28 de janeiro, sábado, também serão realizadas outras 10 festas, todas em sextas-feiras, a partir das 17h, abrindo os pacotes de finais de semana.

m4d_0151Soberanas do Vale dos Vinhedos interagindo com a comunidade no jogo da mora. O filó é um dos momentos mais divertidos da vindima. Foto: Merlo Fotografia

 

‘La Bella Vendemmia’ inicia com ares de happy hour, mas logo os hóspedes partem para uma visita guiada ao Memorial do Vinho e à Casa do Filó, atrativos do complexo turístico que preservam a história da vitivinicultura regional e, por consequência, dos imigrantes italianos. Depois da imersão cultural, é a vez de admirar o por do sol com a colheita e a tradicional pisa das uvas no Parreiral Modelo. A noite se complementa com uma Colazione, associando o típico cardápio colonial com elementos como o xixo e o mini hambúrguer, além do risoto como prato quente.

“Pensamos em chamar nossa grande festa de ‘La Bella Vendemmia’, que significa ‘A Bela Vindima’ em italiano. A cada safra temos uma surpresa, ela é resultado das condições climáticas do ano. Nossa certeza maior, no entanto, é a bela festa que o povo daqui do Vale dos Vinhedos sabe fazer. E isso torna o período da vindima ainda mais exuberante!”, declara o proprietário e diretor geral do Villa Michelon, Moysés Luiz Michelon.

Quem adquirir o pacote de duas diárias, além da taça e do chapéu de palha, leva um pendrive com fotos da celebração feitas pelo fotógrafo que acompanhará todos os eventos.

ABERTURA DA VINDIMA DO VALE DOS VINHEDOS

Dia 28 de janeiro, às 17h (sábado)
Público: hóspedes, turistas, autoridades e moradores do Vale dos Vinhedos
Programação: protocolo com bênção dos parreirais e vitivinicultores, visitas ao Memorial do Vinho e Casa do Filó, colheita e pisa das uvas, pela Rainha e Princesas do Vale dos Vinhedos, no Parreiral Modelo. A festa segue com o filó italiano, com culinária colonial. Coral típico da região e jogos tradicionais complementam a noite.

DATAS ‘LA BELLA VENDEMMIA’
Sempre às sextas-feiras, às 17h
Janeiro – Dias 13 e 20
Fevereiro – Dias 3, 10, 17 e 24
Março – Dias 3, 10, 17 e 24

Informações sobre o pacote `La Bella Vendemmia` e sobre a Abertura Oficial da Vindima no Vale dos Vinhedos podem ser obtidas no telefone 54.2102.1800 ou através do e-mail reservas@villamichelon.com.br

Novos sabores na mesa do Villa Michelon, no Vale dos Vinhedos

villa2Cardápio chega com porções mais fartas, valorizando elementos da cultura regional

No Vale dos Vinhedos, é o paladar que provoca as melhores experiências. Da boca à emoção, todos os sentidos entram em ação. O Hotel Villa Michelon, encravado no roteiro enoturístico mais charmoso do Brasil, coloca na mesa de seus hóspedes seu novo cardápio, resultado de um trabalho que alia sabor e fartura com pratos que valorizam a cultura do imigrante italiano e seus descendentes, os produtores locais. A viagem gastronômica pode ser vivenciada por hóspedes e também pelo público no Restaurante Bela Vista, que integra o complexo turístico do hotel.

Cada prato foi pensado em particular. “Queremos que nossos hóspedes vivenciem experiências sensoriais. Nosso cardápio é um convite ao prazer da boa mesa em refeições que complementam a experiência de estar hospedado no Villa Michelon”, destaca o proprietário e diretor geral do hotel, Moysés Luiz Michelon. Segundo ele, cada ingrediente tem relação com a cultura regional, regra que foi seguida à risca pela consultora e chef Janete Maria Canello, que contou com o envolvimento da equipe do hotel. Responsável pelo estudo e testes que resultaram num cardápio variado e rico em sabores, Janete priorizou o uso de produtos locais, criando pratos que de alguma forma lembram a colonização italiana. “Poder utilizar temperos e alguns verdes da salada, colhidos diariamente na horta do hotel, na preparação dos pratos é um grande diferencial”, ressalta Janete.

villa1

“Reformulamos todo cardápio. Diminuímos a quantidade de pratos, porém trabalhamos com porções mais fartas, proporcionando uma refeição completa”, assegura a chef. São 24 pratos, entre saladas, sopas e cremes, massas, pizzas, risotos, carnes, aves e sobremesas, além de três opções elaboradas especialmente para as crianças. O segredo de cada prato está no amor do preparo e no uso de ingredientes selecionados. Temperos e especiarias, por exemplo, vêm da horta e do herbário do hotel, cultivados para tornar cada refeição um momento único. Entre as sobremesas, o sagu com creme não perde seu posto, sendo sempre uma boa pedida entre os hóspedes.

Outro cuidado é o tempo médio de preparo de cada prato, que não ultrapassa os 30 minutos. O restaurante não cobra taxa de serviço.

Por que Bela Vista?
Na década de 1940, Antonio Michelon, pai de Moysés Michelon, assumiu o Hotel Bela Vista, no centro de Bento Gonçalves. O empreendedorismo dele esteve presente durante toda a trajetória do filho, inclusive na concepção do Villa Michelon. Ao finalizar o restaurante e ver que a paisagem do entorno era fantástica, o empresário não teve dúvida. O nome seria Restaurante Bela Vista.

Restaurante Bela Vista – Hotel Villa Michelon
Horário de funcionamento:
Café da manhã: 7h às 10h
Almoço: 12h às 14h30min
Jantar: 19h30min às 22h30min

Fotos: Eduardo Benini

Vallotano Vinhos Nobres lança espumante LaToller Brut

mistralEspumante lançado no dia 15 foi criado especialmente para a cantora Paula Toller. Cada garrafa traz o nome de um dos maiores sucessos da cantora. Na foto Paula Toller brinda o lançamento ao lado do vinhateiro da Vallontano, Luís Henrique Zanini.

PrintO poeta do vinho Luís Henrique Zanini, vinhateiro da Vallontano Vinhos Nobres, localizada no Vale dos Vinhedos, elaborou 3000 garrafas do espumante LaToller Brut especialmente para a cantora e compositora Paula Toller, grande apreciadora e apaixonada por bons vinhos.

O rótulo foi desenhado pela premiada designer Fernanda Villa-Lobos e cada garrafa traz o nome de um sucesso da cantora. São nove títulos diferentes que podem ser conferidos.

O espumante possui perlage fina e intensa, aromas frescos e sabores harmônicos, onde sua acidez revela-se com vivacidade. Com frescor e a elegância trazidos pelas castas Pinot Noir e Chardonnay, a harmonização é perfeita para brindar à boa música e aos bons momentos.

O lançamento no Rio de Janeiro aconteceu em coquetel preparado pela premiada chef Roberta Sudbrack em seu restaurante de mesmo nome, com apoio da Mistral e presenças ilustres.

Já em São Paulo o espumante foi apresentado em evento no Marakuthai Itaim, também com apoio da Mistral, e com a presença de amigos, imprensa e com a apresentação do espumante por Paula Toller e Luís Henrique Zanini.

O Espumante é comercializado e distribuído pela Mistral. Neste link é possível ler a ficha técnica e adquiri o produto:https://www.mistral.com.br/produto/espumante-latoller-brut-vallontano

Fotos: Divulgação / Mistral

Spa do Vinho, no Vale dos Vinhedos, participa do Black Friday

Spa do Vinho3Hotel, Spa e Condomínio Vitivinícola oferecem redução de até 90% em pacotes e programas adquiridos nesta sexta-feira, 25 de novembro.

Imagine passar momentos mágicos em meio ao Vale dos Vinhedos. Melhor ainda, desfrutar das delícias deste lugar e pagar muito pouco por isso. O Spa do Vinho Hotel & Condomínio Vitivinícola repete o sucesso dos anos anteriores na Black Friday e oferece oportunidades únicas no ano.

Diárias no hotel, pacotes de jantar ou tratamentos vinoterápicos efetivados nesta sexta-feira (25) tem valores especiais que podem chegar a uma redução de 90%. Além disso, é possível escolher a data para desfrutar do pacote, já em 2016 ou 2017. “Não podíamos ficar de fora deste evento consolidado nos Estados Unidos, matriz da nossa rede Autograph Collection. Queremos que mais turistas conheçam as belezas e as delícias gastronômicas de nossa região”, destaca a sócia-diretora do Spa do Vinho, Deborah Villas-Bôas Dadalt. Vale ressaltar que as datas para usufruir das promoções obedecem a critério de disponibilidade, não incluindo por isto feriados e altíssimas temporadas.

Localizado no Vale dos Vinhedos, o Spa do Vinho – hotel membro da Marriott International – oferece uma programação única que envolve Culinária de Terroir, adega, degustações e atividades de lazer e relaxamento. Além de saborear o melhor da produção vitivinícola e da gastronomia da região, é possível desfrutar do Vino.Spa, centro de vinoterapia com mais de 40 tratamentos corporais e terapias faciais destinados à revitalização, rejuvenescimento e relaxamento.

Outras informações sobre a promoção através do site www.marriott.com/bgvak, pelo telefone (54) 2102.7200 ou pelo e-mail reservas@spadovinho.com.br.

Queijaria Valbrenta, onde “non si fabbrica, si fa”

ubirajara-cruzFoto de Ubirajara Cruz

Como dizem em Parma, “Valbrenta non si fabbrica, si fa”. No Vale dos Vinhedos esta filosofia é muito forte. Por aqui, não fabricamos. Elaboramos produtos com o carinho que a matéria prima e o consumidor final merecem, em processos quase caseiros, fugindo da linha de produção de grandes indústrias. Porque afinal de contas, foi assim que aprendemos com nossas nonas e nonos: a valorizar, ressaltar o que vem da terra e beneficiar com carinho.

Na Queijaria Valbrenta, única queijaria localizada no início da Estrada do Vinho, no Vale dos Vinhedos “si fa”. Com ingredientes de qualidade, respeitando as normas técnicas e sanitárias, mas também permitindo a ação dos microorganismos e condições locais, são elaborados 50 quilos de queijo por dia, no estilo mais apropriado ao local onde está instalada: respeitando o terroir.

O termo terroir está diretamente associado ao vinho. Segundo a Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), Terroir é

“o conceito que remete a um espaço no qual está se desenvolvendo um conhecimento coletivo das interações entre o ambiente físico e biológico e as práticas enológicas aplicadas, proporcionando características distintas aos produtos originários deste espaço.”

01

É mais ou menos por aí que o conceito da Valbrenta se encaixa. A preocupação no acompanhamento da matéria prima e as influencias do saber fazer e do ambiente em que se insere refletem diretamente no produto final, assim como acontece com o vinho do Vale dos Vinhedos. A variação climática, as mudanças na estação, a alimentação oferecida as vacas leiteiras e o trabalho realizado na queijaria proporcionam queijos diferenciados e artesanais que somente podem ser concebidos ali, naquele local.

A Valbrenta foi inaugurada no Vale dos Vinhedos no ano de 2003 pelas famílias Pissoli, Martin Bianco e Guerra sob a inspiração de Renzo Negri. Os quase 18 mil quilos de queijo/ano não são apenas a capacidade de elaboração. São uma escolha e questão de sobrevivência em meio a um mundo repleto dos mais variados tipos de queijos. Por isso a concepção da empresa, desde o início, gira em torno de fazer o melhor que se pode, em pequena quantidade, para um público especial.

queijaria-valbrentaFoto de Gilmar Gomes

Especial também são os queijos, que estão realmente longe de serem simples queijos tradicionais. Ao adentrar na casinha charmosa de madeira, réplica das primeiras casas de imigrantes, é possível encontrar uma variedade incrível e saborosa. Que tal um Queijo Itálico temperado com tomate seco, ou com orégano e pimenta? Ou ainda um Queijo Gouda com casca vermelha? O Queijo Tilsit tem a casca pintada com urucum e massa enriquecida com Alcarávia (Kümmel), que dá um charme incrível numa tábua de queijos. O Queijo Saint Paulin vem temperado com nozes e o Queijo Fundido vem com alho e salsa. A lista ainda inclui o Queijo Reggiano, massa pronta para fondue e doce de leite. Uma variedade incrível de possibilidades, cores e sabores.

A nossa dica preciosa é provar e adquirir no varejo da Valbrenta dois sabores especiais que vão te surpreende: primeiro o Queijo Morbier, super cremoso, possui uma faixa de carvão ativado de efeito decorativo em seu interior. Numa tábua de queijos pode substituir o Camembert ou o Brie e, além do sabor, fica lindo em termos de apresentação em uma noite queijos e vinhos.

E o queijo que é a cara do Vale dos Vinhedos, o Queijo Itálico ao Vinho, mais maturado que o Queijo Itálico da linha tradicional, é imerso em vinho tinto por uma semana no processo final de elaboração. O sabor e o aroma podem ser percebidos delicadamente durante a degustação. É lindo de se ver!

queijo-ao-vinho

A Queijaria Valbrenta fica localizada na Estrada do Vinho, no Vale dos Vinhedos. Não tem erro: ao percorrer a estrada principal do Vale por 2 km, você verá, do lado direito, uma simpática vaquinha malhada. Estacione e delicie-se, diariamente, das 10h às 17h30min. Ali, além dos queijos, você encontrará uma infinidade de produtos regionais deliciosos e atendentes que podem lhe auxiliar na escolha dos melhores produtos e na harmonização.

E claro, pra complementar a sua rota “queijos e vinhos”, o Vale dos Vinhedos tem um cardápio vasto de vinícolas que também podem lhe atender e ajudar na harmonização com seus queijos.

Saiba mais no www.queijariavalbrenta.com.br